“Discussão entre marido e mulher”. Afinal, Bolsonaro fica no PSL

Marcelo Camargo / ABr

O Presidente brasileiro afirmou que, “por enquanto”, permanecerá no Partido Social Liberal (PSL), comparando a crise nesta formação política a uma “discussão entre marido e mulher”.

Por enquanto, eu continuo [no PSL]. Não existe crise. É uma discussão entre marido e mulher, de vez em quando acontece. O problema não é meu. O pessoal quer um partido diferente, atuante. O partido está estagnado. Não tem confusão nenhuma”, afirmou o chefe de Estado em Brasília, em declarações a jornalistas brasileiros.

Antes das declarações à imprensa, Jair Bolsonaro reuniu-se no Palácio do Planalto, sede do poder executivo federal, com deputados do PSL. Horas antes, o porta-voz da presidência, Otávio Rêgo Barros, declarou que o Presidente “não pretende deixar o PSL de livre e espontânea vontade”.

Luciano Bivar, líder do PSL, formação política que em 2018 levou Bolsonaro ao poder, afirmou na quarta-feira que o Presidente brasileiro “já está afastado” da formação política, numa aparente rutura entre ambos.

“A fala dele foi terminal, já está afastado. Ele não disse para esquecer o partido? Está esquecido”, frisou Luciano Bívar, acrescentando que só quer “paz”.

A polémica começou quando, na terça-feira, Bolsonaro orientou um seu apoiante a esquecer o PSL, partido de que é militante, acrescentando que Bívar está “queimado”. A situação ocorreu na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília, e ficou registada em vídeo.

Contudo, Bolsonaro disse na quarta-feira que as orientações dadas ao seu apoiante foram no sentido de evitar que se fizesse “campanha antecipada”.

“Falei para o rapaz para ‘esquecer o PSL’. Porquê? Ele é pré-candidato a vereador e, se começar a falar em partido, é campanha antecipada. Foi isso que eu falei para ele”.

Com uma crise a afetar o partido, o PSL convocou uma reunião de cariz urgente para a noite da última terça-feira, com deputados e senadores, para avaliarem o eventual desgaste, segundo a imprensa local.

O PSL está também envolvido em problemas na justiça. O Ministério Público Eleitoral do Estado brasileiro de Minas Gerais acusou, na semana passada, o atual ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, de desvios de recursos do fundo eleitoral de 2018.

Além do ministro do Turismo, outras dez pessoas foram acusadas dos crimes de falsidade ideológica, apropriação indevida eleitoral e associação criminosa.

“Após cerca de oito meses de investigação, o Ministério Público Eleitoral acusou (…) 11 pessoas por envolvimento num esquema de desvio de recursos por meio de ‘candidaturas fantasma’ nas últimas eleições”, segundo o procurador de Justiça Eleitoral Fernando Abreu, citado no site do MP. Todos os acusados estão ligados ao PSL.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, também a campanha eleitoral de Jair Bolsonaro saiu beneficiada com esse desvio de verbas.

As supostas irregularidades nas campanhas dos candidatos ao PSL não afetaram diretamente o chefe de Estado até ao momento, mas levaram à demissão, em fevereiro passado, do então ministro da Secretaria Geral do Governo, Gustavo Bebianno, que presidiu o PSL no ano passado, em plena campanha eleitoral.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Em 33 anos, Amazónia perdeu 72,4 milhões de hectares de floresta. O equivalente ao território do Chile

A floresta amazónica, presente em nove países da América do Sul, perdeu 72,4 milhões de hectares de cobertura vegetal entre 1985 e 2018, uma área equivalente ao território do Chile, segundo dados divulgados na quinta-feira …

Decisão do Reino Unido é "absurda", "errada" e "desapontante"

O chefe da diplomacia portuguesa considerou hoje a decisão do Reino Unido de excluir Portugal dos “corredores de viagem internacionais” como um “absurdo”, “errada” e que causa “muito desapontamento”, trazendo ainda graves consequências económicas e …

"Peixe racista". Estátua da Pequena Sereia novamente vandalizada

A icónica estátua da "Pequena Sereia" em Copenhaga, um dos monumentos mais famosos da Dinamarca, foi novamente vandalizada, ao ter sido pintada com uma frase antirracismo, divulgou hoje a polícia dinamarquesa. “A Pequena Sereia foi vandalizada …

Itália admite segunda vaga e defende restrições a viagens

Itália abriu esta terça-feira fronteiras aos viajantes de países que não integram o espaço europeu de livre circulação Schengen, mas com restrições. O ministro da Saúde de Itália afirmou, esta quinta-feira, não poder afastar uma segunda …

Menos férias e mais dias de aulas para quem não tem exames no próximo ano letivo

O próximo ano letivo vai ter menos dias de férias e mais dias de aulas para os alunos que não tenham exames. Os alunos terão aulas presenciais e aulas à distância. O ministro da Educação, Tiago …

FC Porto revela camisola para a próxima época (e as opiniões dividem-se)

O FC Porto revelou a camisola oficial do clube para a próxima temporada. Pelas redes sociais, as opiniões dividem-se, havendo quem não esteja satisfeito com a mudança. Os adeptos portistas acordaram esta sexta-feira com a imagem …

Veto da Índia ao TikTok pode custar mais de 5 mil milhões de euros à ByteDance

O executivo indiano anunciou o bloqueio de 59 aplicações móveis chinesas, assegurando que as aplicações roubam dados dos utilizadores e partilham informações com o governo chinês. O grupo chinês de tecnologia ByteDance, que desenvolveu o TikTok, …

Covid-19. “Exemplo de Portugal mostra muito claramente como a situação é frágil”

A comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides, considerou que a situação pandémica é ainda "frágil", dando o exemplo da evolução da covid-19 em Portugal para sustentar que é necessário continuarmos vigilantes. “Penso que o exemplo de …

Catarina Martins diz que há neste momento um acordo entre PS e PSD

A líder do BE, Catarina Martins, considerou hoje que "o Orçamento Suplementar não é uma primeira parte do Orçamento do Estado", mas avisou que o que está a acontecer neste momento no país "é um …

Quase 40% dos restaurantes tenciona avançar para insolvência

Quase 40% das empresas de restauração e bebidas e 18% do alojamento turístico tencionam avançar para insolvência. Os números são resultado de um inquérito mensal da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) esta …