Encontrado vulcão em actividade por baixo do glaciar mais vulnerável da Antártida

O glaciar de Pine Island, local mais significativo de perda de gelo na Antártida nos últimos anos, é responsável por cerca de um quarto do volume total de degelo registado no continente.

O glaciar de Pine Island está a “recuar e emagrecer”, diz Simon Gascoin, especialista do Centro Nacional de Estudos Científicos da França. Segundo diversos estudos, nos últimos 28 anos as águas sob o glaciar aqueceram 17 graus. E em fevereiro do ano passado, a Antártida perdeu um iceberg do tamanho de Manhattan, que se separou de Pine Island.

Muitos especialistas em ambiente ligam esta alarmante perda de glaciares ao aquecimento global. No entanto, um artigo publicado na revista Nature Communications no fim de junho aponta para outro factor que contribui para o degelo: o calor vulcânico, semelhante àquele que destrói os glaciares da Islândia.

Os autores do estudo, uma equipa de oceanógrafos e geoquímicos norte-americanos e britânicos, mediram a presença de gases vulcânicos, principalmente helio-3, bem como neon e xenon, na água que rodeia a capa de gelo da Antártida ocidental, da qual o glaciar de Pine Island faz parte.

Brice Loose

Sensor de temperatura próximo do glaciar de Pine Island. Dados são claros: há um vulcão

As amostras, recolhidas em diversos locais, apontam para uma fonte importante de actividade vulcânica vários quilómetros sob a superfície da Antártida. Com base nos dados recolhidos, os cientistas puderam calcular aproximadamente em que local se encontra o vulcão: perto do meridiano 100 oeste, não muito longe de Pine Island.

Estes dados são cruciais para prever o futuro da grande massa de gelo da Antártida, acredita o oceanógrafo norte-americano Brice Loose, citado pelo Science Alert.

“Detectámos helio-3 em quantidades relativamente abundantes na água do glaciar de Pine Island”, diz Loose. “Não estávamos à procura de vulcões. Mas quando encontramos helio-3, é como uma impressão digital do vulcanismo“.

Segundo o cientista, a fonte de calor “está a exercer um efeito desconhecido, sobre  a massa de gelo, porque não sabemos como se distribui este calor debaixo da capa de gelo”.

Prever o ritmo do aumento do nível do mar será fundamental para a ciência nos próximos 100 anos. Estamos a vigiar e modelar estes glaciares”, explica o cientista.

A enorme quantidade de gelo que o glaciar de Pine Island está a perder para o oceano “mede-se em gigatoneladas”, diz o oceanógrafo norte-americano. Mas Brice Loose não duvida de que as mudanças climáticas estejam a causar “a maior parte” da fusão de glaciares registada nos últimos anos.

“O facto de haver um vulcão por baixo de Pine Island não explica a quantidade enorme de gelo que o glaciar está a perder”, diz Loose. “Há décadas de estudos a documentar que o calor das correntes oceânicas está a desestabilizar Pine Island“.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O que tenho eu dito desde sempre aqui? O calor geotérmico é o que está a causar o derretimento do gelo da Antártida!
    È a própria Terra que vai por a nu tudo o que se está lá a passar por baixo daquele gelo todo!
    FULL DISCLOSURE!

RESPONDER

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …

Se recebeu uma chamada da Tunísia, não devolva. É fraude

Clientes de várias operadoras nacionais têm recebido, nas últimas semanas, um "anormal" volume de chamadas internacionais. As operadoras suspeitam de fraude. Segundo o Jornal de Notícias, várias pessoas têm recebido chamadas de u número internacional que …