Alemanha. Libertada enfermeira suspeita de injetar morfina em bebés prematuros

Marcello Casal Jr. / ABr

A justiça alemã anunciou, na terça-feira, que continua a investigar um caso de cinco bebés prematuros injetados com morfina numa clínica de Ulm, no sul da Alemanha, tendo libertado uma enfermeira que tinha sido detida.

A enfermeira esteve quatro dias detida e continua a ser, a par de outros cinco colegas que trabalharam na noite da intoxicação dos bebés, suspeita do crime, noticiou a agência Lusa.

“Essas seis pessoas são suspeitas por causa da sua proximidade com os bebés no momento do incidente”, explicou o porta-voz da procuradoria de Ulm, Michael Bischofberger, acrescentando que nenhum dos suspeitos voltará a trabalhar no hospital enquanto a investigação durar.

A investigação foi aberta para “todas as direções” e “nenhuma pista será excluída”.

Os factos remontam a dezembro, quando cinco bebés prematuros apresentaram, quase ao mesmo tempo, problemas respiratórios agudos. Apesar de nenhum dos bebés ter sofrido sequelas pelo incidente, segundo o hospital, as análises revelaram que os cinco tinham traços injustificados de morfina no organismo.

O hospital apresentou uma queixa em 17 de janeiro e os investigadores revistaram os cacifos e armários da equipa presentes naquele dia na maternidade, tendo descoberto uma injeção de leite materno com morfina no cacifo de uma enfermeira.

O Ministério Público de Ulm acusou a enfermeira de injetar morfina de forma injustificada aos cinco bebés, colocando seriamente em risco a saúde das crianças e informou que a jovem – que negou as acusações – ficou em prisão preventiva no final da semana passada.

A justiça continua sem explicação para a presença de uma seringa de leite materno no cacifo da enfermeira, sem qualquer refrigeração e em risco de se estragar. No entanto, o procurador-geral, Christof Lehr, pediu desculpas e disse estar arrependido pela detenção prematura da enfermeira, numa conferência de imprensa realizada na terça-feira.

A clínica, por sua vez, pediu desculpas pelo “incidente” e ainda pediu desculpas expressamente aos bebés e suas famílias.

Lusa //

PARTILHAR

RESPONDER

Estudo europeu releva que carros híbridos são “desastre ambiental”

Um estudo europeu chamou aos carros híbridos plug-in um "desastre ambiental" - as emissões de dióxido de carbono destes carros encontrar-se-ão acima do legalmente declarado e a associação ambientalista Zero pede o fim dos benefícios …

Fisco alerta para mensagens falsas enviadas a contribuintes

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou os contribuintes, numa mensagem no portal das Finanças, para o envio de mensagens falsas para o telemóvel nas quais é pedido que se carregue em 'links' que são …

"Pandemia do medo". Crianças brincam cada vez menos e isso pode aumentar a ansiedade

A pandemia assim o obriga. Mais tempo fechadas em salas de aula e sem oportunidades para brincarem com os amigos, as crianças estão cada vez mais sedentárias e isso não é positivo para o seu …

Convívio deve ser limitado às pessoas com quem se vive, apela DGS

A diretora-geral da Saúde apelou aos portugueses, esta segunda-feira, na conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia em Portugal, para limitarem os contactos físicos às pessoas com quem vivem. "Ao conviver em presença com familiares …

"Lembranças da Lua." China prepara missão para recolher amostras do solo lunar

A China vai fazer a primeira tentativa desde os anos 70 de ir à Lua recolher rochas. A missão ficará a cargo da Chang'e 5, que será lançada esta terça-feira. A Chang'e 5 vai realizar a …

Hotéis já podem ser usados como escritórios e centros de dia

Os estabelecimentos hoteleiros, de turismo de habitação e resorts já estão autorizados a serem temporariamente usados como escritórios, showrooms e centros de dia, segundo o decreto-lei publicado em Diário da República. O diploma publicado no domingo, …

Bolsonaro critica "ataques injustificados" sobre a desflorestação da Amazónia

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, considerou durante a cimeira virtual do G20, que as críticas sobre o aumento da desflorestação são "ataques injustificados" e "demagógicos" que surgem de países "menos competitivos". “Eu apresento factos, dados …

Dois novos casos de legionella diagnosticados no Grande Porto

Mais duas pessoas foram diagnosticadas com legionella, esta segunda-feira, na região do Grande Porto, elevando para 87 o número de casos identificados desde o início do surto. Fonte da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-Norte) …

Reformaram-se 1.649 professores este ano. É o valor mais alto desde 2013

Este ano, reformaram-se mais 1.649 professores em Portugal continental. É o valor mais alto dos últimos sete anos. De acordo com o Correio da Manhã, entre janeiro e dezembro deste ano, aposentaram-se 1.649 professores em Portugal …

Já foram assassinadas 30 mulheres este ano, metade por violência doméstica

O Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA) contabilizou 30 mulheres assassinadas entre 1 de janeiro e o dia 15 de novembro, 16 das quais em contexto de relações de intimidade, um valor abaixo das 21 registadas …