Administradores justificam atrasos nas urgências com falta de recursos e gripe

FEMA

-

A Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH) atribuiu hoje os atrasos no atendimento dos serviços de urgência nas últimas semanas à carência de recursos humanos ou à aproximação de um eventual pico gripal.

“Poderá justificar-se esta situação com uma eventual fusão de serviços de urgência de grandes hospitais que têm como consequência uma menor capacidade de responder depois a um acréscimo pontual de doentes”, disse em declarações à Lusa Marta Temido, presidente da APAH.

De acordo com a presidente da Associação a falta de recursos humanos das equipas “tem de ser avaliada caso a caso”, acrescentando que as causas dos problemas de uns hospitais podem não ser as mesmas de outros.

Marta Temido disse que a reestruturação de serviços de urgência combinada com a aproximação de um eventual pico gripal pode levar a “situações muito complicadas e indesejáveis”, conduzindo “à exasperação dos profissionais – já que ninguém gosta de ter filas de doentes em espera -, mas, sobretudo à preocupação dos utentes que não veem os seus problemas a ser resolvidos com a celeridade que gostariam”.

A presidente da APAH lembrou ainda que, em janeiro, os picos de gripe fazem com que haja “anualmente situações relatadas de grande afluência às urgências e perturbação do normal funcionamento”.

“Infelizmente é uma situação à qual temos vindo a assistir com maior ou menor intensidade anualmente. Também no verão, aquando da onda de calor, também se verificou uma afluência nas urgências”, frisou.

Marta Temido sublinhou que o eventual pico gripal “ainda está para vir” devido à transmissão do vírus.

No início da semana passada, as urgências do Hospital Garcia de Orta, em Almada, registaram um afluxo anormal de pessoas aos seus serviços, mais de 30% acima do normal, assim como as urgências do Hospital de São João, no Porto, e do Hospital das Caldas da Rainha, ambos com um tempo de espera de algumas horas.

De acordo com o Boletim de Vigilância Epidemiológica da Gripe, a atividade gripal em Portugal foi “moderada” na primeira semana deste ano, tendo conduzido a seis casos de admissão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) nos hospitais que reportam informação para a vigilância epidemiológica da gripe.

O Boletim divulgado pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, revela que na primeira semana do ano (entre 30 de dezembro de 2013 e 05 de janeiro deste ano), a proporção de doentes admitidos em UCI foi de 7,2%, “superior ao valor estimado na semana anterior”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

É a quantidade de alimento que determina quem se torna a abelha-rainha

Um novo estudo sugere que é a quantidade de alimento, e não a sua qualidade, como se pensava até agora, que determina quem se torna a abelha-rainha. Quais são os fatores que determinam qual é a …

Em Miami e Nova Iorque, os polícias ajoelharam-se por George Floyd

Em Miami e em Nova Iorque, alguns agentes da autoridade juntaram-se aos manifestantes por breves momentos, para mostrar o seu respeito pela memória de George Floyd. Nos Estados Unidos, os protestos pela morte de George Floyd …

A Nova Zelândia está em cima de uma enorme bolha de lava

A Nova Zelândia situa-se no topo dos restos de uma pluma vulcânica gigante. Este processo é o responsável pela atividade vulcânica e desempenha um papel fundamental no funcionamento do nosso planeta. Nos anos 70, vários cientistas …

Petição busca estatuto de vítima para crianças em contexto de violência doméstica

Uma petição lançada na sexta-feria que reivindica a criação do estatuto de vítima para as crianças que vivem em contexto familiar de violência doméstica já foi assinada por mais de 1300 pessoas, entre elas personalidades …

Assimétrica e flutuante. A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai "nascer" em 48 horas

A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai estar pronta no próximo mês para demonstrar a velocidade e a eficácia de uma técnica de construção que será sete vezes mais rápida e terá …

Anonymous garantem que princesa Diana foi assassinada para abafar caso Epstein

O movimento internacional de ciberativistas Anonymous - ou alguém que alega operar em seu nome - garante que a princesa Diana, que morreu num acidente de viação em agosto de 1997, foi, na verdade, assassinada …

Empresa de mineração pede desculpa por destruir cavernas sagradas aborígenes

A empresa mineira Rio Tinto admitiu que destruiu as cavernas pré-históricas que eram locais de culto para os aborígenes australianos e pediu desculpa. As cavernas de pedra Juukan Gorge 1 e 2 – dois locais de …

Itália exige "respeito": vai abrir fronteiras, mas excluir países que impõem restrições a italianos

Apesar de acredita "no espírito europeu", o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano sublinhou que o país está pronto "para fechar as fronteiras" àqueles que não o respeitem. A Itália vai abrir as suas fronteiras internacionais a …

As Forças Armadas sul-africanas não estavam preparadas para um inimigo invisível

A Força de Defesa Nacional da África do Sul não está preparada para combater uma pandemia silenciosa como a da covid-19. Este "inimigo invisível" veio trazer à tona as fragilidades do país. As Forças Armadas da …

Putin convoca referendo sobre alterações constitucionais para 1 de julho

A aprovação da reforma constitucional permitirá ao atual Presidente da Rússia, Vladimir Putin, cumprir mais dois mandatos suplementares a partir de 2024. Vladimir Putin anunciou a data de 1 de julho para o referendo nacional de …