Aminoácido produzido no cérebro pode prevenir ataques epiléticos

Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade da Florida descobriu que um aminoácido produzido pelo cérebro pode desempenhar um papel crucial na prevenção de um tipo de ataque epilético.

As crises epiléticas do lobo temporal são debilitantes e podem causar danos duradouros aos pacientes, incluindo morte neuronal e perda da função neuronal. O professor Sanjay Kumar, do Departamento de Ciências Biomédicas da Faculdade de Medicina, e sua equipa estão à procura de terapias eficazes para a doença.

No estudo que relata as novas descobertas, e que foi publicado na revista Nature Communications no dia 2 de outubro, a equipa indica um mecanismo no cérebro responsável por desencadear ataques epiléticos. A pesquisa revela que um aminoácido conhecido como D-serina pode funcionar como mecanismo para ajudar a prevenir ataques epiléticos, evitando assim também a morte das células neurais que os acompanham.

O lobo temporal processa informações sensoriais e cria memórias, compreende a linguagem e controla as emoções. Contudo, a epilepsia do lobo temporal (ELT) é a forma mais comum de epilepsia em adultos e não melhora com os medicamentos atuais.

Kumar explica que “uma consequência da ELT é a perda da população de neurónios numa  região do cérebro chamada área entorrinal”, acrescentando que a equipa está a tentar entender “porque é que os neurónios dessa região do cérebro morrem em primeiro lugar”.

Para ajudar a perceber melhor a fisiopatologia da ELT, a equipa estudou os recetores subjacentes no cérebro – os recetores são proteínas localizadas nas lacunas entre dois ou mais neurónios em comunicação, convertendo sinais entre os neurónios, ajudando na sua comunicação.

A equipa descobriu um novo tipo de recetor ao qual chamaram “recetor FSU” no córtex entorrinal do cérebro. O recetor FSU é um alvo potencial para a terapia ELT. “O que é surpreendente sobre este recetor é que ele é altamente permeável ao cálcio, que é o que acreditamos estar na base da hiperexcitabilidade e dos danos aos neurónios nesta região”, disse o autor principal do estudo.

Segundo a Live Science, quando os recetores FSU permitem que haja muito cálcio entre nos neurónios, os pacientes com ELT apresentam ataques epiléticos à medida que os neurónios se tornam super-estimulados pelo influxo. A super-estimulação, ou hiperexcitabilidade, é o que causa a morte dos neurónios.

A equipa também descobriu que o aminoácido D-serina bloqueia esses recetores para evitar que níveis excessivos de cálcio cheguem aos neurónios, evitando assim a atividade convulsiva e a morte neuronal.

Com a ajuda do especialista Michael Roper, a equipa descobriu que os níveis de D-serina foram reduzidos em animais epiléticos, indicando que os pacientes com ELT podem não produzir D-serina como deveriam.

A pesquisa de Kumar aponta para a neuro-inflamação como a causa da diminuição dos níveis de D-serina no córtex entorrinal do cérebro. A D-serina é normalmente produzida pelas células gliais, mas a neuro-inflamação experimentada como parte da ELT causa mudanças celulares e moleculares no cérebro que podem impedir a sua produção.

A próxima etapa do estudo da D-serina como uma terapia viável, é a investigação de possíveis técnicas de administração. “Temos que encontrar maneira de administrar a D-serina a essa região específica do cérebro humano”, explicou Kumar. O investigador diz ainda que “chegar ao lugar certo é o desafio”.

A ELT geralmente resulta de uma lesão, como uma concussão ou outra lesão cerebral traumática. Quando administrada na região apropriada, a D-serina demonstrou funcionar na prevenção dos efeitos secundários de tal lesão.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vacinação de crianças saudáveis está aberta à "livre escolha dos pais"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, salientou este sábado que as autoridades de saúde não proibiram a vacinação contra a covid-19 para crianças saudáveis, considerando que “esse espaço continua aberto à livre escolha …

Tal como nos humanos, a cafeína ajuda as abelhas a aumentar o foco e a eficácia

Um novo estudo indica que, tal como em muitos humanos, uma injeção de cafeína ajuda as abelhas a manterem-se mais concentradas e a realizarem o trabalho com mais eficiência. Uma equipa da Universidade de Greenwich percebeu …

Astrónomos detetam, claramente e pela primeira vez, um disco a formar satélites em torno de exoplaneta

Com o auxílio do ALMA, do qual o ESO é um parceiro, os astrónomos detetaram pela primeira vez de forma clara a presença de um disco em torno de um planeta fora do nosso Sistema …

E se a Terra parasse subitamente de girar?

O nosso planeta demora 23 horas e 56 minutos a completar uma volta em torno do seu eixo, movendo-se a cerca de 1.770 quilómetros por hora. Aprendemos estes pormenores sobre o planeta azul na escola, …

Sporting 2 - 1 Braga | Leão entra em 2021/22 a rugir

O Sporting parece querer manter a senda de sucesso da época passada e entrou em 2021/22 com o pé direito. Os “leões” bateram o Sporting de Braga por 2-1, num jogo que valeu, sobretudo, pela primeira …

Ensinar crianças a dizer palavrões? Uma cientista acha que é boa ideia

A auto-intitulada "cientista dos palavrões" acredita que ensinar as crianças a usá-los de forma eficiente ajuda os mais novos a perceber como este palavreado afecta outras pessoas. Já se sabia que dizer palavrões é um sinal …

Fósseis misteriosos podem ser uma das provas mais antigas de vida animal na Terra

Elizabeth Turner, cientista numa universidade do Canadá, poderá ter encontrado a prova mais antiga de vida animal na Terra. Uma cientista encontrou possíveis sinais de vida animal multicelular em restos de recifes microbianos de há 890 …

E se o mundo entrasse em colapso? Cientistas descobrem qual o país onde há maior probabilidade de sobreviver

Caso a civilização entre em colapso - uma possível consequência das alterações climáticas - os cientistas já descobriram qual o lugar do mundo onde há maior probabilidade de sobreviver: é na Nova Zelândia. Numa pesquisa, dois …

"Dança quem está na roda", responde Marcelo sobre ausência de Bolsonaro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que "dança quem está na roda" quando questionado pelos jornalistas sobre a ausência do homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, da cerimónia de reinauguração do Museu …

Todos os anos, esta cidade italiana entrega sal ao Papa em mãos

O Sal de Cervia, também conhecido como "sal do Papa", é-lhe entregue todos os anos em mãos. A tradição sofreu algumas interrupções até ter sido recuperada pelo Bispo Mario Marini, que serviu no Pontificado de …