Afinal, ADN herdado dos neandertais também reduz risco de sintomas graves de covid-19

(dr) Joe McNally, National Geographic

Wilma, uma fêmea reconstituída a partir de ADN neandertal

A mesma equipa que, no ano passado, descobriu que um segmento de ADN herdado dos neandertais pode aumentar o risco de contrair covid-19, descobriu agora uma outra variante genética do ancestral humano que contribui para a proteção contra o Sars-Cov-2.

Em comunicado, Hugo Zeberg resume a descoberta afirmando que a herança dos neandertais é como “uma faca de dois gumes”, pelo menos no que diz respeito à nossa resposta ao Sars-CoV-2.

“Os neandertais deram-nos variantes pelas quais nos podemos sentir, ao mesmo tempo, gratos e prejudicados”, disse.

Segundo o Interesting Engeneering, o estudo, realizado por investigadores do Instituto Karolinska, na Suécia, e do Instituto Max Planck de Antropologia Evolutiva, na Alemanha, explicou de que forma a mutação genética reduz o risco de sintomas graves de covid-19 em, aproximadamente, 20%.

Gene Neandertal

Além de fatores de risco, como idade e comorbidades, os genes também contribuem para tornar as pessoas mais ou menos propensas a desenvolverem formas graves da doença. O recente estudo, publicado na PNAS, mostra que certos genes neandertais também podem atuar como uma barreira protetora.

No ano passado, os cientistas descobriram uma forte ligação entre a covid-19 e o material genético neandertal do segmento do cromossoma 3, que torna as pessoas com duas cópias desta variante três vezes mais propensas a sofrer doenças graves.

No novo estudo, a equipa apresentou uma nova descoberta: a de que uma região do cromossoma 12 é importante no sentido contrário do desenvolvimento da infeção.

Os genes dessa região regulam a atividade de uma enzima que ajuda as células a matar genomas de vírus invasores, como o coronavírus, sendo mais eficaz na proteção contra as formas graves de covid-19.

A variante foi transmitida aos humanos atuais graças ao cruzamento entre os neandertais e os humanos modernos há cerca de 60 mil anos. Acredita-se que cerca de metade da população fora de África tenha essa variante do gene.

As novas descobertas podem ajudar a explicar por que certas pessoas sofrem mais severamente com covid-19.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Noiva de Khashoggi pede "punição imediata" de Mohammed bin Salman

As declarações da noiva de Jamal Khashoggi surgem depois de as autoridades norte-americanas terem publicado um relatório em que Mohammed bin Salman é acusado de ter ordenado o assassínio do jornalista. Joe Biden está a ser …

Covax permite que países mais pobres comecem a receber a vacina (mas só garante 20% da vacinação)

A Covax visa fornecer vacinas contra a covid-19 a 20% da população de 200 países e territórios que estão incluídos no sistema através de um sistema de financiamento que permite a 92 economias de baixo …

Reino Unido vacinou 20 milhões com 1.ª dose. País deteta casos de variante de Manaus

O ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, anunciou no domingo que mais de 20 milhões de pessoas no Reino Unido já receberam a primeira dose da vacina contra covid-19. "Estou absolutamente encantado por informar que mais …

Famílias numerosas já podem pedir desconto no IVA da luz

As famílias com cinco ou mais elementos podem pedir a redução do IVA da eletricidade ao seu fornecedor a partir desta segunda-feira e têm de comprovar a sua condição de família numerosa. Em causa está a …

Netflix foi a grande vencedora da noite dos Globos de Ouro

  A 78.ª edição dos Globos de Ouro decorreu de forma virtual, com apresentação de Tina Fey e Amy Poehler e a participação de alguns dos laureados do ano passado. Os Globos de Ouro, prémios de cinema …

Portugal regista mais 34 óbitos e 394 novos casos. O menor número desde setembro

Portugal registou esta segunda-feira 394 novos casos de infeção por covid-19 e mais 34 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Nicolas Sarkozy condenado a três anos de prisão por corrupção

Nicolas Sarkozy foi esta segunda-feira condenado a três anos de prisão por corrupção e tráfico de influências, tornando-se o segundo chefe de Estado condenado em França, após Jacques Chirac em 2011. O ex-Presidente francês foi condenado …

Câmara de Lisboa oferece viagem de táxi a idosos que vão tomar a vacina

Os residentes em Lisboa com mais de 80 anos ou 50 anos e patologias associadas podem deslocar-se gratuitamente de táxi para tomar a vacina contra a covid-19. Os custos da viagem são assumidos pela autarquia …

Liquidez é "abundante" mas "é preciso fazê-la chegar" à economia, diz Centeno

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, indicou que a crise de 2008 e de 2020 não são comparáveis devido à abundância de dinheiro disponível e que há liquidez para travar o impacto económico, mas …

Chega quer telefone e Internet pagos aos trabalhadores do Estado em teletrabalho

O Chega entregou no Parlamento, este domingo, um projeto de resolução no qual recomenda ao Governo que dê "o exemplo" e pague as despesas de telefone e Internet aos trabalhadores do Estado que estão em …