A tecnologia ressuscitou o “plágio” de escritores medievais

Os trabalhos de autores medievais foram “ressuscitados” com a tecnologia do século XXI numa inesperada colaboração na Universidade de St Andrews, na Escócia.

Um arquivo das obras de autores ingleses medievais, que revelava uma visão internacional inesperada dos escritores, havia caído em desuso. Criada na década de 1990, a perda da base de dados inovadora Fontes Anglo-Saxonici, em 2018, tornou virtualmente impossível voltar a rastrear os empréstimos precisos dentro do património literário medieval das Ilhas Britânicas.

No entanto, num projeto multidisciplinar que envolveu investigadores da Idade Média, cientistas da computação e entusiastas daquele período histórico, é novamente possível cruzar as referências de autores medievais com as suas contrapartes globais, de quem muitas vezes “emprestaram” longas passagens em tempos pré-plágio. 



Graças ao estudante de mestrado Bryan Yick, que tem interesses interdisciplinares em Ciência da Computação e História, o banco de dados foi redesenhado e republicado e, esperançosamente, será expandido e potencialmente revelará ainda mais sobre esta época histórica.

“Às vezes, é esquecido que os tempos antigos estavam tão interligados e internacionalmente organizados, não apenas a Idade Média, mas também os tempos pré-históricos. A humanidade sempre se voltou para o exterior e estava interessada em inovar a partir de influências externas, em aprender coisas novas de outros lugares”, disse Christine Rauer, da School of English, em comunicado divulgado pelo Phys.

“Portanto, parece particularmente adequado que tenha sido graças à tecnologia mais atualizada que conseguimos ressuscitar este repositório inestimável de literatura medieval para a posteridade futura. O nosso projeto apresenta todas as evidências que mostram que a literatura do início da Idade Média é uma mistura fascinante de todos os tipos de tradições, nacionais e internacionais”, continuou.

É sabido que os autores ingleses medievais tinham uma visão internacional ao compilar as suas listas de leitura, mas as evidências precisas só foram colhidas sistematicamente na década de 1990.

O projeto Fontes Anglo-Saxonici original decorreu de 1984 a 2007 e incluía professores de várias universidades britânicas e irlandesas. O projeto criou um banco de dados na Internet disponível ao público, que vinculava cerca de 1.100 textos ingleses medievais (escritos em inglês antigo e latim) a cerca de 1.000 textos originais (escritos em inglês antigo e latim) da Inglaterra, Europa, Médio Oriente e Norte da África.

Na época anterior ao copyright, os primeiros escritores medievais citavam os seus textos originais, permitindo aos cientistas rastrear essas citações “emprestadas” e descobrir o que liam e em que textos estavam interessados.

O banco de dados deixou de funcionar por motivos técnicos e teve de ser retirado pela Oxford em 2018 porque constituía um risco de segurança devido ao software obsoleto com o qual foi produzido, para o desespero de estudiosos em todo o mundo.

Em tempos de pandemia, Rauer conseguiu recrutar a experiência técnica de Bryan Yick e o seu supervisor de projeto Mark-Jan Nederhof para ajudar. Os três investigadores trabalharam remotamente em três países diferentes para concluir o projeto com sucesso.

“O projeto também mostra que a Universidade de St Andrews conseguiu reunir especialistas de diferentes disciplinas académicas, diferentes países e, especialmente, diferentes gerações para construir algo que é altamente técnico e complexo, mas útil e fácil de usar para académicos de todo o mundo”, rematou Rauer.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Lisboa alarga horários de vacinação para atingir as 65 mil pessoas por semana

Já a partir da próxima segunda-feira, os centros de vacinação em Lisboa vão ter horário acrescido. O objetivo é aumentar o número de doses de vacinas administradas por semana para cerca de 65 mil. A partir …

PS diz que portugueses não esquecem que Passos cortou a dobrar no SNS

Pedro Passos Coelho acusou a esquerda de "desqualificar" o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a deputada socialista Sónia Fertuzinhos respondeu que os portugueses não esquecem que o Governo PSD/CDS cortou o dobro no SNS …

Escassez de matérias-primas deverá aumentar preço dos alimentos entre 5% e 10%

As matérias-primas agrícolas sobem com a conjugação do maior consumo e menor oferta por força das más colheitas em países como o Brasil e França, atingidos pelo mau tempo. Desta forma, prevê-se que, nos …

Portugal é o país da União Europeia com mais confiança nas vacinas

Portugal é o país da União Europeia (UE) onde a população tem mais confiança nas vacinas contra a covid-19, com 95% dos inquiridos a considerarem as vacinas seguras, segundo um Eurobarómetro publicado esta quinta-feira pela …

Estas são as dez profissões mais bem pagas em Portugal

O ManpowerGroup fez o levantamento das das dez profissões mais bem pagas do país. Esses profissionais recebem até 150 mil euros por ano. Com base no levantamento das dez profissões mais bem pagas do país, fornecido …

Nave espacial chinesa com três astronautas acopla na nova estação espacial

A nave espacial chinesa que partiu ao início do dia de hoje com uma tripulação de três pessoas já acoplou na nova estação espacial da China, para uma missão de três meses, noticia a imprensa …

Vagas só vão aumentar nos cursos com notas mais altas

Para já, apenas os cursos procurados pelos alunos com médias mais elevadas vão poder aumentar o número de vagas disponíveis no concurso nacional de acesso deste ano. De acordo com o jornal Público, o Governo afastou, …

Novo Banco. "O que a Caixa deseja é que este processo acabe"

O presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos (CGD) disse, esta quarta-feira, no Parlamento, que o desejo do banco público é que o processo relativo ao financiamento ao Novo Banco acabe. "O que, pessoalmente, a Caixa …

Boris Johnson diz que ministro da Saúde “não tem salvação possível” em mensagens reveladas por ex-assessor

Boris Johnson terá enviado mensagens escritas a um dos seus principais assessores, Dominic Cummings, onde descrevia o ministro da saúde como “sem porra de salvação possível”. Esta quarta-feira, as fotografias das mensagens trocadas entre Johnson e …

Portugal tem o dobro dos casos de covid-19 que existiam há um ano

O número de casos de covid-19 ativos em Portugal neste momento é mais do dobro do que há um ano atrás. A média diária de novos casos é quase o triplo. Apesar de 42% da população …