Aluno de 11 anos terá sido violado por colega no interior da escola

-

As autoridades estão a investigar o alegado abuso sexual de um aluno de 11 anos no interior de uma escola de Montemor-o-Novo, em Évora, em que o suspeito é outro estudante de 12 anos.

O dado foi confirmado à Lusa por uma fonte da GNR que refere que a alegada violação ocorreu, na passada sexta-feira à tarde, na Escola Básica 2,3 São João de Deus, em Montemor-o-Novo, sendo que os militares do programa “Escola Segura” foram alertados pela direcção do estabelecimento de ensino.

A agressão terá ocorrido no interior da escola, tendo a vítima, um aluno de 11 anos, sido transportada para o Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) para fazer exames.

Além do alegado abuso sexual, a vítima terá ainda sido agredida e terá sido “encontrada muito debilitada por pessoal do estabelecimento de ensino”, conforme avança o Jornal de Notícias.

A GNR deslocou-se ao estabelecimento escolar e contactou a Polícia Judiciária (PJ) por se tratar de um tipo de crime que está sob a alçada daquela autoridade.

Inimputável criminalmente por ser menor de 16 anos, o alegado agressor não foi detido e o caso terá sido remetido para o Tribunal de Família e Menores. O jovem pode agora, vir a ser alvo de um processo tutelar educativo, caso se confirmem as agressões.

Entretanto, uma fonte policial revelou ao Correio da Manhã “existirem sinais de agressões anteriores”.

A agência Lusa questionou o Ministério da Educação, tendo uma fonte oficial confirmado que o caso foi comunicado pela escola à GNR. A mesma fonte indicou que a tutela está a acompanhar a situação.

Em 2011, a mesma escola já tinha sido notícia após uma tentativa de suicídio de um aluno de 14 anos, no seguimento de uma troca de agressões no recinto do estabelecimento de ensino.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O agressor obviamente também precisa de ajuda urgente, “coitadinho”… com a escolaridade avançada que já demonstra, lá por casa dele devem encontrar alguém imputável para alguma coisa.

  2. Ouvi dizer que um deles é de uma etnia diferente pelo que não será divulgada a entidade, seja o que for isto é muito grave ainda por cima entre crianças, o que é ainda mais surpreendente, acontecer isto numa escola é grave é sinal que a escola não deve ter pessoal suficiente ou tem pessoal mas incompetente. Actualmente as escolas estão numa situação deplorável muito debilitadas a nivel de segurança, tudo se passa ninguém vê, ninguém quer saber, ninguém faz nada dão desculpas atrás de desculpas e depois é isto que vamos vendo agressões diárias cada uma pior que a outra

RESPONDER

A longo prazo, o distanciamento social pode até ser melhor para a economia

O isolamento social durante uma pandemia, como é o caso da covid-19, que já fez mais de 48.000 vítimas mortais por tudo o mundo, pode revelar-se melhor para a economia a longo prazo, revelou uma …

Elon Musk doou 1.000 ventiladores a hospitais (mas eram do tipo errado)

Nos últimos dias, Elon Musk, CEO da Tesla, recebeu muitos elogios por ter doado mil ventiladores a hospitais da Califórnia, que enfrentam um número esmagador de casos de coronavírus. Porém, os ventiladores não eram do …

Coronavírus pode replicar-se na boca e nariz durante uma semana antes de infetar pulmões

O coronavírus pode permanecer e replicar-se na boca e no nariz durante uma semana antes de infetar aos pulmões, à traqueia e aos brônquios, revela um estudo, que mostra igualmente que é expulso do organismo …

PSP vai utilizar câmaras portáteis em drones no estado de emergência

A PSP vai utilizar 20 câmaras portáteis de videovigilância, 18 das quais vão ser instaladas em ‘drones’, durante o estado de emergência devido à pandemia de covid-19, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna …

Em Nova Iorque, prisioneiros são usados para cavar valas comuns

Nova Iorque está a oferecer seis dólares por hora e material de proteção individual aos prisioneiros de Rikers Island que aceitem ajudar a cavar valas comuns. Projeções da Fundação Gates apontam que, em Nova Iorque, o …

EUA estará a pagar para desviar carregamentos de máscaras adquiridas por França

As autoridades francesas estão a acusar os Estados Unidos de terem pago para desviar um carregamento de máscaras faciais oriundo da China. Este episódio é apenas mais um na saga sobre a escassez de máscaras de …

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados

Cerca de 1200 reclusos podem vir a ser libertados antecipadamente para prevenir a propagação da pandemia de covid-19 no meio prisional, revelou esta quinta-feira a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, em declarações à RTP3. A …

OMS e EUA ponderam alargar recomendação para uso de máscaras

A Organização Mundial de Saúde (OMS) vai reavaliar as suas recomendações sobre o uso de máscaras para prevenir a contaminação com covid-19, disse esta quinta-feira o presidente do grupo de especialistas que vai discutir o …

Covid-19. Mais de 95% das vítimas mortais na Europa tinham mais de 60 anos

O diretor regional para a Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS), Hans Kluge, revelou esta quinta-fera que mais de 95% das vítimas mortais da covid-19 na Europa têm mais de 60 anos de idade. Em …

Curva portuguesa mostra abrandamento de novos casos (mas é preciso "cautela")

Portugal tem assistido desde o dia 25 de março a um abrandamento do aumento percentual diário de novos casos de covid-19, segundo dados divulgados pelo Barómetro Covid-19 da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP). Segundo Carla …