Alec Baldwin diz que não puxou o gatilho da arma que matou uma pessoa durante as filmagens de “Rust”

2

Gage Skidmore / Flickr

Alec Baldwin

O ator norte-americano Alec Baldwin.

Alec Baldwin disse, em declarações recentes, que não disparou a arma que matou uma pessoa e feriu outra, durante as gravações de “Rust”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O ator Alec Baldwin disse, numa entrevista exclusiva à ABC News, que não faz “ideia” de como uma bala verdadeira entrou no cenário do seu filme, “Rust”, mas que “não puxou o gatilho” da arma de fogo.

“Nunca apontaria uma arma a ninguém e puxaria o gatilho, nunca”, começou por dizer Baldwin na entrevista, que será transmitida esta quinta-feira na ABC.

“Alguém pôs uma bala viva numa arma, uma bala que nem sequer devia estar nas instalações”, acrescentou.

No dia 21 de outubro, durante os ensaios de uma cena em que a personagem de Alec Baldwin tinha que disparar uma arma, depois de a retirar do coldre, uma bala atingiu a diretora de fotografia do filme, Halyna Hutchins, e feriu o realizador, Joel Souza.

Agora, Baldwin, que era o protagonista e coprodutor do filme, falou sobre o que aconteceu naquele dia fatídico e disse que não tinha motivos para suspeitar que a arma de adereço pudesse ter uma bala viva.

Além disso, o ator falou sobre Hutchins, de 42 anos, que foi atingida no peito e acabou por morrer, depois de ter sido levada para um hospital por via aérea.

“Eu penso no que aconteceu e penso no que poderia ter feito”, disse Baldwin.

“Toda a gente que trabalhava com [Halyna Hutchins] gostava dela e ela gostava de todos os que trabalhavam com [ela]… Mesmo agora tenho dificuldade em acreditar que [ela morreu]. Não me parece real“, continuou.

Na terça-feira, o Santa Fe County Sheriff’s Office emitiu um novo mandado de busca, onde detalha que pode ter sido encontrada a origem da bala disparada por Baldwin no set de “Rust”.

 

  ZAP //

 

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.