Há algo quente escondido sob a Antártida Oriental

Existe algo quente debaixo da parte leste da Antártica. Apesar de ainda não haver certezas do que é, já há alguns bons palpites.

A Antártica Oriental é um cráton, um grande pedaço de terra da crosta terrestre. É sólido e grosso e não é suposto que deixe que o calor saia de dentro da Terra. Esta é a diferença em relação à Antártida Ocidental, que tem uma crosta mais fina, onde o magma está, em alguns locais, muito perto da superfície.

Isso significa que a Antártica Oriental não deveria ter muita água derretida no fundo da camada de gelo. Mesmo assim, como os investigadores revelaram num artigo publicado a 14 de novembro na revista Scientific Reports, há uma quantidade anormalmente alta de água líquida.

Este fenómeno não está relacionado com a mudança climática, que tem provocado intensa fusão nas bordas do continente. É um local antigo, separado, quente e isolado. Os investigadores conseguiram detetá-lo com recurso a um radar especializado de penetração de gelo.

Ainda não é certo o que poderá estar a causar o aquecimento debaixo da zona este da Antártida, uma vez que o cráton deveria proteger o gelo do calor interno da Terra. Porém, a equipa de investigadores tem um palpite: energia hidrotérmica.

Uma falha na parte de baixo da crosta pode estar cheia de água, que palpita entre as profundidades quentes da Terra e a parte de baixo do gelo antártico. O fenómeno pode estar a fornecer um canal para o calor escapar e desencadear o derretimento.

Esta fonte oculta de calor é interessante, mas os investigadores consideram especialmente importante o facto de o fenómeno poder influenciar os dados usados para entender o passado profundo do planeta.

“Esta é uma área de interesse particular”, sustenta a equipa de cientistas. “Segundo sugerem os nossos modelos, a Antártida Oriental pode conter o mais antigo gelo do planeta, preservando registos de importantes transições climáticas“.

Os cientistas recolhem amostras do gelo antigo e usam-nas para entender como a atmosfera do planeta mudou com o tempo. Cada camada de gelo é um registo do ar do planeta no período em que se formou. E entender as circunstâncias sob as quais o gelo permaneceu durante milénios desde então pode ajudar os investigadores a melhorar a compreensão destes dados.

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Uau… que grande novidade estão a dar… enfim…
    Digam mas é o que está lá debaixo do gelo, senhores investigadores. Isso é que iria estoirar a cabeça de muita gente!… Preparem-se.

    • Esqueceram-se foi de dizer que o que está a derreter o gelo tem o tamanho de Londres e provoca anomalias magnéticas. Energia hidrotérmica? mmmm… não me parece

    • Em algum ponto desse lugar sai aguas quente do oceno, isso pro prova que calor não some simplesmente se mistura com material mais frio, uma vez criado o calor nunca mais se reverte.

  2. Água + calor = água quente = energia hidrotérmica, portanto deve-se à energia hidrotérmica. Cada vez há mais génios entre os cientistas atuais. Lol.

RESPONDER

Há verba de contas "abandonadas a favor do Estado" que não são divulgadas

Quando uma conta bancária não regista qualquer movimento durante 15 anos, os montantes depositados são considerados “abandonados a favor do Estado”, o que acontece em contas de pessoas que morreram que não são encerradas. Porém, de …

Deputado do PSD chama “besta” a António Costa (e compara-o a Trump e a Bolsonaro)

O deputado do PSD Duarte Marques chamou “besta” ao primeiro-ministro, António Costa, e comparou-o aos presidentes dos Estados Unidos e do Brasil, Donald Trump e Jair Bolsonaro. Numa publicação na sua página pessoal do Facebook, o …

Poema na Estátua da Liberdade sobre migrantes, "refere-se a pessoas vindas da Europa"

Após a publicação de uma lei sobre a migração no país, o poema "The New Colossus", escrito em 1883 por Emma Lazarus, está agora a provocar um debate sobre o seu verdadeiro significado. Ao longo do …

Três municípios multados pelo Governo por falta de Plano de Defesa contra incêndios

O Governo determinou esta sexta-feira a retenção de 20% do duodécimo das transferências do Fundo de Equilíbrio Financeiro a Odivelas, Paços de Ferreira e Peniche por não terem ainda aprovado os Planos Municipais de Defesa …

Encontrada uma aldeia perdida no local do mais infame massacre de clãs

Arqueólogos que escavaram a cena do mais infame massacre de clãs na história escocesa desenterraram partes de uma "aldeia perdida" no vale das Terras Altas de Glencoe. O assentamento apareceu no massacre de 1692 do clã …

Autópsia confirma causa da morte. Jeffrey Epstein enforcou-se com os lençóis

O relatório oficial da autópsia ao corpo de Jeffrey Epstein revelou, nesta sexta-feira, que o multimilionário norte-americano se suicidou, enforcando-se com os lençóis da sua cela na prisão de Manhattan. Epstein estava preso a aguardar pelo …

Depois de 10 horas de reunião, não há acordo. Greve mantêm-se

Foram mais de dez horas de reunião entre os representantes do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas e o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, que terminaram na madrugada deste sábado sem acordo. A …

Descoberto novo órgão sensorial no corpo humano

Uma equipa de investigadores do Instituto Karolinska, na Suécia, descobriu um novo órgão sensorial na pele capaz de detetar estímulos mecânicos dolorosos, tal como picadas ou impactos. A descoberta do Instituto Karolinska, uma das maiores e …

"Mundo Jurássico" de vulcões encontrado sob a Austrália

Uma equipa de cientistas acaba de descobrir um "Mundo Jurássico" com cerca de 100 vulcões antigos enterrados sob as bacias de Cooper-Eromanga, na Austrália, noticia esta semana a Europa Press. Segundo a agência noticiosa, está …

Cientistas "recrutam" bactérias para mineração extraterrestre

Uma equipa de astrobiólogos da Agência Internacional Europeia enviou 18 estripes diferentes de bactérias para a Estação Espacial Internacional (EEI), visando determinar se é viável avançar para a bio-mineração extraterrestre num ambiente sem gravidade. De acordo …