Os anéis de Saturno estão a desaparecer (e a culpa é nossa)

NASA/JPL/SSI

Imagem dos anéis de Saturno, pela sonda Cassini

Recentemente, um grupo de cientistas alertou que os anéis de Saturno podem vir a desaparecer devido às futuras explorações humanas. 

Exploradores de asteróides e bilionários da tecnologia poderão roubar pedras preciosas do Espaço num futuro próximo, incluindo os anéis gelados de Saturno. Num estudo recente, publicado na Acta Astronautica, um grupo de cientistas sugere aos governantes que apresentem um conjunto claro de diretrizes e restrições que devam ser estritamente seguidas por todos na indústria espacial.

“Se não pensarmos sobre este problema agora, seguiremos o nosso caminho e, daqui a algumas centenas de anos, enfrentaremos uma crise extrema, muito pior do que a que temos na Terra”, afirma Martin Elvis, astrofísico do Observatório Astrofísico Smithsonian, citado pelo IBTimes.

“Depois de explorar o Sistema Solar, não há mais nenhum lugar para ir.” Elvis faz uma referência especial às agências espaciais privadas, como a SpaceX e a Blue Origin, de Elon Musk, que estão a mudar o conceito de indústria espacial.

A SpaceX, por exemplo, está a tornar as viagens espaciais mais “acessíveis”, prometendo inclusive que o turismo espacial será uma realidade no futuro. Além disso, a empresa de Musk espera estabelecer colónias humanas noutros planetas, como Marte.

Por outro lado, a Blue Origin projeta um futuro onde milhões de pessoas poderiam viver e trabalhar no Espaço. Esta indústria multibilionária do futuro despertou o interesse dos investidores, mas colocar este empreendimento em prática pode significar a recolha de recursos preciosos do nosso Sistema Solar.

Elvis e Tony Milligan, co-autor do artigo e filósofo no King’s College de Londres, sugeriram o “oitavo princípio” para os seres humanos lidarem com os recursos do Sistema Solar: somente um oitavo do nosso Sistema Solar pode ser recolhido, enquanto que o resto deve ser protegido.

Os anéis de Saturno poderiam ser uma fonte abundante de pedras e gelo. Mas além destes elegantes anéis, os humanos poderiam também extrair ferro do cinturão de asteróides. A quantidade de ferro do cinturão é tanta que, mesmo que apenas um oitavo seja extraído, ainda é um milhão de vezes maior do que o encontrado na Terra.

Outro exemplo é o Helio-3, que se pensa ser abundante na Lua e pode valer mais do que ouro num futuro próximo.

ZAP //

PARTILHAR

17 COMENTÁRIOS

  1. Muito a frente para ser uma preocupação real se calhar faziam melhor figura em pesar nos problemas mais actuais… Ainda nem a lua começaram a explorar. Estes gajos tem que deixar de fumar cigarros com pouco tabaco a ver filmes como o “Alien/Prometeu”.

  2. Descubra as diferenças:
    “Os anéis de Saturno estão a desaparecer”
    “… os anéis de Saturno podem vir a desaparecer…”

    • Pois, ia justamente escrever o mesmo. Como já apontou, resta-me reforçar: Senhores do ZAP, corrijam lá isso,p.f.. É um mau exercício, quer de escrita,quer de jornalismo!

  3. Imagino que com esta notícia os assaltantes de ourivesarias devem estar a esfregar as mãos de contentes à espera da próxima viagem e próxima oportunidade e por fim ainda irão receber alguma medalha de comendador.

  4. Nossa dimensão em relação à terra já é ínfima , agora Saturno … essa gente tem ideia de proporçoes ? Que idiotas !
    Um dia conheci um galo que se levantava e cantava antes do nascer do sol para acordá-lo e assim poder nascer o dia ….

RESPONDER

Director nacional da PJ defende "recompensa garantida" para Rui Pinto

O director nacional da Polícia Judiciária (PJ), Luís Neves, realça a colaboração de Rui Pinto como tendo sido essencial para apurar a "verdade material" no caso de pirataria informática que o envolve e defende, por …

Lufthansa aceita condições do resgate. Vai ceder aviões e perder "slots"

O Governo da Alemanha e a Comissão Europeia (CE) chegaram a um acordo sobre o resgate da Lufthansa e que poderá evitar a falência da companhia aérea, anunciaram, na sexta-feira, fontes próximas das negociações e …

Chipre vai pagar despesas das férias a turistas que ficarem infetados no país

O Chipre vai pagar o custo das férias aos turistas que testaram positivo depois de viajarem para o país. Entre as despesas está o alojamento, a alimentação e os medicamentos. O Chipre comprometeu-se a pagar todas …

Tribunais vão vender máscaras a um euro. "É uma margem de lucro de 45 por cento"

Os tribunais vão ter máscaras cirúrgicas à venda para advogados e testemunhas, de modo a garantir que podem entrar nas salas de audiência a partir de quarta-feira, dia em que a Justiça retoma as sessões …

Julgamento BES. Ministério Público acredita que provas da Suíça ainda podem ser utilizadas

O jornal Público escreve este sábado que os procuradores do Ministério Público (MP) acreditam ainda ser possível utilizar os elementos solicitados nas cartas rogatórias enviadas às autoridades suíças no julgamento do caso BES. O Ministério …

Salários mais baixos podem passar a ter lay-off pago a 100%

O Governo está a estudar a possibilidade de o regime de lay-off, desenhado especificamente para o contexto da pandemia de covid-19, passar a ser pago na sua totalidade (100%) para quem tem salários mais baixos. …

Bronca na Liga. Contestação adia 5 substituições e o Marítimo recusa assinar Plano de Retoma

Após dois dias intensos de reuniões, foi aprovado o Plano de Retoma do campeonato nacional para a disputa das últimas 10 jornadas da época 2019/2020. Mas apenas 17 clubes o assinaram. O Marítimo recusou fazê-lo, …

Igreja perdeu 50 milhões de euros com a pandemia (e há dioceses em lay-off)

Ao cabo de dois meses de paragem por causa da pandemia de covid-19, as missas regressam, neste sábado, mas com regras novas para evitar a propagação do coronavírus. Uma paragem que resultou num "prejuízo" de …

Reabertura de ATL adiada para 15 de junho. Creches arrancam segunda-feira (sem apoios para os pais)

As Atividades de Tempos Livres (ATL) não integradas em estabelecimentos escolares só poderão voltar a funcionar a partir de 15 de junho, duas semanas depois daquilo que estava inicialmente previsto. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro, …

Governo britânico vai continuar a pagar 80% dos salários durante mais três meses

O Governo britânico vai continuar a pagar durante mais três meses 80% do salário de trabalhadores em lay-off devido à pandemia de covid-19, e reduzir gradualmente o valor até ao fim do sistema, em outubro. O …