Adesão da Turquia à UE em risco após bloqueio do Twitter

EUICBG / Flickr

Stefan Fule, responsável comunitário do Alargamento

Stefan Fule, responsável comunitário do Alargamento

A Comissão Europeia lamentou esta sexta-feira a decisão da Turquia de bloquear o acesso às contas do Twitter e disse que essa iniciativa “levanta dúvidas” sobre o “compromisso” da Turquia enquanto candidato à adesão à União Europeia.

O responsável comunitário do Alargamento, Stefan Fule, advertiu em comunicado que o bloqueio da rede social Twitter “levanta graves preocupações e dúvidas sobre o compromisso” de Istambul “com os valores e práticas europeias”.

No comunicado, citado pela agência Efe, lê-se que “a liberdade de expressão, um direito fundamental em qualquer sociedade democrática, inclui o direito a receber e partilhar informação e ideias sem interferências das autoridades” e que os cidadãos “devem eleger livremente o meio pelo qual querem exercer esse direito”.

A Direção de Telecomunicações da Turquia bloqueou na quinta-feira o acesso à rede social Twitter, horas depois de o primeiro-ministro, Recep Tayyip Erdogan, ter prometido num comício eleitoral “erradicar” esta plataforma.

#oTwitterestábloqueadonaTurquia

O bloqueio efetivou-se perto da meia-noite local (22h em Lisboa), comprovou a agência noticiosa espanhola.

A situação foi, segundo a agência Efe, comentada de imediato no Twitter, onde se criou a hashtag (palavra-chave utilizada como identificação de uma situação nas redes sociais, precedida do uso do símbolo #) #TwitterisblockedinTurkey (#oTwitterestábloqueadonaTurquia, no equivalente português).

As vozes de protesto pela decisão do primeiro-ministro chegam um pouco de todo o lado, a começar no antigo parceiro da coligação de Recep Tayyip Erdogan, o Presidente Abdullah Gul, que criticou a decisão precisamente no Twitter.

“Não estou de acordo com o bloqueio das redes sociais”, escreve o chefe de Estado numa mensagem difundida nesta rede social, na qual acrescenta que, “além do mais, já foi demonstrado várias vezes que nem sequer é tecnicamente possível bloquear as plataformas como o Twitter, que são utilizadas em todo o mundo”.

Reações adversas de todos os lados

A vice-presidente da Comissão Europeia e comissária com o pelouro da Agenda Digital, Neelie Kroes, disse que a decisão “é inaceitável e vai contra os valores europeus”, sendo também “o contrário do que a Turquia nos prometeu nas últimas negociações”.

A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) criticou também a decisão turca, considerando que as mais recentes leis de controlo da internet “são devastadoras para a liberdade de expressão e liberdade dos meios de comunicação social e prejudica o direito dos cidadãos se expressarem livremente”.

O representante da OSCE para a Liberdade dos Meios de Comunicação Social, Dunja Mijatovic, afirmou que “o Governo turco devia proteger e fomentar o discurso pluralista, tanto na internet como fora da internet, em vez de o restringir”.

“Chocante” foi a palavra escolhida pelo Governo francês para criticar o bloqueio do Twitter pelo Governo de Ancara: “Esta decisão chocante do Governo turco é contrária às liberdades de expressão e de comunicação que são princípios fundamentais”, disse o porta-voz do Governo francês, Romain Nadal.

“A Turquia devia respeitar os seus compromissos enquanto Estado candidato [à adesão à União Europeia], em particular no domínio das liberdades fundamentais, entre as quais está a liberdade de expressão”, acrescentou o responsável.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

UE em rota de colisão com a Polónia. Em causa estão os crimes de ódio

A relação entre a União Europeia e a Polónia está cada vez mais comprometida. As duas partes têm chocado no que toca à discussão dos crimes de ódio. No seu primeiro discurso sobre o estado de …

Leixões nega ter colocado adeptos na bancada a ver um jogo

Episódio aconteceu numa partida de voleibol em Gondomar. Presidente garante que jovens pertencem aos órgãos sociais do clube, Federação não confirma a identidade à entrada. A Supertaça de voleibol começou, no Grupo B, com o duelo …

Ventura quer ser Sá Carneiro do século XXI e ter juventude partidária

O presidente do Chega vai apresentar-se este fim de semana em Évora para a II Convenção Nacional do partido populista de direita como “o principal continuador em Portugal” de Sá Carneiro, o falecido líder fundador …

Alemanha tem provas materiais de que Maddie está morta

As autoridades alemãs têm provas materiais de que Madeleine McCann está morta, garante o porta-voz da Procuradoria de Braunschweig, Hans Christian Wolters, à RTP. Apenas está por provar o envolvimento de Christian Brueckner no homicídio …

BE quer que direito das grávidas a acompanhante seja respeitado

O Bloco de Esquerda (BE) quer que as normas da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre gravidez e parto no âmbito da covid-19 sejam revistas para que o direito das mulheres grávidas a estarem acompanhadas seja …

Proposta do PCP para passar Novo Banco para esfera pública foi chumbada

A recomendação ao Governo proposta pelo PCP para reverter da venda do Novo Banco, transferindo-o para a esfera pública, foi hoje chumbada no parlamento com os votos contra de PS, PSD, CDS-PP, PAN, Iniciativa Liberal …

Trump ataca voto por correspondência. Resultados podem não ser "determinados de forma precisa"

O Presidente dos EUA, Donald Trump, reforçou na quinta-feira no Twitter os ataques ao voto por correspondência nas eleições de novembro, ao que a rede social reagiu ligando duas das suas mensagens a informação verificada …

Quatro candidatos disputarão sucessão de Santana no Aliança

O novo líder do Aliança, que sucederá ao fundador do partido, Pedro Santana Lopes, vai ser escolhido entre quatro candidatos no próximo congresso nacional, agendado para 26 e 27 de setembro em Torres Vedras. Segundo noticiou esta …

Recomendação do PS para tarifa social de Internet sem oposição (mas partidos querem mais)

A recomendação do PS ao Governo para que crie uma tarifa social de acesso à Internet não mereceu esta quinta-feira oposição de nenhuma bancada, mas foram vários os partidos que defenderam a necessidade de “ir …

Ex-deputado PS acusado de uso abusivo de viaturas da Câmara de Barcelos

O Ministério Público acusou de peculato e abuso de poderes o ex-deputado socialista Domingos Pereira, pela alegada utilização de viaturas do município de Barcelos para deslocações de e para a Assembleia da República. Segundo nota publicada …