Andrómeda matou e comeu a irmã mais nova da Via Láctea

Z. Levay and R. van der Marel, STScI; T. Hallas; and A. Mellinger / NASA, ESA

Astrónomos acabam de resolver um misterioso assassinato galáctico: a Andrómeda matou uma galáxia e os investigadores encontraram o cadáver.

Um artigo científico publicado esta segunda-feira na Nature Astronomy reflete um cuidadoso trabalho de investigação em torno de um misterioso rasto de estrelas, de um corpo galáctico encolhido e de um fraco halo de restos estelares em volta da Andrómeda, a galáxia mais próximo de nós.

Após a análise dos dados recolhidos, os investigadores envolvidos no estudo concluíram que, há cerca de 2 mil milhões de anos atrás, havia uma terceira grande galáxia na nossa vizinhança – uma irmã mais nova da Via Láctea.

Mas Andrómeda matou-a, devorou-a e livrou-se do seu cadáver.

As galáxias massivas como Andrómeda, graças à sua enorme massa e força gravitacional,  atraem naturalmente galáxias mais pequenas que sejam apanhadas nas suas redondezas. E há muito tempo que os cientistas suspeitavam que Andrómeda poderia ter passado por uma fusão no passado.

No entanto, Amanda Moffett, astrónoma e especialista em evolução galáctica da Universidade Vanderbilt, que não participou no estudo, destaca que a novidade desta investigação mora na ideia apresentada teórica de que a M32, uma pequena galáxia anã na órbita de Andrómeda, é, na verdade, o cadáver da galáxia muito maior destruída durante aquela fusão.

Mas o que aconteceu ao progenitor real, isto é, à galáxia destruída? Para responder a esta questão, os cientistas realizaram algumas simulações de interação entre galáxias e descobriram que uma fusão de galáxias há 2 mil milhões de anos poderia produzir as pistas que vivem agora em redor de Andrómeda.

Um longo fluxo de estrelas, uma névoa espessa de estrelas soltas e o núcleo daquela galáxia perdida ainda flutuam nas proximidades de Andrómeda, na forma de M32 – o que explica o facto de M32 ser uma galáxia bastante incomum.

Galáxias anãs como M32 são compostas por estrelas que se formaram todas ao mesmo tempo e do mesmo pequeno aglomerado de material. Galáxias maiores como a Via Láctea e a Andrómeda tendem a ter estrelas com uma faixa muito maior de idades. No entanto, a peculiaridade de M32 é que as suas estrelas são como as estrelas de uma galáxia maior.

Em suma, o estudo resolve dois enigmas de uma só vez: o que aconteceu com a vítima de assassinato de Andrómeda, e por que o M32 é tão particular.

No entanto, há uma questão que continua no ar. Andrómeda tem outro vizinho anão, conhecido como M33, que é quase tão grande quanto o M32. Apesar de o artigo explicar a origem de M32, o mesmo não acontece com o misterioso M33.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …