Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

natallia_rak / Flickr

Protesto em Minsk, na Bielorrússia

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país.

“O prazo para cumprir as exigências do ultimato popular expirou. Hoje começa a greve popular, o novo passo dos bielorrussos rumo à liberdade, ao fim da violência e a novas eleições”, anunciou Svetlana Tikhanovskaya na sua conta do Telegram.

O prazo do ultimato dado pela oposição ao Presidente da Bielorrússia para este se demitir, libertar todos os presos políticos e travar a repressão policial terminou no domingo à noite, mas Alexander Lukashenko ignorou todas as exigências.

Ontem, o regime impôs a já habitual repressão policial nas manifestações, detendo mais de 500 pessoas, segundo o Ministério do Interior, pelo que a líder da oposição anunciou o início de uma greve nacional a partir de hoje de manhã.

Svetlana Tikhanovskaya, que foi a principal rival de Lukashenko nas eleições presidenciais de 9 de agosto, disse que os bielorrussos sabem que o objetivo desta segunda-feira é mostrar que “ninguém vai trabalhar para o regime”.

Funcionários de fábricas e empresas estatais, professores e alunos estão nas ruas a protestar desde a primeira hora do dia, garantiu.

A porta-voz do Governo, Alexandra Isáeva, afirmou, no entanto, numa mensagem divulgada no Facebook, que “todas as empresas do setor real da economia estão a funcionar normalmente” e que “as produções não pararam, como alguns canais do Telegram quiseram fazer acreditar”.

De acordo com o jornal independente Tut.by, é possível ver pequenos grupos de grevistas em frente a algumas fábricas, como a Belkommunmash, a Grodno Azot, a Belarusian Automotive Factory, a companhia telefónica MTS ou a Tractor Factory.

Estudantes de várias universidades também saíram à rua em apoio à greve, tendo-se reunido sobretudo em frente à Universidade Estatal da Bielorrússia, à Universidade Estatal de Linguística de Minsk e à Universidade Técnica Nacional da Bielorrússia.

Os manifestantes formaram correntes em várias ruas da capital, empunhando cartazes e bandeiras vermelhas e brancas, um símbolo da oposição bielorrussa.

A polícia iniciou imediatamente as detenções dos manifestantes, segundo denunciou a organização bielorrussa de direitos humanos Vesná no Telegram, referindo registar pelo menos 106 detidos, a grande maioria em Minsk e Grodno, embora também haja detenções em Brest, Lida e Novopoltsk.

A oposição bielorrussa exige a saída de Lukashenko desde as contestadas eleições presidenciais, que atribuíram ao líder bielorrusso, no poder há 26 anos, um sexto mandato.

As forças opositoras consideraram as eleições fraudulentas e desde então centenas de milhares de bielorrussos têm saído às ruas em protesto, manifestações essas que têm sido marcadas por uma forte e violenta repressão pelas forças de segurança da Bielorrússia.

Em meados de outubro, os chefes da diplomacia da União Europeia acordaram em avançar com sanções contra o Presidente. Esta decisão surge depois de um primeiro pacote de medidas restritivas – incluindo limitações à circulação ou congelamento de bens e contas – que abrangeu cerca de 40 personalidades ligadas ao regime bielorrusso.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Falta de transparência". Sindicato acusa Ryanair de violar Código do Trabalho com despedimento coletivo no Porto

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) acusou a Ryanair de violar o Código do Trabalho, ao iniciar um despedimento coletivo na base do Porto enquanto promove cursos de formação para …

Supremo arrasa MP no e-toupeira. Espião do Benfica safa-se de quase todos os crimes

O Supremo Tribunal de Justiça deixou cair a maioria dos crimes no que se refere ao funcionário judicial do Tribunal de Guimarães Júlio Loureiro, conhecido como o espião do Benfica no caso e-toupeira, deixando reparos …

Espanha, França e Bélgica com descida de casos. Itália limita Natal e Madrid cancela festas de Ano Novo

Madrid, assim como Paris e Bruxelas, têm boas notícias - mas não o suficiente para suavizar medidas. Já em Itália há restrições adicionais e a cidade de Londres também considera também passar ao nível três, …

UE dá exemplo de Portugal para defender salário mínimo europeu

O comissário europeu do Emprego, Nicolas Schmit, diz esperar um acordo ou pelo menos "bastante progresso" sobre a proposta comunitária para garantir salários mínimos adequados em todos os Estados-membros da União Europeia (UE) e dá …

Na primeira fase, será possível administrar 400 mil doses de vacinas “numa semana a dez dias”. Segunda ronda pode ser crítica

Os especialistas já fazem previsões. Se por um lado a primeira fase da vacinação contra a covid-19 se adivinha rápida, a segunda será poderá ser muito complicada. Os representantes dos profissionais dos centros de saúde - …

Bruxelas conclui que Zona Franca da Madeira violou regras e quer devolução das "ajudas indevidas"

A Comissão Europeia (CE) conclui que o regime da Zona Franca da Madeira (ZFM) desrespeitou as regras de ajudas estatais, pois abrangeu empresas que não contribuíram para o desenvolvimento da região, pelo que Portugal deve …

Chuva de críticas ao plano nacional de vacinação: "É vasto em imprecisões e impreparações"

Francisco Rodrigues dos Santos considerou que "faltou planeamento" no plano de vacinação português e observou que "basta comparar" com aqueles anunciados "na Alemanha, no Reino Unido ou em Espanha para perceber que há diferenças abismais". O …

O corpo ideal? O mistério das enigmáticas figuras pré-históricas de Vénus pode ter sido resolvido

Um dos primeiros exemplos mundiais de arte, as enigmáticas estatuetas de "Vénus" esculpidas há cerca de 30 mil anos, intrigaram os cientistas durante quase dois séculos. Agora, o mistério das estranhas figuras pode ter sido …

Nova geringonça à vista? Rui Rio mostra-se disposto a governar mesmo sem vencer eleições

São muitos os sinais que tem dado. Rui Rio está disponível para liderar uma futura maioria de direita se esta vier a surgir no quadro de futuras eleições legislativas - mesmo que o PSD seja …

Cientistas encontram nova criatura gelatinosa no fundo do mar (mas podem nunca mais voltar a vê-la)

Uma equipa de investigadores da Administração Nacional de Pesca Oceânica e Atmosférica (NOAA) revelou que descobriu Duobrachium sparksae, uma nova espécie de ctenóforo - ou águas-vivas-de-pente. A descoberta foi feita remotamente usando imagens de vídeo de …