70.500 enfermeiros chamados às urnas. Ana Rita Cavaco recandidata-se ao cargo de bastonária

Mário Cruz / Lusa

Ana Rita Cavaco, Bastonária da Ordem dos Enfermeiros

Mais de 70.500 enfermeiros são chamados a votar para escolher os representantes da sua ordem profissional, havendo quatro listas candidatas, mas apenas duas com elementos candidatos a bastonários.

Segundo os cadernos eleitorais publicados no site da Ordem dos Enfermeiros, há quatro listas que apresentam candidaturas, duas com candidaturas a bastonários e às várias secções regionais, enquanto outras duas são apenas dirigidas a órgãos regionais, uma da Região Autónoma dos Açores e outra da Madeira.

A atual bastonária, Ana Rita Cavaco, recandidata-se ao cargo, encabeçando a lista A, com o lema “Orgulhosamente com os Enfermeiros”.

A lista de Ana Rita Cavaco propõe no seu programa a implementação do internato de especialidade em enfermagem (à semelhança do que acontece com os médicos) e a definição de competências acrescidas em novas áreas de enfermagem, como a forense, oncologia ou do desporto. Na lista de propostas surge ainda a criação do museu de enfermagem e de um gabinete de apoio aos enfermeiros.

Pela lista B, com o lema “Enfermagem – A Causa Maior”, surge como candidato a bastonário o enfermeiro Belmiro Pereira Rocha. Entre as propostas da lista B estão um plano estratégico que determine as necessidades de enfermeiros das diversas categorias ou a promoção do “reconhecimento social dos enfermeiros”.

A lista de Belmiro Pereira Rocha propõe-se ainda a criar um fundo de apoio solidário aos membros da Ordem em situação de “comprovada vulnerabilidade”.

Disputam ainda as eleições as listas C e E, com candidatos, respetivamente, aos órgãos regionais da Madeira e dos Açores.

Além das quatro listas, uma outra viu-se excluída na candidatura que apresentou aos órgãos nacionais e regionais, anunciando que pretendia impugnar o ato eleitoral. A lista excluída – “Dignificar a Ordem, Valorizar os Enfermeiros – rejeita os argumentos apresentados pela comissão eleitoral, considerando que se trata de “uma decisão ilegal e atentatória dos direitos dos membros da Lista e altamente lesiva dos interesses dos enfermeiros portugueses”.

A lista em causa considera lamentável a rejeição de todas as candidaturas que apresentou (aos órgãos nacionais e regionais – centro, norte e sul) e diz que revela “de forma gritante a necessidade de mudança dos órgãos sociais da Ordem dos Enfermeiros”.

Um dos argumentos da comissão eleitoral tem a ver com desconformidades em relação à lei da paridade entre homens e mulheres. Entretanto, também a lista B, liderada por Belmiro Rocha, anunciou que apresentou uma ação no Tribunal Administrativo de Lisboa para impugnar as decisões da Comissão Eleitoral, considerando que “violam a lei”.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Iniciativa Liberal pede audição urgente de Costa e Silva

O deputado único João Cotrim Figueiredo solicitou, na quarta-feira, com caráter de urgência, uma audição de António Costa Silva, defendendo que cabe aos partidos “questionar previamente” o conselheiro sobre o plano de recuperação económica. A Iniciativa …

"O vírus não existe". Em Itália, os "coletes laranja" exigem a queda do Governo (e que o país saia da UE)

Inspirados nos Coletes Amarelos franceses, nasceram os "coletes laranjas" em Itália, um movimento de contestação contra o Governo que acredita que "o vírus não existe". Apesar de ainda não ser um movimento muito grande, há já …

Época balnear arranca no sábado, mas começa mais tarde no Norte

A época balnear arranca no próximo sábado, 6 de junho, mas não em todo o país. No Norte de Portugal só começa a 27 de junho. Segundo o despacho publicado esta quinta-feira em Diário da República, …

Um terço das empresas de restauração não reabriu

Cerca de um terço das empresas de restauração não retomou a atividade e quase metade tem registado uma faturação média inferior a 10%, revelou a associação representativa do setor. A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares …

Ministério Público alemão assume que Maddie McCann está morta

O procuradores do Ministério Público alemão acreditam que Madeleine McCann foi assassinada. O investigador Christian Hoppe, do Bundeskriminalamt, revelou que a criança pode ter sido alvejada quando o suspeito assaltava o apartamento da família. O procuradores do …

Nadadores-salvadores devem privilegiar salvamento "sem entrar na água"

A Federação Portuguesa de Nadadores-Salvadores divulgou hoje alguns dos procedimentos que os vigilantes devem adotar na época balnear face à pandemia, como privilegiar o salvamento “sem entrar na água” ou abordar o náufrago pelas costas. “Ainda …

Confederação do Turismo propõe Lay-off simplificado, banco de horas e horário concentrado

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) propôs ao Governo 99 medidas para mitigar as consequências "gigantescas" que a pandemia está a ter no sector, apontando um cenário de "eclipse total e asfixia". Segundo noticiou esta …

Coreia do Norte ameaça romper acordo militar com Seul

A Coreia do Norte ameaçou hoje romper o acordo militar com a Coreia do Sul e fechar o gabinete de ligação transfronteiriça, se Seul não impedir que ativistas continuem a enviar panfletos através da fronteira. A …

Moratórias no crédito prolongadas até 31 de março de 2021

O Governo decidiu estender a moratória nos empréstimos dos bancos às famílias e empresas afetadas pela crise. As prestações e juros só voltarão a ser pagos depois de 31 de março de 2021, apurou o …

Santana Lopes deixou funções executivas no Aliança. Mas não "deserta"

O fundador do partido Aliança deixou, recentemente, as suas funções executivas por "motivos profissionais", mas promete "não desertar", "muito menos em alturas difíceis". No passado dia 15 de maio, Pedro Santana Lopes pediu a suspensão das …