Alta tensão no Mediterrâneo. “Faísca pode levar ao desastre” entre Grécia e Turquia

unaoc / Flickr

Recep Erdogan, Presidente da Turquia

A disputa entre Grécia e Turquia pelas zonas marítimas ricas em gás natural aumentou de tom nos últimos dias, com França e Alemanha a tomarem posição na contenda. Os germânicos alertam que “qualquer faísca pode levar ao desastre”.

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Alemanha, Heiko Maas, deslocou-se a Atenas e a Ancara para tentar amenizar a tensão entre as autoridades da Grécia e da Turquia por causa dos direitos de prospecção de gás natural em zonas marítimas disputadas.

“Qualquer faísca, por mais pequena que seja, pode levar ao desastre”, alerta Maas, frisando que turcos e gregos querem uma solução pacífica.

Contudo, tanto Turquia como Grécia coloram os respectivos Exércitos em alerta e enviaram navios de guerra para a zona.

Os dois países anunciaram também que vão realizar exercícios militares entre a ilha grega de Creta e o Chipre, onde o navio de prospecção turco está a levar a cabo operações de investigação sísmica de hidrocarbonetos, escoltado pela Marinha de Guerra de Ancara.

A Grécia sustenta que o navio de prospecção turco se encontra na placa continental grega, onde tem os direitos exclusivos de potenciais depósitos de gás e petróleo, pelo que optou por enviar também vasos de guerra para a área.

A Turquia está também a efectuar prospecções em águas que o Chipre reclama como suas.

Erdogan ameaça “fazer o que for preciso”

“Não vamos fazer compromissos sobre o que nos pertence. Estamos determinados a fazer o que for preciso”, já alertou o presidente da Turquia, Recep Erdogan.

O Ministério da Defesa grego anunciou, entretanto, que os exercícios militares que o país vai realizar no sul de Creta vão contar com a participação de França, Itália e Chipre.

A França coloca-se, assim, do lado dos gregos, com o presidente Emmanuel Macron a apelar a Erdogan para que trave a exploração de gás natural e petróleo nas águas disputadas com os gregos.

“O respeito pelo direito internacional deve ser a regra e não a excepção”, avisa ainda a ministra da Defesa francesa, Florence Parly, através de uma publicação no Twitter onde nota que “o Mediterrâneo Oriental transforma-se num espaço de tensões”.

“Com os nossos parceiros cipriotas, gregos e italianos, iniciamos um exercício militar com meios militares, aéreos e marítimos”, destaca ainda Parly.

A ministra revela ainda que a França participa neste exercício com “três aviões Rafale, uma fragata e um helicóptero” e reforça que é preciso dar “prioridade ao diálogo, à cooperação e à diplomacia para que o Mediterrâneo Oriental seja um espaço de estabilidade e de respeito pelo direito internacional”.

“Não deve ser um terreno de jogo das ambições de alguns; é um bem comum“, avisa ainda Parly.

Por seu turno, o ministro dos Negócios Estrangeiros alemão realça que “a situação actual no Mediterrâneo Oriental é brincar com o fogo“, como cita o Le Monde.

Ninguém pode ter interesse num desastre e certamente ninguém quer um confronto militar entre os dois vizinhos parceiros da NATO”, considera ainda Heiko Maas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Gregos e Turcos devem chegar a um acordo.e dá um basta nessa briguinha de comadres. Será que vai acontecer uma nova Guerra de Troia? Chipre foi palco de uma disputa entre Gregos e Turcos e terminou com a divisão em duas partes: A parte grega independente e a outra parte dependência da Turquia,que reinvidic a a sua posse até hoje. Os Gregos foram os verdadeiros fundadores das cidades que hoje fazem parte do Estado Turco – Bizâncio,a Istambul atual era tão grega quanto Atenas,Corinto,Tebas,Esparta, e tantas outras polis do mundo helênico. A Grécia tem que se fazer respeitada e dá um basta nessa arrogância turca. É o que pensa ,joaoluizgondimaguiargondim,

  2. O mar também parece ter fronteiras, portanto elas devem estar delineadas nessa região, a partir daí há que as respeitar e é tudo!

RESPONDER

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …