Alerta bancário desencadeou buscas ao Benfica

Um alerta bancário esteve na origem da investigação que levou às buscas ao clube da Luz e à constituição de seis arguidos.

As suspeitas de crimes fiscais e branqueamento de capitais, que levaram à realização de buscas no Estádio da Luz e à constituição de seis arguidos, tiveram origem num alerta bancário.

Os bancos são obrigados a reportar as operações financeiras que possam ser consideradas suspeitas, segundo a lei de combate ao branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo. Assim, os movimentos de quase 1,9 milhões de euros, com origem da Benfica SAD e na Benfica Estádio SA, para uma empresa de informática e posterior levantamento em numerário ativaram o alerta do banco.

O alerta foi depois dirigido à Unidade de Informática Financeira da Polícia Judiciária e ao Ministério Público, que realizaram as buscas esta terça-feira. Segundo o Jornal de Notícias, o banco terá estranhado o montante creditado ao cliente, acima do volume de negócios habitual.

Depois de as buscas terem sido noticiadas, o Benfica emitiu um comunicado no qual informava que iria avançar com uma queixa-crime por difamação, dado que a investigação sobre branqueamento de capitais e fraude fiscal visava apenas entidades que prestam serviços ao clube e não a própria instituição.

“O Sport Lisboa e Benfica confirma que, no âmbito de uma investigação que envolve empresas terceiras, foi solicitada e recolhida informação junto dos serviços do clube pelo facto de serem entidades que nos prestam serviços”, lê-se no comunicado.

O clube negou estar a ser investigado “por suspeita de fraude fiscal e branqueamento”, denunciando “uma violação grosseira do segredo de justiça, desvirtuando factos e procurando centrar no Benfica a investigação”.

Pouco tempo depois, a Procuradoria-Geral da República emitiu também um comunicado no qual informava que entr os mandados de busca não domiciliária se incluíam “dois às sociedades Sport Lisboa e Benfica SAD e Benfica Estádio Construção Gestão Estádios, SA”.

“Indicia-se suficientemente nos autos que estas sociedades, a coberto de uma suposta prestação de serviços de consultoria informática, realizaram várias transferências bancárias para uma conta titulada por uma outra sociedade, num valor total de 1.896.660,00€, montantes esses que acabavam depois por ser levantados em numerário”, lê-se.

“Esta última sociedade terá sido utilizada com o único propósito de retirar dinheiro das contas do Benfica”, consta no comunicado da PGR.

As mais recentes suspeitas juntam-se a outras quatro que recaíam sobre o clube: emails, e-toupeira, Lex e aliciamento de jogadores.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Quase um milhão de refeições escolares desperdiçadas

Quase um milhão de refeições escolares que tinham sido encomendadas foram desperdiçadas porque os alunos faltaram, revela o relatório anual do ministério da Educação sobre cantinas concessionadas a privados. Entre setembro do ano passado e 31 …

Arrojada no céu: Aston Martin apresenta carro voador de luxo

A Aston Martin apresentou recentemente o Volante Vision Concept, uma aeronave arrojada e futurista destinada a transportar passageiros em voos de médias e longas distâncias. A Aston Martin pôs em cima da mesa as suas soluções …

Marta Soares recusa candidatura de Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho tentou formalizar a sua candidatura à presidência do Sporting, esta quarta-feira, tendo sido prontamente recusada por Jaime Marta Soares. O advogado de Bruno de Carvalho, Pedro Proença, deslocou-se esta quarta-feira ao Estádio de …

Hungria retira-se de pacto mundial sobre as migrações aprovado na ONU

A Hungria, com um Governo abertamente hostil à imigração, declarou que se retira do pacto mundial sobre as migrações aprovado, na semana passada, nas Nações Unidas, por considerar que encoraja o fluxo de pessoas "perigosas". O …

Lisboa vai proibir copos de plástico a partir de 2020

Um dos objetivos da Câmara Municipal de Lisboa para o ano em que a cidade será a Capital Verde Europeia é banir os copos de plástico até 2020. Segundo o Diário de Notícias, esta é uma …

Primeiro não flutuava, e agora o novo submarino espanhol não cabe nas docas

Primeiro não flutuava, por excesso de peso, e agora, não cabe nas docas. O novo submarino da Marinha Espanhola é um embaraço para a Defesa do país vizinho e um caso flagrante de derrapagem, com …

Prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos dos Hells Angels

O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa determinou prisão preventiva para 39 dos 58 arguidos como medidas de coação no âmbito do processo do grupo Hells Angels e apresentações periódicas às autoridades para os restantes. Segundo …

Bruxelas aplica multa recorde de 4,3 mil milhões de euros à Google

A Comissão Europeia aplicou, esta quarta-feira, uma multa com valor recorde de 4,3 mil milhões de euros ao gigante norte-americano Google por abuso de posição no mercado devido ao sistema Android. Esta sanção, destinada a punir …

Rapazes salvos na Tailândia saíram do hospital e recordam "milagre"

As 12 crianças e o treinador de futebol que ficaram presos numa gruta inundada na Tailândia e que estavam internados desde a semana passada receberam esta quarta-feira alta hospitalar e falaram pela primeira vez desde …

Hotel processa sobreviventes do massacre de Las Vegas

A empresa que detém o hotel Mandalay Bay, em Las Vegas –  onde Stephen Paddock disparou sobre uma multidão num festival de música country –, processou mil de vítimas do ataque, argumentando não ter "qualquer …