“Foi uma cena de acidente devastadora”. Helicóptero que matou Kobe Bryant não tinha caixa negra

Andrew Gombert / EPA

Kobe Bryant, estrela da NBA

As circunstâncias do acidente que provocou a morte de Kobe Bryant, da filha do ex-basquetebolista da NBA e de mais quatro pessoas, continuam a ser investigadas. Sabe-se, agora, que o helicóptero onde seguiam as vítimas não estava apetrechado com caixa negra, o que pode complicar as investigações.

Uma eventual falha mecânica ou as difíceis condições de visibilidade no dia do acidente, devido ao intenso nevoeiro, são algumas das teses avançadas para a queda do helicóptero em Calabasas, na Califórnia, no domingo passado.

O New York Times (NYT) refere que não há registo de voz do que aconteceu no instante da queda. “Não havia uma caixa negra e não há uma exigência para haver uma caixa negra” neste helicóptero, salienta em conferência de imprensa Jennifer Homendy, membro do National Transportation Safety Board (NTSB), o Conselho Nacional de Segurança nos Transportes dos EUA.

Mas o piloto usou um iPad com a aplicação ForeFlight que permite rever planos de voo e monitorizar informações meteorológicas, entre outras funcionalidades, que está a ser analisado pelos investigadores, bem como outros vestígios recolhidos no local do acidente.

“Foi uma cena de acidente bastante devastadora”, salienta Jennifer Homendy, realçando que foram encontrados vestígios a uma distância de mais de 150 metros do centro dos destroços.

Na altura da queda, sentia-se um nevoeiro muito denso na zona, de tal forma que o Departamento de Polícia de Los Angeles tinha aterrado os seus helicópteros devido às más condições meteorológicas. Contudo, o piloto do helicóptero que transportava Kobe Bryant obteve uma autorização especial dos controladores de tráfego aéreo para poder manter-se na rota e continuar o voo.

Olhamos para homem, máquina e meio ambiente, e o tempo é apenas uma pequena porção disso tudo”, explica Jennifer Homendy sobre a investigação ao acidente, frisando que serão também analisados os registos da actividade do piloto, da companhia para a qual trabalhava e do helicóptero e dos seus instrumentos.

A viagem tinha como destino a Academia Mamba de Kobe Bryant em Thousand Oaks, onde a filha Gianna, de apenas 13 anos, devia fazer um treino de basquetebol.

O NYT refere que o helicóptero perdeu o contacto com os controladores aéreos por volta das 09:45 horas da manhã e que, dois minutos depois, testemunhas alertaram as autoridades para um incêndio na colina e um som estridente. Nessa altura, já o helicóptero se tinha despenhado, vitimando Kobe Bryant, de 41 anos, a filha de 13 anos e mais quatro pessoas.

O NYT refere que o piloto do helicóptero, Ara Zobayan, aprendeu a pilotar em 1998 e que não tem registo de acidentes, segundo a Administração Federal de Aviação. É descrito como um “operador meticuloso e experiente” e “super-cauteloso, super-inteligente” por fontes ouvidas pelo jornal.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Responder a rahul Cancelar resposta

Em pânico, os norte-americanos estão a comprar pintainhos para lidar com a pandemia

Todo o mundo está a ser afetado pela pandemia de covid-19, tendo os norte-americanos, inicialmente, corrido aos supermercados para comprar o máximo de papel higiénico possível. Porém, agora, o produto é outro. De acordo com o …

20 anos depois, aldeias no Peru ainda sofrem com derrame de mercúrio

Em junho de 2000, um camião derramou mercúrio, da mina de ouro Yanacocha, a maior da América Latina, em três aldeias do Peru. 20 anos depois, os moradores ainda sofrem as consequências deste acidente. Quando Francisca …

Caso BPP. Ex-banqueiro João Rendeiro acusado de nova burla

O Ministério Público (MP) acusou o ex-presidente e fundador do BPP, João Rendeiro, de mais um crime de burla qualificada no caso BPP, segundo avança o Correio da Manhã. A acusação relaciona-se, de acordo com o …

EUA "confiscam" na Tailândia 200 mil máscaras que iam para a Alemanha

A polícia de Berlim, na Alemanha, encomendou 200 mil máscaras cirúrgicas a uma empresa americana. Porém, foram "confiscadas" em Banguecoque, na Tailândia, e desviadas para os Estados Unidos. O ministro do Interior de Berlim considerou o …

Valência chega a acordo com Diogo Leite. Saída do FC Porto estará quase consumada

O Valência tem 20 milhões de euros para oferecer ao FC Porto em troca do defesa-central Diogo Leite, com quem já terá chegado a acordo. De acordo com o jornal desportivo A Bola, Diogo Leite já …

Jornais espanhóis fazem boicote às "conferências-farsas" do Governo

Os jornais espanhóis, como o Libertad Digital, o El Mundo, o ABC e o Vozpópuli, estão a boicotar as conferências de imprensa do governo de Espanha, acusando-o de filtrar as perguntas dos meios de comunicação. Tudo começou …

Número diário de óbitos desce em Espanha. Mais um campo de refugiados grego em quarentena

Em Espanha, o número diário de óbitos por infeção de covid-19 tem mantido uma tendência de subida. Já na Alemanha, há menos casos, mas mais mortes. Espanha continua a manter a tendência de descida do número …

Trump diz que o pior está para vir (mas admite aliviar restrições para ir à missa na Páscoa)

Este sábado, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, admitiu que o pior ainda está para vir e que ainda “vai haver muitas mortes". Depois, disse que está a pensar aliviar as restrições para permitir …

Covid-19. Mais 754 casos de infeção e 29 mortes em Portugal

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Deral da Saúde (DGS) este domingo, há 11.278 infetados por covid-19 em Portugal e 295 óbitos. O número de infetados por covid-19 subiu, este domingo, para um total …

Inspetores do SEF suspeitos de assassinar ucraniano foram identificados em carta anónima

Os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) suspeitos de assassinar um ucraniano no aeroporto de Lisboa foram identificados numa carta anónima enviada à Polícia Judiciária (PJ). De acordo com o semanário Expresso, a …