/

Zuckerberg pede mais regulação para as tecnológicas (incluindo o Facebook)

Anthony Quintano / Wikimedia

Mark Zuckerberg, o criador do Facebook

O fundador do Facebook defende mais regulação sobre as tecnológicas, incluindo sobre a sua rede social, mesmo que isso signifique prejudicar o negócio a curto prazo.

Num artigo de opinião publicado no jornal Financial Times, este domingo, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, defendeu que é necessária mais regulamentação sobre as empresas tecnológicas, nomeadamente para as redes sociais como a sua.

“Acredito que boa regulamentação pode prejudicar o negócio do Facebook a curto prazo, mas a longo prazo é melhor para todos, incluindo para nós”, declarou o presidente executivo da rede social.

“Não acho que as empresas privadas devam tomar tantas decisões sozinhas quando estão a tocar em valores democráticos fundamentais. Empresas como a minha precisam de melhor supervisão quando tomam decisões”, escreveu no jornal britânico.

O fundador do Facebook destaca que está a pedir nova legislação, mas que isso não significa que está a tentar passar a responsabilidade para outros.

“Para deixar claro, não se trata de nos desresponsabilizarmos. O Facebook não está à espera de regulação; continuamos a fazer progressos nestas questões sozinhos”, recorda.

Este artigo surge na sequência de uma intervenção de Zuckerberg na Conferência de Segurança de Munique, na Alemanha, que ocorreu este fim-de-semana, no qual considerou que o Facebook deve aceitar algum tipo de regulamentação estatal.

Esta semana, o líder da rede social norte-americana vai continuar a sua passagem pela Europa, onde tem agendadas reuniões com a Comissão Europeia, nomeadamente com a comissária europeia para o mercado digital e concorrência, Margrethe Vestager.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE