12 anos de prisão para escriturário que desviou 1,7 milhões de Conservatória

-

Um antigo escriturário do Cartório Notarial e da Conservatória do Registo Predial de Viseu foi condenado a 12 anos de prisão efetiva por ter desviado mais de 1,7 milhões de euros.

No processo referente à Conservatória do Registo Predial de Viseu, Osvaldo Pires foi condenado pelos crimes de peculato (seis anos e meio de prisão), falsificação de documentos (dois anos e meio de prisão), falsidade informática (três anos e meio de prisão) e branqueamento de capitais (cinco anos e meio de prisão).

Já no processo relativo ao Cartório Notarial, onde tinha trabalhado antes de ir para a Conservatória, Osvaldo Pires foi condenado por peculato (três anos e meio de prisão), falsificação de documentos (dois anos e meio de prisão) e branqueamento de capitais (três anos de prisão).

Feito o cúmulo jurídico, o antigo escriturário teve uma pena efetiva de 12 anos de prisão e, passado esse período, fica proibido de exercer funções públicas durante cinco anos.

No processo da Conservatória do Registo Predial de Viseu eram também arguidos Vítor Freitas e Ana Guadalupe Martins, um casal amigo de Osvaldo Pires, sobre o qual recaía a acusação de branqueamento de capitais.

O Tribunal de Viseu considerou ter ficado provado o que constava da acusação, ou seja, que Osvaldo Pires, através de “ordens de pagamento ou transferências ‘online‘”, desviou um total de 1.622.853 euros da Conservatória.

Com as quantias desviadas, realizou aplicações financeiras, que renderam juros líquidos, comprou aves exóticas, depositou e transferiu 183 mil euros para as contas de Vitor Freitas e Ana Guadalupe Martins, liquidou empréstimos e adquiriu várias viaturas.

Segundo o juiz presidente, ao fazer estas operações, Osvaldo Pires “quis ocultar a origem” do dinheiro desviado da Conservatória.

O tribunal considerou que Vitor Freitas e Ana Guadalupe Martins “agiram em comunhão de esforços” com Osvaldo Pires, todos eles tendo noção de que estavam a “lançar na economia ativos financeiros ilícitos”.

Pela prática, em coautoria, do crime de branqueamento de capitais, Vitor Freitas e Ana Guadalupe Martins foram condenados a uma pena individual de quatro anos de prisão, suspensa por igual período.

Osvaldo Pires terá de pagar ao Instituto de Registos e Notariado 1,5 milhões de euros (valor reduzido devido a amortizações já feitas), mais 2.425 euros de juros das aplicações financeiras. Vítor Freitas e Ana Guadalupe Martins terão de devolver os 183 mil euros.

No processo relativo ao Cartório Notarial, além de Osvaldo Pires, era também arguida a sua ex-mulher, Maria Helena Pires, acusada do crime de branqueamento de capitais, em coautoria.

O tribunal deu como provado que, enquanto trabalhou no Cartório, Osvaldo Pires “terá lançado erradamente nos livros de receitas e emolumentos e impostos de selo as somas das parcelas registadas durante vários meses”, situados entre junho de 2002 e setembro de 2004.

Apesar de a acusação referir que teria retirado 204.400 euros do Cartório, só ficou provado que se apropriou de 106.305 euros, o correspondente ao montante depositado nas suas contas.

A mãe de Osvaldo Pires e a mulher fizeram alguns dos depósitos. Esta foi condenada a uma pena de dois anos e meio de prisão, suspensa por igual período.

Relativamente a este processo, Osvaldo Pires terá de pagar os cerca de 106 mil euros ao Estado.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Lá está! Só os desprotegidos é que são presos. Com tanto desvio que anda por aí, logo este vai pagar por todos.

    • Boas deve pagar pelo que fez mas sou 100% a favor do que pensa,não se vê em casos identicos mas com outro tipo de poderes aplicarem e bem este tipo de condenação, alias com poderes não se vê nenhuma no final, não faltam exemplos nos últimos anos disso mesmo.

  2. Condenável atitude, sim senhor. Pague por isso. E as instituições reguladoras, fiscalizadoras da actividade, andavam a dormir? Então para que servem? Ahhh, já percebi, o senhor era o dono daquilo tudo……

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …