Aldeia portuguesa só tem um habitante e está à venda

d.r. José Júlio Machado / o-bau-do-zejulio.blogspot

Aldeia do Barbelote, à venda por 790 mil euros

Aldeia do Barbelote, à venda por 790 mil euros

A Aldeia do Barbelote, em Monchique, com apenas um habitante, encontra-se à venda por 790 mil euros, depois de ter sido comprada em 2003 por um grupo de amigos que pretendia ali instalar um projecto de turismo rural.

“Em 2006, as condições económicas alteraram-se com a crise económica, e deixámos de ter capacidade financeira para concretizar o projecto de turismo de aldeia que, entretanto, ficou suspenso”, lamentou José Martins, um dos cinco proprietários do Barbelote, no concelho de Monchique.

Sem capacidade económica para fazer avançar o projecto, estimado em mais de um milhão de euros, os proprietários decidiram colocar o local à venda “com muita pena”.

Composta por 13 casas típicas algarvias, a maioria das quais em situação de ruína, a aldeia era propriedade de seis pessoas, integrando-se numa área florestal com cerca de 10 hectares, na encosta poente da Fóia, o ponto mais alto do Algarve.

“A intenção passava por recuperar as casas, mantendo as suas características originais, o património envolvente, reavivar usos e costumes das gentes locais, valorizando ao mesmo tempo o espaço com equipamentos comunitários”, indicou José Martins, recordando a ligação familiar que mantém à aldeia, que chegou a ser habitada por mais de cem pessoas na década de 60 do século XX.

“Os meus avós ainda cá viveram, mas, ano após ano, foi ficando ao abandono”, sublinhou, indicando que “os fracos rendimentos da actividade agrícola, meio de sobrevivência das pessoas, levou-as a procurar melhores condições nos meios urbanos”.

Apesar do êxodo, Marcelino Vicente, de 70 anos, reformado, mantém-se na aldeia, e é hoje o único morador do Barbelote. Vendeu as propriedades, mas os proprietários deixaram-no ficar na casa que habita há mais de 50 anos.

“Deixaram-me ficar cá a morar, mas agora estou é desejando de ir embora daqui para fora”, referiu à Lusa, apontando falta de estradas e transportes regulares para a vila de Monchique como factores desmotivadores para a sua permanência na aldeia.

“Eu só podia gostar disto se passasse aqui uma estrada boa e se tivesse via daqui para Monchique. Mas ter de pagar táxi é muito gasto por mês”, referiu Marcelino Vicente, indicando que a venda da aldeia não o deixa preocupado.

Por seu turno, o presidente da Câmara de Monchique, Rui André, lamentou o abandono a que estão condenadas várias aldeias devido ao despovoamento do Interior, mas acredita que “alguns locais possam atrair investidores interessados em recuperar e potenciar aldeias como pólos de atracção turística”.

“As pessoas gostam de conhecer a autenticidade destes locais e estas aldeias podem resultar numa oportunidade de negócio para promotores que tenham a sensibilidade para este tipo de negócio, quer na recuperação do edificado, quer na vivência do ambiente de aldeia”, frisou.

Para Rui André, o turismo rural é um produto que necessita de ser dinamizado, porque constitui uma mais-valia para o concelho e para a região do Algarve e é um complemento à oferta de sol e praia.

“O município tem apoiado este tipo de projectos através da criação de infra-estruturas e de outros incentivos”, concluiu.

A aldeia do Barbelote destaca-se de outras aldeias existentes no concelho pelas suas características e posição geográfica, já que se insere na Fóia, uma das zonas do concelho mais procuradas por visitantes nacionais e estrangeiros, com terrenos atravessados por ribeiras, com várias nascentes de água e uma cascata natural.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sequestrador de autocarro no Rio de Janeiro estava em surto psicótico

O jovem de 20 anos que foi morto na terça-feira após sequestrar 37 pessoas num autocarro no Estado brasileiro do Rio de Janeiro estava em "surto psicótico", segundo a psicóloga que acompanhou a missão no …

200 ex-deputados indianos vão ter de deixar os bungalows de luxo onde vivem

Os deputados indianos que perderam os seus lugares nas recentes eleições enfrentam um novo problema: têm de sair rapidamente das casas oficiais onde vivem. As habitações, na maioria bungalows de luxo numa zona privilegiada de Nova …

Caracas novamente às escuras. Apagão afeta mais 11 estados da Venezuela

Um apagão deixou na terça-feira a cidade de Caracas e outros 11 estados do país parcialmente às escuras. Segundo as rádios locais e internautas, o apagão afetou o Distrito Capital, Miranda, Zúlia, Yaracuy, Guárico, Barinas, …

Londres deixa de participar na maior parte das reuniões da UE a partir de 1 de setembro

Os representantes britânicos vão deixar de participar na maior parte das reuniões da União Europeia (UE) a partir de 01 de setembro, estando presentes somente nas que "dizem respeito ao interesse nacional", afirmou esta terça-feira …

Berardo escapou ao boicote. Vinhos da Bacalhôa no top dos mais vendidos em Portugal

Apesar dos boicotes promovidos a Joe Berardo após as suas polémicas declarações na Comissão Parlamentar de Inquérito à gestão da Caixa Geral de Depósitos, os vinhos da Bacalhôa, empresa de Azeitão de que o empresário …

Maré de algas invadiu praias do Algarve

Além de a água do mar mais fria do que o habitual, as praias foram invadidas por algas. O fenómeno natural causou estranheza e preocupação entre os banhistas, mas não existem riscos para a saúde. No …

Há livrarias a recusar vouchers de manuais gratuitos por falhas no pagamento do Estado

Algumas livrarias estão a enfrentar problemas financeiros com a entrega dos manuais escolares gratuitos que, neste ano, foram alargados até ao 12.º ano. Tudo devido a atrasos no pagamento dos reembolsos do Estado. Nalguns casos, …

Renato Sanches pode estar de saída do Bayern. "Está tudo em aberto"

O médio português voltou a expressar desagrado com a falta de tempo de jogo no Bayern Munique e o Lille poderá estar interessado na sua contratação. Renato Sanches voltou a expressar desagrado com a falta de …

De Chaves a Faro. Costa vai percorrer o país de lés a lés para "ganhar novas forças"

Com as eleições legislativas a aproximarem-se, António Costa comprometeu-se a percorrer os mais de 700 quilómetros da Estrada Nacional 2 durante as próximas semanas. António Costa já começou a preparar a campanha para a corrida às …

Aberto processo urgente de protecção das gémeas presas em garagem. MP conhecia caso há 3 anos

O Ministério Público (MP) instaurou um processo de protecção urgente das duas crianças de 10 anos que viveram nos últimos anos numa garagem, na Amadora. As gémeas estavam sinalizadas há 6 anos pela Comissão de …