Vítima de ácido sulfúrico brilhou na Semana da Moda de Nova Iorque

Yuva Desh / Twitter

Reshma Qureshi na Semana da Moda de Nova Iorque

Reshma Qureshi na Semana da Moda de Nova Iorque

Reshma Qureshi é uma desconhecida para a maioria das pessoas, mas esta indiana, vítima de um ataque de ácido sulfúrico, foi a grande figura do primeiro dia de desfiles da Semana da Moda de Nova Iorque.

Esta jovem de 19 anos, que se tornou numa activista da luta contra a venda livre de ácido na Índia, depois de ter sofrido o ataque, em 2014, abriu o desfile da marca indiana Archana Kochhar, com um vestido branco com um estampado étnico, no arranque da Semana da Moda de Nova Iorque, nesta quinta-feira, 8 de Setembro.

Reshma Qureshi foi convidada pela FTL Moda, uma companhia de produção de moda que pretende mudar os estereótipos de beleza e que no ano passado convidou uma modelo com Síndroma de Down para os desfiles.

“Este desfile foi importante para mim porque há tantas raparigas como eu que são sobreviventes de ataques de ácido e isto vai dar-lhes coragem“, salienta a jovem activista indiana em declarações à Associated Press, conforme cita a revista Cosmopolitan.

“E também vai mostrar às pessoas que julgam as outras com base na sua aparência que não devem julgar um livro pela sua capa – deve-se olhar para toda a gente com os mesmos olhos”, diz também Reshma Qureshi que foi atacada na rua com ácido sulfúrico pelo ex-cunhado, de quem a sua irmã se tinha divorciado.

Na sequência do ataque, perdeu o olho esquerdo, sofrendo queimaduras graves no rosto que ficou desfigurado. Numa entrevista, ela assume que chegou a pensar em suicidar-se, mas depois envolveu-se com a organização Make Love Not Scars que apoia vítimas de ataques de ácido, de violações e de violência doméstica.

Antes da fama que a Semana da Moda de Nova Iorque lhe está a dar, Reshma Qureshi já tinha dado que falar com os seus vídeos com dicas de maquilhagem que partilha no Youtube e onde evidencia que “na Índia, é mais fácil e barato conseguir ácido do que um bâton de lábios”.

Na Índia, há entre 500 a 1.000 ataques com ácido por ano, de acordo com dados de organizações internacionais.

E enquanto Reshma Qureshi desfilava em Nova Iorque, um Tribunal da Índia condenou um homem de 26 anos à pena de morte, depois de este ter atacado uma mulher de 24 anos com ácido – a vítima, que tinha recusado casar com ele, morreu. Foi a primeira sentença com a pena máxima para este tipo de ataques num sinal de que as coisas começam a mudar na Índia.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Arqueólogos acreditam ter encontrado "Endeavour", o navio de James Cook

Arqueólogos marinhos estão cada vez mais perto de encontrar o HMS Endeavour, o navio do explorador britânico James Cook. Uma equipa internacional de arqueólogos marinhos acredita ter descoberto o local onde se encontra o HMS Endeavour, …

Com 92% dos votos contados, Netanyahu e Gantz continuam empatados

Os primeiros resultados mostram um empate técnico entre os partidos de Benjamin Netanyahu e Benny Gantz. Os resultados obtidos pelos pequenos partidos poderão marcar a diferença. Segundo a imprensa local, com 92% dos votos contados, o …

Governo venezuelano liberta o deputado Edgar Zambrano, vice-presidente do parlamento

Juan Guaidó considera a libertação de Edgar Zambrano "uma vitória da pressão internacional" e não uma "gentileza" da ditadura. O Governo venezuelano libertou, na noite desta terça-feira, o deputado opositor e vice-presidente da Assembleia Nacional, Edgar …

Nova espécie de salamandra-gigante pode ser o maior anfíbio do mundo

Cientistas identificaram duas novas espécies da salamandra-gigante-da-china, sendo que uma delas pode ser afinal o maior anfíbio do mundo. Até agora, pensava-se que a salamandra-gigante-da-china — Andrias davidianus — era uma única espécie e, por isso, …

Detido bombeiro suspeito de atear fogo em Alfândega da Fé

O bombeiro detido é suspeito de ter ateado sete focos de incêndio numa área florestal que abrange várias freguesias do concelho de Alfândega da Fé, em Bragança. Um bombeiro foi detido por suspeitas do crime de …

O Oceano Atlântico pode começar do outro lado do mundo

Uma questão chave para os cientistas do clima é sobre a possível desaceleração do sistema de circulação principal do Oceano Atlântico, o que poderia ter consequências dramáticas para a Europa e outras zonas. Porém, um novo …

Incapacitar uma única proteína pode "curar" a gripe

Desabilitar uma única proteína das nossas células pode ser a solução para "curar" a gripe. Os testes realizados em ratos foram bem sucedidos, pelo que pode ser um indicador positivo de progressos nesta área. Encontrar uma …

Detetada a estrela de neutrões mais massiva alguma vez encontrada

Observações com o telescópio Green Bank revelaram a estrela de neutrões mais massiva até ao momento, chamada J0740 + 6620. De acordo com a revista especializada Nature Astronomy, onde foi descrita a descoberta, é um pulsar …

Portugueses criam nanomateriais feitos de algas para despoluir água

De algas abundantes no litoral de Portugal, investigadores da Universidade de Aveiro extraíram biopolímeros capazes de remover alguns poluentes da água, como antibióticos ou herbicidas. Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) demonstrou que …

O novo Oumuamua pode ter sido captado numa fotografia a cores

Os astrónomos do Observatório Gemini no Hawai tiraram a primeira fotografia do GB00234, agora rebatizado para C/2019 Q4 Borisov, um objeto que pode ser o segundo corpo celeste interestelar a entrar no Sistema Solar. A imagem …