Alunos portugueses estão a chumbar cada vez menos

Desde o 1º ciclo ao ensino secundário, todos os anos de escolaridade tiveram uma redução nas taxas de reprovação no ano letivo de 2014/2015.

Os dados divulgados esta segunda-feira pelo Ministério da Educação mostram que, no ano letivo de 2014/15, reprovaram menos 37 mil alunos do que no ano anterior, avança a Renascença.

Este é o segundo ano consecutivo que se regista uma queda no número de chumbos e a boa notícia é que a descida foi em todos os anos de escolaridade.

A taxa de retenção foi de 9,7% o que, em números absolutos, se pode traduzir em quase 115 mil alunos reprovados.

Segundo a Renascença, este é um valor que se aproxima do ano letivo de 2010/2011, mas que ainda está longe do mínimo, na altura, de 7,5%.

A melhoria mais acentuada verificou-se no 9.º ano de escolaridade, com uma taxa de retenção equivalente a 10,61%, um recorde nos últimos vinte anos.

Porém, é entre os alunos com sete e oito anos de idade que se verifica um maior problema, uma vez que chumbaram 9% das crianças, bem como os alunos do 7.º e 10.º ano (com taxas superiores a 15%).

Do outro lado, de acordo com o Observador, é no 3.º e no 4.º ano que se registam as mais baixas taxas de retenção, 2,25% e 3,9% respetivamente.

Pela primeira vez, a taxa de retenção global do ensino secundário ficou abaixo dos 20%, mais concretamente 18,3% de chumbos.

Segundo o secretário de Estado da Educação, João Costa, é preciso analisar estes números e determinar também quais serão os percursos educativos mais eficazes.

“Perceber, por exemplo, se em termos de comparação de amostra, uma vez que começou a haver mais alunos a serem encaminhados para outros percursos, se temos um dado verdadeiramente comparável com anos anteriores ou se decorre de algum enviesamento decorre dos percursos alternativos que existem”, afirmou o secretário de Estado à Renascença.

Nuno Crato recorda os exames nacionais

Perante estes números, relativos ao ano em que estava responsável pela pasta da Educação, Nuno Crato recordou várias mudanças implementadas pelo Governo PSD/CDS, nomeadamente a existência de novos exames nacionais.

Em declarações à TSF, o ex-ministro considera importante que “o Ensino se adapte a uma política de exigência“, algo que “estava a ser bem feito” no ano de 2014/2015.

“As retenções baixaram em todos os anos de escolaridade e, em alguns casos, atingiram-se os melhores valores de sempre”, destaca o antigo governante.

“Fico contente por se ter confirmado que é possível ao mesmo tempo ter exigência e ao mesmo tempo ter sucesso. E é esse sucesso que interessa”, declara.

“O sucesso administrativo é enganoso e até pode ser prejudicial. Porque se as pessoas pensam que vão ter sucesso de qualquer maneira, trabalhem ou não trabalhem, aprendam ou não aprendam, então essa é uma mensagem muito má para os nossos jovens”, conclui.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …