Ananás dos Açores está mais doce

D-Stanley / Flickr

Ananás açoreano à venda no Mercado da Graça em Ponta Delgada (São Miguel, Açores)

Ananás açoreano à venda no Mercado da Graça em Ponta Delgada (São Miguel, Açores)

O ananás dos Açores, produzido de forma biológica, está este ano “mais doce” devido à temperatura elevada registada no arquipélago, disse à Lusa o presidente de uma cooperativa local, que apesar das dificuldades acredita na sobrevivência desta cultura centenária.

“A qualidade foi bastante melhor este ano, dado que as temperaturas durante boa parte do ano foram mais elevadas. Acabou por trazer ao ananás um grau de doçura maior do que era habitual”, afirmou Rui Pacheco, presidente da Cooperativa Profrutos, acrescentando que tradicionalmente o fruto estava associado a maior acidez.

O fruto rei dos Açores é cultivado em estufas, essencialmente nos concelhos de Ponta Delgada e Vila Franca do Campo, na ilha de S. Miguel, sendo que a produção anual é “cada vez menor” e atinge, actualmente, pouco mais de mil toneladas.

Apesar do “excelente ano” e dos “maiores cuidados dos produtores com o fruto”, Rui Pacheco referiu que a exportação do ananás dos Açores corresponde, presentemente, a “quantidades diminutas”, sem precisar números.

Além do consumo interno, os principais mercados do ananás açoriano são o nacional e o designado “mercado da saudade”, sobretudo Estados Unidos da América e Canadá, onde residem muitos emigrantes açorianos.

O ananás de São Miguel é originário da América do Sul e Central, tendo sido introduzido no arquipélago como planta ornamental em meados do século XIX, enquanto as primeiras explorações de carácter comercial surgiram em 1864.

A produção do ananás desde a toca até ao fruto pronto a colher leva cerca de dois anos.

Segundo Rui Pacheco, para quem a produção de ananás nos Açores merecia uma atenção especial,  a manutenção das estufas, feitas em madeira e vidro, “é muito cara”, exigindo pinturas exteriores de dois em dois anos e, no interior, de quatro em quatro.

“É uma cultura mais do que centenária. É um ex-libris aqui da ilha. Já não irá atingir o auge ou aquelas quantidades de outrora, mas julgo que continuará a ter um certo espaço comercial”, disse o presidente da Cooperativa Profrutos.

Este ano, em Novembro, comemoram-se os 150 anos do início da exportação do ananás dos Açores, para a Inglaterra.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Clarisse: dois gestos que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também para os registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas …

Sindicatos avançam com ações legais para travar despedimento coletivo na TAP

Os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP vão avançar com ações legais para travar o despedimento coletivo que a empresa iniciou na segunda-feira, que abrange 124 profissionais. "Até agora houve conversa, a partir de agora …

Ginastas alemãs usam fato integral para combater sexualização da modalidade

Ao contrário do que acontece com os ginastas masculinos, que podem optar por calções ou calças, as mulheres competem, desde o início da modalidade, de bodies que expõem grande parte do seu corpo. Quando, no último …

Tribunal europeu dá razão à SIC e condena Estado por violar liberdade de expressão

Portugal foi condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem (TEDH) por violação da liberdade de expressão num caso em que a SIC foi obrigada a indemnizar um ex-deputado do PS por ofensa à sua …

Misturar doses da AstraZeneca e da Pfizer aumenta até seis vezes as defesas contra covid-19

Um novo estudo realizado na Coreia do Sul concluiu que o número de anticorpos contra a covid-19 aumentou seis vezes em quem misturou as doses da AstraZeneca e da Pfizer em relação a quem tomou …