O vulcão “Garganta de Fogo” do Equador pode entrar em colapso

O vulcão Tungurahua do Equador, um dos mais ativos e perigosos da América do Sul, está a mostrar sinais precoces de um potencial colapso parcial.

A atividade recente do vulcão levou a uma rápida e significativa deformação no flanco ocidental do que também é conhecido como “o gigante preto” e cujo nome indígena é traduzido como “garganta de fogo”.

“Usando dados de satélite, observamos uma deformação muito rápida do flanco oeste do Tungurahua, que, segundo a nossa investigação, é causada por desequilíbrios entre o suprimento e a erupção do magma”, explicou James Hickey, da Escola de Mineração Camborne, no Reino Unido, em comunicado.

De acordo com o estudo que será publicado em março na revista científica Earth & Planetary Science Letters, a força motriz por trás dessa deformação pode levar a um risco aumentado de colapso do flanco, um processo que pode causar um grande deslizamento de terra e causar danos significativos à área local circundante, segundo alertaram os cientistas, que recomendam monitorizar de perto o vulcão para detetar possíveis sinais que apontem para um colapso potencial.

O Tungurahua tem uma longa história de colapso de flanco e está ativo desde 1999. Nesse ano, a atividade do “gigante preto” levou à evacuação de 25 mil pessoas de comunidades próximas.

De acordo com o ScienceAlert, o vulcão Tungurahua está na sua terceira vida, tendo já passado por dois colapsos estruturais provocados por erupções. O “primeiro Tungurahua” entrou em colapso no final do Pleistoceno. Durante milhares de anos, o vulcão reconstruiu-se lentamente dentro dos restos da sua caldeira original.

Há cerca de 3.000 anos, voltou a entrar em erupção, provocando um colapso parcial do flanco oeste. Pensa-se que o colapso há 3.000 anos desencadeou uma avalanche de detritos que arruinou uma área de cerca de 80 quilómetros quadrados.

De acordo com o modelo de Hickey, a deformação significativa da superfície no flanco oeste de Tungurahua, com uma elevação temporária de cerca de 3,5 centímetros, resultante de atividade vulcânica recente, sugere que um colapso pode voltar a acontecer se o stresse não diminuir.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

“Não há razão para alarme”. Governo quer perdoar penas até dois anos e antecipar liberdade condicional

A proposta de lei do Governo que estabelece um regime excecional para as prisões, no âmbito da pandemia covid-19, já deu entrada na Assembleia da República, podendo ser consultada na página oficial do Parlamento. No diploma, …

O nosso cérebro evoluiu para acumular mantimentos (e julgar os outros por fazer o mesmo)

O nosso cérebro evoluiu de uma forma que, em situações de stress, acumulamos mantimentos e julgamos os outros por fazer exatamente o mesmo. Os media estão repletos de histórias – e a condenação – de pessoas que …

Autarca de Vieira do Minho denuncia: testes estão a ser desviados para Lisboa

O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Gerês/Cabreira, Vieira do Minho, detetou 77 infetados pelo novo coronavírus, com os autarcas da área a reclamarem contra a demora na distribuição de testes, disse esta sexta-feira à …

Trump recomenda uso de máscaras (mas recusa-se a usá-las)

Esta sexta-feira, os Estados Unidos tiveram, pelo quarto dia consecutivo, o maior número de mortes em 24 horas, num total de 1.094, e contam com quase 30 mil novos casos. No seu briefing diário, de acordo …

A Antártida já foi uma floresta tropical

A Antártida pode ter sido o lar de ecossistemas quentes e pantanosos cercados por fetos e árvores coníferas há 90 milhões de anos, altura marcada pelo auge dos dinossauros. Uma análise do solo antigo extraído da …

Algumas estrelas têm "veneno" dentro de si (e é por isso que explodem)

Algumas estrelas têm um "veneno" dentro de si: o elemento néon no núcleo das estrelas pode desencadear uma reação química que leva a uma morte definitiva e explosiva. Estrelas menos massivas, como o nosso Sol, expandem-se …

Criada tecnologia que traduz pensamentos diretamente em texto

Uma equipa de investigadores diz ter criado um sistema capaz de traduzir sinais cerebrais diretamente em texto escrito. Este é um passo promissor para que no futuro seja possível escrever num computador apenas com o …

Desaparecimentos, mistérios e lendas. O Triângulo do Alasca pode ser mais perigoso do que o das Bermudas

Milhares de pessoas desaparecem todos os anos no estado norte-americano do Alasca, fazendo lembrar as histórias do Triângulo das Bermudas, onde aviões e navios desapareceram sem deixar rastro. De acordo com a revista The Atlantic, três …

Descobertas sete novas aranhas-pavão. E uma parece um quadro de Van Gogh

Foram encontradas sete novas espécies de aranha do género Maratus. E há uma que se destaca por se parecer com "A Noite Estrelada", famoso quadro de Vincent Van Gogh. Nos últimos anos, as aranhas-pavão (do género Maratus) …

Estado de emergência no México suspende produção de cerveja Corona

Nem toda a publicidade é boa publicidade. Que o diga a cerveja mexicana Corona que, em tempos de pandemia, partilha o nome com o vírus de que já ninguém quer ouvir falar. Segundo o jornal The …