Afinal, aprender Inglês desde cedo não é tão positivo como se esperava

-

As crianças que começam a aprender Inglês no primeiro ano da Escola Primária alcançam resultados piores do que aquelas que só começam a estudar a Língua no terceiro ano. Esta é a conclusão de um novo estudo científico realizado na Alemanha.

Investigadores da Universidade Ruhr (RUB), em Bochum, e da Universidade Técnica de Dortmund, ambas na Alemanha, analisaram dados recolhidos num estudo de grande escala, realizado no país entre 2010 e 2014, e concluíram que começar, desde cedo, a aprender uma Língua estrangeira na escola, nomeadamente o Inglês, pode afinal não acarretar tantos resultados positivos como o esperado.

“Começar aulas de Língua estrangeira numa idade prematura é, muitas vezes, muito elogiado, embora quase nenhuma pesquisa suporte este mito“, destaca o investigador Nils Jakel, professor de Língua Inglesa na RUB e um dos autores do estudo, citado no comunicado sobre a investigação divulgado pela sua Universidade.

Foi com essa ideia em mente que os investigadores germânicos analisaram informações de 5.130 estudantes de 31 escolas secundárias, comparando os dados dos que começaram a estudar Inglês na primeira classe, com os daqueles que só iniciaram o ensino da Língua na terceira classe.

Os autores analisaram especialmente a capacidade de escrita e de audição em Inglês nos quinto e sétimo anos, respectivamente, conforme se atesta no artigo científico publicado no jornal Language Learning.

“No quinto ano, as crianças que tiveram as suas primeiras aulas de Inglês muito cedo, na Escola Primária, alcançaram melhores resultados no que respeita a proficiência de leitura e de audição”, concluíram os investigadores.

Mas a realidade mudou no sétimo ano, altura em que “as crianças que só começaram a aprender Inglês a partir da terceira classe, foram melhores”.

“O nosso estudo confirmou resultados de outros países, por exemplo Espanha, que mostram que aulas prematuras de Inglês, com uma ou duas horas por semana, na Escola Primária, não são muito eficazes a alcançar competências linguísticas a longo prazo”, explica Nils Jakel.

Os investigadores vão agora, avaliar resultados alusivos ao nono ano, com o intuito de apurar se o mesmo cenário se confirma ou não.

Nils Jakel acredita que os resultados do estudo reflectem o facto de as aulas serem pouco extensivas. Com “uma maior imersão” no Inglês poderiam alcançar-se “resultados sustentáveis” a longo prazo, sustenta o investigador que, assim, sugere a introdução de mais aulas por semana, a partir da terceira classe.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

André Ventura - Chega

Ventura diz que PSD está "igual" ao PS - e desafia Rio a justificar atraso no interior

O líder do Chega, André Ventura, manifestou-se hoje preocupado com o panorama político à direita, observando que o PSD está “igual” ao PS e acusando ambos os partidos de terem abandonado o interior do país. “Estou …

Sem Cristiano, o que se passa com a Juventus?

Nenhum triunfo em quatro jornadas do campeonato. Não acontecia há 60 anos. E o problema maior não estará no ataque, apesar da saída de Cristiano Ronaldo. Estreia na temporada: 2-2 no terreno da Udinese. Receber o …

Pacto AUKUS. Nova aliança dos EUA na Ásia-Pacífico pode levar a "corrida às armas nucleares"

A nova aliança dos Estados Unidos (EUA) na região da Ásia-Pacífico e a recente compra de submarinos norte-americanos por parte da Austrália pode desencadear uma "corrida às armas nucleares" na região, avisou esta segunda-feira a …

Costa foi omnipresente, agradeceu a regueifa e recarregou a "bazuca" como arma política

António Costa correu oito concelhos do Norte, em missão de campanha eleitoral. A "bazuca" europeia é usada como arma política, assim como a gestão da pandemia. A pandemia era um ponto de inflexão para as eleições …

"Queremos justiça", exigem famílias de vítimas do ataque em Cabul. CIA alertou para a presença de civis

A família das 10 vítimas mortais do ataque com drone dos EUA a um veículo em Cabul exigem que os operadores sejam julgados em tribunal. A CIA terá alertado para a presença de civis segundos …

Rio abre o jogo sobre o futuro do PSD. Não se recandidata se fizer "igual, pior ou muito pouquinho melhor"

Líder social-democrata deu a conhecer o que é, para o próprio, um bom resultado nas próximas autárquicas, recusou-se a falar sobre as movimentações internas no PSD, expôs o papel do partido na votação do OE …

FBI diz ter encontrado corpo em parque natural que "será de Gabby Petito"

Este domingo foi encontrado um corpo no parque nacional de Wyoming, nos Estados Unidos, que corresponde ao da jovem Gabrielle Petito, que se encontrava desaparecida, anunciou a polícia federal norte-americana (FBI). Gabby Petito, de 22 anos, …

Nuno Espírito Santo admite que "muita coisa correu mal", mas não escapa às críticas

O Tottenham saiu derrotado por 3-0 do embate com o Chelsea. Nuno Espírito Santo reconheceu os problemas na equipa, que foi duramente criticada por Roy Keane. O Chelsea manteve-se no comboio dos líderes da Liga inglesa, …

Críticas às novas tabelas da ADSE em várias áreas da Saúde

A nova tabela da ADSE, que entrou em vigor a 01 de setembro, tem enfrentado críticas de vários setores da Saúde, desde dentistas a nutricionistas, principalmente pelos valores atribuídos a alguns atos, exclusões e restrições. A …

Cuba é o primeiro país a vacinar crianças a partir dos dois anos

Depois de um drástico aumento de casos e mortes em crianças, a estratégia de vacinação em Cuba mudou. Com o objetivo de ter mais de 90% dos 11 milhões de habitantes imunizados até Dezembro, as autoridades …