Agência Espacial Europeia quer erguer aldeia internacional na Lua

Dennis M. Davidson / NASA

Conceito artístico de uma base lunar, com astronautas e um rover lunar semelhante aos 3 usados nos programas Apollo da NASA

A Agência Espacial Europeia está a planear erguer na Lua uma espécie de “aldeia” que vai permitir ao Homem pousar, de novo, no satélite da Terra e partir daí para a descoberta de novos mundos mais distantes.

Será um projecto “progressivo”, a ser construído por etapas, inicialmente por robôs, que permitirá aos ser humanos não apenas regressar à Lua, mas criar bases para explorações espaciais para destinos mais longínquos.

Foi deste cenário que falou o novo director-geral da Agência Espacial Europeia (ESA), Johann-Dietrich Woerner, durante o 66.º Congresso Internacional de Astronáutica que decorreu em Jerusalém, Israel, na semana passada.

O porta-voz de Woerner, Franco Bonacina, confirma que “a ideia está em cima da mesa”, conforme declarações divulgadas pelo Libération.

“A expressão ‘Aldeia Lunar’ não quer dizer que vamos construir na Lua uma aldeia com escolas, igrejas, casas. É um conceito que prevê uma participação internacional para fazer missões diversas e variadas na Lua, possivelmente sobre a sua superfície escondida”, refere o representante.

Esta “Aldeia Lunar” não tem sequer, para já, um esboço em papel e o porta-voz do director da ESA frisa que se está na fase de “reunir e de associar ideias” e alerta que “todo o mundo pode contribuir” para este projecto.

“Haverá uma etapa de aldeia robótica. Depois, uma etapa de estação habitada”, explica ainda o líder do Grupo Internacional para a Exploração Lunar, Bernard Foing, também citado pelo jornal francês.

Será, portanto, “um plano progressivo” que vai começar com “missões orbitais” como a da cápsula norte-americana Orion, que tem a colaboração da ESA, e que prevê colocar quatro astronautas em órbita em torno da Lua, entre 2021 e 2023.

Desde que o primeiro homem pôs um pé na Lua, em 1969, no âmbito do programa espacial norte-americano Apollo, apenas por mais uma vez, em 1972, um ser humano voltou a pousar no satélite da Terra.

SV, ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A afirmação “…apenas por mais uma vez, em 1972, um ser humano voltou a pousar no satélite da Terra.” está errada, pois nas missões Apollo 11,12,14,15,16 e 17 o homem esteve na Lua.

    Cumprimentos.

  2. Vão criar um refúgio para os políticos corruptos da UE pois quando isto rebentar não têm lugar por cá, nem a cadeia de Évora suporta tanta gente.

RESPONDER

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …