Cerca de 15% dos eleitores norte-americanos acreditam que os Illuminati existem

Os clubes secretos e os grupos internos proliferaram tanto quanto as sociedades humanas, mas poucos persistiram na imaginação norte-americana de forma tão vibrante quanto os Illuminati, uma suposta conspiração de indivíduos iluminados que controlam o mundo. E alguns desses crentes votam.

De acordo com uma nova pesquisa da Insider, divulgada pelo Insider Business, 15% do eleitorado norte-americano registado acredita que a existência dos Illuminati – ou uma organização comparável – é plausível.

Na pesquisa, foi perguntado a mais de mil entrevistados: “Qual das seguintes ideias não comprovadas, fenómenos paranormais ou crenças gerais acredita serem confiáveis?”. As respostas incluíam 15 opções, tais como “a existência de chemtrails”, “a eficácia da cura de cristal” ou “nenhum destes”.

O termo Illuminati remonta a 1776, quando foi cunhado em referência aos Illuminati da Baviera, uma sociedade secreta fundada pelo filósofo alemão Adam Weishaupt.

Na passagem para o século 19, o grupo estava dissolvido – graças, em parte, a um decreto do Governo da Baviera que proibia sociedades secretas -, mas as suas ideias já se haviam espalhado. Em 1798, George Washington escreveu uma carta onde mencionava as “doutrinas nefastas” dessa sociedade secreta.

Agora, a expressão Illuminati é usada para descrever vários grupos obscuros que supostamente estão a controlar a sociedade. A lista de suspeitos dos Illuminati incluem nomes como George W. Bush, Beyoncé e a rainha Elizabeth II, que, segundo uma teoria popularizada pelo ex-repórter desportivo da BBC David Icke, também pode ser um réptil.

Estima-se que 200 milhões de norte-americanos foram registados para votar nas eleições presidenciais de 2016. Se pesquisa da Insider for uma imagem precisa da população dos Estados Unidos (EUA), 30 milhões desses eleitores acreditam nos Illuminati.

De acordo com a pesquisa, os republicanos são mais propensos a acreditar na sociedade secreta do que os democratas.

Os entrevistados também foram questionados sobre seus hábitos relativamente aos media sociais. O YouTube tornou-se num sinónimo de teorias de conspiração tal que a empresa anunciou um novo plano para reprimir o conteúdo extremista.

A pesquisa do Insider descobriu que aqueles que acreditam nos Illuminati gastam 60% mais tempo no YouTube do que os que não acreditam. O pesquisador típico assistiu aproximadamente 72 minutos de vídeos na plataforma por semana, enquanto os crentes dos Illuminati atingiram os 116 minutos.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A Via Láctea pode ter sido esmagada por campos magnéticos quando ainda era um "bebé cósmico"

Nos primeiros dias do Universo, quando a Via Láctea ainda era apenas um bebé cósmico, campos magnéticos poderosos podem tê-la esmagado e ter tido um grande impacto no seu crescimento. Em entrevista ao NewScientist, astrofísicos da …

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …

Sequelas da covid-19 em doentes mais graves ainda estão por compreender

O acompanhamento depois da alta para doentes que estiveram internados com covid-19 é um dos grandes desafios do sistema de saúde para compreender que sequelas, por enquanto desconhecidas, a doença poderá deixar. “Só daqui a seis …

Criança nasce com duas bocas nos EUA. É o 35.º caso registado desde 1900

A menina, nascida nos Estados Unidos, foi operada ao seis meses para remover a cavidade oral secundária, que incluía dentes, língua e um lábio. Uma bebé nasceu nos Estados Unidos com duas bocas, devido a uma …

Funcionários do Facebook em "greve virtual" face à recusa de Zuckerberg em agir contra Trump

Os funcionários do Facebook estão insatisfeitos com a decisão do fundador da rede social de manter uma postura neutra perante as recentes publicações do Presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal The Guardian, os …

Inteligência Artificial recria "verdadeiro" rosto de Napoleão Bonaparte

Recorrendo a uma técnica de Inteligência Artificial, um artista holandês criou um retrato em alta definição do imperador francês Napoleão Bonaparte. O fotógrafo freelancer holandês Bas Uterwijk, cujo pseudónimo é Gandbrood, recorreu a uma rede neuronal …

"Apito" da covid-19. Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto

Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto. O novo teste, desenvolvido pelos investigadores …

"We Call it Alentejo". Novo filme promocional destaca as maravilhas alentejanas

A gastronomia e vinhos, as pequenas aldeias, a sustentabilidade e a natureza são atributos do Alentejo evidenciados no mais recente filme promocional do território, lançado pela agência regional de promoção turística para chamar visitantes estrangeiros. Com …

Curandeiro convocou cerca de 100 pessoas para se abraçarem contra a "farsa" da pandemia

Josep Pàmies, um agricultor espanhol defensor das terapias alternativas, convocou cerca de 100 pessoas a abraçarem-se a beijarem-se contra a "farsa" da pandemia. No sábado, cerca de uma centena de pessoas juntaram-se em Balanguer, na província …

Rússia anuncia início de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19

A Rússia vai começar os ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19 em 50 soldados que se ofereceram para participar nos testes, anunciou esta terça-feira o Ministério da Defesa. "Para verificar a segurança e eficácia …