Bastam 20 segundos para saber quão devastador um terramoto vai ser

Massimo Percossi / EPA

Depois de terem analisado bases de dados de terramotos ocorridos desde o início dos anos 90, uma equipa de cientistas descobriu um possível momento decisivo em que um evento pode ser sinalizado como um terramoto de magnitude 7 ou maior.

Este momento decisivo foi detetado a partir de dados GPS sobre a taxa dos picos de aceleração do deslocamento do solo e pode indicar um evento de grande escala ou até menor. O GPS capta um sinal inicial do momento da deslocação do solo, quase como se fosse um sismógrafo, e deteta os primeiros momentos de um terramoto.

Estas informações podem aumentar o valor dos sistemas de alerta precoce de terramotos, disse Diego Melgar, professor do Departamento de Ciências da Terra da Universidade de Oregon, nos Estados Unidos.

As análises dos terramotos da base de dados detetaram um momento no qual um terramoto recém-iniciado transita para um estado em que as propriedades mecânicas apontam para a sua magnitude. Os cientistas foram ainda capazes de identificar tendências semelhantes em bancos de dados europeus e chineses. O artigo científico foi publicado na Science Advances.

Os bancos contém dados de mais de 3.000 terramotos e, de acordo com o Phys.org, indicadores consistentes de aceleração do deslocamento do solo, que foram detetados durante 10 a 20 segundos do evento, foram observados na análise de 12 grandes terramotos ocorridos entre 2003 e 2016.

Existem alguns monitores GPS ao longo de muitas falhas terrestres, mas o seu uso não é comum quando se trata de avaliar o perigo do evento em tempo real. Os dados de GPS revelam o movimento inicial em centímetros, explicar Melgar.

O cientista revela que as estações GPS ao longo da costa do Oregon e de Washington são úteis, mas, no exato momento em que um terramoto se desenvolve, as informações demorariam a chegar às estações costeiras. “Este atraso teria impacto na hora de emitir um alerta. As pessoas que vivem na costa não receberiam nenhum aviso por estarem numa ‘zona cega'”, constatou.

O atraso só conseguiria ser evitado com a presença de sensores no fundo do mar, que pudessem registar o comportamento inicial de aceleração. Ter estes sensores e poder controlar os dados em tempo real pode ser uma mais valia e fortalecer a precisão dos sistemas de alerta antecipado.

O Japão, por exemplo, já está a começar a implantar cabos de fibra ótica ao longo de toda a sua costa com o intuito de melhorar as capacidades de alerta antecipado. No entanto, esta melhoria é um trabalho de elevado custo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Nova aplicação deteta insuficiência cardíaca através da voz

Foi desenvolvida uma nova aplicação para smartphones que prevê a insuficiência cardíaca através da voz. A tecnologia baseia-se num dos sintomas mais comuns: a falta de ar. O sintoma mais comum da insuficiência cardíaca é a …

Atividade física ajuda a prevenir a perda de visão

Uma nova investigação sugere que o exercício físico pode ser um componente-chave na prevenção da perda de visão. Os benefícios da atividade física são cada vez mais conhecidos, mas há alguns que devem ser tidos em …

Dubai vai construir uma cidade marciana no deserto

O Dubai tem em mãos um projeto ambicioso: a construção de uma cidade marciana. O projeto foi apresentado por uma empresa sediada em Copenhaga e Nova Iorque e é uma parte do plano dos Emirados …

Coreia do Norte voltou a rejeitar negociações com os Estados Unidos

A Coreia do Norte disse, esta terça-feira, que não tenciona retomar o diálogo com os Estados Unidos, quando o vice-secretário de Estado norte-americano, Stephen Biegun, chegou à Coreia do Sul para discutir diplomacia nuclear. Num comunicado …

Construiu uma cadeira de rodas com bicicletas elétricas para a namorada. Agora, vai produzi-la em massa

Para Zack Nelson, construir esta  peça inovadora de engenharia foi "super divertido e surpreendentemente simples". Há cerca de um ano, Zack Nelson, o youtuber de tecnologia do canal JerryRigEverything, uniu duas bicicletas elétricas para criar uma …

A reeleição de Trump nunca esteve tão ameaçada. A culpa é do pessimismo dos americanos

A gestão do Presidente norte-americano face à pandemia e a perspetiva de uma crise económica ameaçam a reeleição de Donald Trump. Um estudo de opinião da Fundação Peter G Peterson para o The Financial Times indica …

Ministros da Indonésia promovem colar de eucalipto como cura para a covid-19

O ministro da Agricultura da Indonésia foi muito criticado por especialistas por alegar que um colar feito de eucalipto pode ajudar a impedir a transmissão da covid-19. Segundo o The Guardian, o ministro da Agricultura da …

SATA pede auxílio ao Estado no valor de 163 milhões de euros

A SATA, companhia aérea detida a 100% pela Região Autónoma dos Açores, precisa do valor até ao final do ano para pagar dívidas. A SATA pediu um auxílio ao Estado de 163 milhões de euros para …

Cortiça portuguesa usada em foguetões da Space X

A Corticeira Amorim forneceu a Space X, de Elon Musk, para componentes usados nos foguetões espaciais da empresa, adiantou o presidente da empresa, António Rios Amorim. "É o nosso maior cliente [deste segmento] neste momento desde …

Pandemia põe em risco mais de 40% dos empregos no Algarve

Além do Algarve, outros destinos turísticos europeus, como ilhas do sul da Grécia, Canárias e Baleares, estão também em risco. As regiões onde o turismo tem mais peso enfrentam um risco maior de destruição de emprego, …