Aluno de 11 anos terá sido violado por colega no interior da escola

-

As autoridades estão a investigar o alegado abuso sexual de um aluno de 11 anos no interior de uma escola de Montemor-o-Novo, em Évora, em que o suspeito é outro estudante de 12 anos.

O dado foi confirmado à Lusa por uma fonte da GNR que refere que a alegada violação ocorreu, na passada sexta-feira à tarde, na Escola Básica 2,3 São João de Deus, em Montemor-o-Novo, sendo que os militares do programa “Escola Segura” foram alertados pela direcção do estabelecimento de ensino.

A agressão terá ocorrido no interior da escola, tendo a vítima, um aluno de 11 anos, sido transportada para o Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) para fazer exames.

Além do alegado abuso sexual, a vítima terá ainda sido agredida e terá sido “encontrada muito debilitada por pessoal do estabelecimento de ensino”, conforme avança o Jornal de Notícias.

A GNR deslocou-se ao estabelecimento escolar e contactou a Polícia Judiciária (PJ) por se tratar de um tipo de crime que está sob a alçada daquela autoridade.

Inimputável criminalmente por ser menor de 16 anos, o alegado agressor não foi detido e o caso terá sido remetido para o Tribunal de Família e Menores. O jovem pode agora, vir a ser alvo de um processo tutelar educativo, caso se confirmem as agressões.

Entretanto, uma fonte policial revelou ao Correio da Manhã “existirem sinais de agressões anteriores”.

A agência Lusa questionou o Ministério da Educação, tendo uma fonte oficial confirmado que o caso foi comunicado pela escola à GNR. A mesma fonte indicou que a tutela está a acompanhar a situação.

Em 2011, a mesma escola já tinha sido notícia após uma tentativa de suicídio de um aluno de 14 anos, no seguimento de uma troca de agressões no recinto do estabelecimento de ensino.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O agressor obviamente também precisa de ajuda urgente, “coitadinho”… com a escolaridade avançada que já demonstra, lá por casa dele devem encontrar alguém imputável para alguma coisa.

  2. Ouvi dizer que um deles é de uma etnia diferente pelo que não será divulgada a entidade, seja o que for isto é muito grave ainda por cima entre crianças, o que é ainda mais surpreendente, acontecer isto numa escola é grave é sinal que a escola não deve ter pessoal suficiente ou tem pessoal mas incompetente. Actualmente as escolas estão numa situação deplorável muito debilitadas a nivel de segurança, tudo se passa ninguém vê, ninguém quer saber, ninguém faz nada dão desculpas atrás de desculpas e depois é isto que vamos vendo agressões diárias cada uma pior que a outra

RESPONDER

Área Metropolitana de Lisboa em contingência até ao fim de agosto

O Governo vai manter a Área Metropolitana de Lisboa (AML) em situação de contingência até ao final de agosto, apurou o jornal Observador junto do Executivo socialista liderado por António Costa. De acordo com o …

Sindicato vai processar Ryanair por assédio laboral e discriminação

O Sindicato Nacional de Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) vai processar a Ryanair por assédio laboral e discriminação, exigindo a restituição de créditos laborais, após a resolução de contratos por justa causa, disse …

Em Itália, preparar o regresso às escolas inclui serras afiadas

Itália, o primeiro epicentro de covid-19 fora da China, usou um regime agressivo de testes e uso de máscaras para conter uma segunda vaga no país. Agora, as escolas estão a preparar-se para receber, no …

Marcelo promulga Estatuto do Antigo Combatente e veta alterações ao direito de petição

O Presidente da República promulgou o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de “o início de um caminho” e não “o seu termo”. Em nota …

O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes. De acordo com o vídeo da CGTN, …

Vila do Conde revela que tem 173 casos ativos no concelho

A Câmara de Vila do Conde, do distrito do Porto, revelou esta quarta-feira que existem 173 casos ativos de covid-19 no concelho e que já está em marcha um plano de apoio à população, assim …

Descarrilamento de comboio na Escócia faz pelo menos três mortos

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas em consequência do descarrilamento de um comboio de passageiros na Escócia, anunciou a polícia escocesa, citada pela agência Lusa. O acidente ocorreu 160 quilómetros a nordeste de Edimburgo. Numa primeira …

Temido garante que "não haverá exceções" para o Avante (e pede cautela com vacina russa)

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por …

Trump pondera impedir entrada de residentes suspeitos de exposição à covid-19

A Administração norte-americana está a ponderar barrar a reentrada no país a cidadãos norte-americanos ou residentes legais suspeitos de terem sido expostos ao novo coronavírus. De acordo com o Jornal Económico, que cita o jornal New …

Pelo menos 42 feridos em Beirute em confrontos entre polícia e manifestantes

Pelo menos 42 pessoas ficaram feridas, esta terça-feira, em confrontos entre manifestantes e a polícia, pelo quarto dia consecutivo, nas proximidades do Parlamento em Beirute. De acordo com a Cruz Vermelha libanesa, dos pelo menos 42 …