86 suspeitos de corrupção na Força Aérea vão a julgamento

Força Aérea Portuguesa / Facebook

Aeronaves EH-101 Merlin e C-295M da Força Aérea Portuguesa

O Ministério Público requereu o julgamento dos 86 suspeitos de corrupção nas messes da Força Aérea pelos crimes de associação criminosa, corrupção ativa e passiva agravadas, falsidade informática e falsificação de documentos, anunciou esta segunda-feira a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa.

Os 86 arguidos da Operação Zeus, 40 dos quais militares e 46 empresários, empresas e trabalhadores, estão indiciados por envolvimento num esquema de sobrefaturação de bens e matérias-primas para a confeção de refeições nas messes da Força Aérea e Hospital das Forças Armadas.

“No essencial, está fortemente indiciado que, pelo menos, desde o ano de 2011, os oficiais da Direção de Abastecimento e Transportes decidiram, de forma concertada e aproveitando-se da própria estrutura hierárquica militar, obter proveitos indevidos“, sublinha um comunicado da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

Assim, “estes elementos passaram a solicitar a todas as unidades militares a entrega de quantias em dinheiro a favor dos elementos” da Direção de Abastecimento e Transportes (DAT) da Força Aérea Portuguesa, salienta a PGDL.

“Tal implicava que os elementos que trabalhavam nas messes obtivessem quantias em dinheiro, em violação dos deveres e dos procedimentos legais, quantias provenientes da sobrefaturação e de eventos que eram organizados nas messes, dos quais retiravam indevidamente quantias em numerário. Em troca a DAT não efetuava controlos e verificações nas messes”, sublinha.

Segundo o Ministério Público, esta conduta abrangeu diversas messes dispersas pelo país.

A conduta indiciada representou uma sobrefaturação em montante não apurado, mas significativamente superior a 2,5 milhões de euros, acrescenta.

11 arguidos em prisão preventiva

O MP requereu a aplicação da pena acessória de proibição do exercício de funções públicas e penas acessórias para as empresas e a declaração de perda a favor do Estado das vantagens ilícitas provenientes dos crimes imputados.

Onze arguidos estão sujeitos à medida de coação de prisão preventiva, sete à medida de obrigação de permanência na habitação, quatro sujeitos à proibição de aceder a instituições militares e de contactar por qualquer meio com militares e os demais sujeitos a termo de identidade e residência.

Na primeira fase da Operação Zeus, em novembro de 2016, foram detidos cinco homens por corrupção ativa e passiva para ato ilícito e falsificação de documentos.

Na segunda fase da operação, participaram 130 elementos da PJ e dez procuradores do Ministério Público, tendo sido realizadas 36 buscas nas áreas dos distritos de Lisboa, Porto, Santarém, Setúbal, Évora e Faro, das quais 31 domiciliárias e cinco não domiciliárias.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. É triste, muito triste. Uma pena que uma Organização que todas as semanas salva vidas, e se mantém preparada para pugnar pelos interesses do país mesmo correndo riscos mortais, se veja envolvida em questões deste calibre. O que se pode dizer é que são 40 manchados em cerca de 7000 brilhantes.
    Mas mesmo assim são 40 a mais…Quanto às messes, que avance a primeira organização militar onde historicamente nunca houve golpes destes…e mesmo outras organizações também não hão-de estar isentas…ou na comida, ou nos combustíveis, ou nos carros…
    Mas enquadra-se no espirito da época, com offshores, BPNs, BESes, jogatanas futebolo-financeiras etc etc etc

  2. E , É só na força Aérea? e no exercito. Há 40 anos, em Cabo Verde, já isso era praticado, e nas oficinas de M. de Engenharia?

RESPONDER

17 de junho: Dois anos depois do "holocausto" que assolou Portugal

O incêndio que deflagrou há dois anos em Pedrógão Grande e que alastrou a concelhos vizinhos provocou a morte de 66 pessoas e 253 feridos, sete dos quais graves, e destruiu cerca de meio milhar …

Bilhetes de avião podem ficar 10% mais caros devido a novo imposto

Um novo imposto sobre as emissões de dióxido de carbono na aviação pode fazer com que os bilhetes fiquem 10% mais caros. A subida rondaria os 24 euros no preço médio das viagens. Os bilhetes de …

CEO do BCP defende taxa sobre transações financeiras para pagar Novo Banco

O CEO do Millennium BCP, Miguel Maya, defendeu a criação de taxas sobre transações financeiras sobre contribuintes portugueses como uma alternativa ao mecanismo de capital contingente para pagar o Novo Banco. Entre as contribuições para o …

Totti deixa Roma. "Chegou o dia que eu esperava que nunca chegasse"

O diretor técnico da Roma anunciou que vai deixar o cargo, por as suas opiniões não terem sido consideradas na escolha do novo treinador da equipa de futebol, o português Paulo Fonseca. "Chegou o dia que …

Bruges limita turismo "para não se tornar uma Disneylândia"

Burges, na Bélgica, é a mais recente cidade europeia a impor limites ao turismo para que "não se torne a Disneylândia". Dirk De Fauw, presidente da câmara local, anunciou em declarações ao jornal Het Nieuwsblad que …

Hospital Santa Maria abre inquérito a morte de Ruben Carvalho

A administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte decidiu abrir um processo de inquérito na sequência de notícias sobre eventual negligência hospitalar no internamento do histórico dirigente do PCP. Fonte oficial do Centro Hospitalar, que integra o …

Nós, Cidadãos! convida Aliança para coligação. Partido de Santana ainda está "a examinar"

O partido Nós, Cidadãos! desafiou a Aliança para uma coligação eleitoral “ao centro”, mas fonte oficial da força política liderada por Santana Lopes esclareceu que ainda está “a examinar”. O presidente do Nós, Cidadãos!, Mendo Castro Henriques, confirmou à …

Benfica desmente negociações com Atlético de Madrid por João Félix

O Benfica desmentiu, em nota divulgada esta segunda-feira, todas as notícias que dão conta de uma transferência iminente de João Félix para o Atlético de Madrid. João Félix tem feito capa em vários jornais espanhóis, que insistem …

Não havia tantos pré-avisos de greve desde o tempo da troika

Nas próximas semanas, são poucos os dias úteis que não têm pelo menos uma greve. Se o ritmo se mantiver, este será o ano da legislatura com mais pré-avisos. Dos hospitais aos tribunais, passando pelos transportes …

“Maré vermelha” interdita banhos em várias praias do Algarve

As praias entre a Ilha do Farol e Vilamoura, no Algarve, estão interditadas a banhos devido a uma concentração de uma alga marinha que pode ser perigosa para a saúde. As praias algarvias entre a Ilha …