Vítima de ácido sulfúrico brilhou na Semana da Moda de Nova Iorque

Yuva Desh / Twitter

Reshma Qureshi na Semana da Moda de Nova Iorque

Reshma Qureshi na Semana da Moda de Nova Iorque

Reshma Qureshi é uma desconhecida para a maioria das pessoas, mas esta indiana, vítima de um ataque de ácido sulfúrico, foi a grande figura do primeiro dia de desfiles da Semana da Moda de Nova Iorque.

Esta jovem de 19 anos, que se tornou numa activista da luta contra a venda livre de ácido na Índia, depois de ter sofrido o ataque, em 2014, abriu o desfile da marca indiana Archana Kochhar, com um vestido branco com um estampado étnico, no arranque da Semana da Moda de Nova Iorque, nesta quinta-feira, 8 de Setembro.

Reshma Qureshi foi convidada pela FTL Moda, uma companhia de produção de moda que pretende mudar os estereótipos de beleza e que no ano passado convidou uma modelo com Síndroma de Down para os desfiles.

“Este desfile foi importante para mim porque há tantas raparigas como eu que são sobreviventes de ataques de ácido e isto vai dar-lhes coragem“, salienta a jovem activista indiana em declarações à Associated Press, conforme cita a revista Cosmopolitan.

“E também vai mostrar às pessoas que julgam as outras com base na sua aparência que não devem julgar um livro pela sua capa – deve-se olhar para toda a gente com os mesmos olhos”, diz também Reshma Qureshi que foi atacada na rua com ácido sulfúrico pelo ex-cunhado, de quem a sua irmã se tinha divorciado.

Na sequência do ataque, perdeu o olho esquerdo, sofrendo queimaduras graves no rosto que ficou desfigurado. Numa entrevista, ela assume que chegou a pensar em suicidar-se, mas depois envolveu-se com a organização Make Love Not Scars que apoia vítimas de ataques de ácido, de violações e de violência doméstica.

Antes da fama que a Semana da Moda de Nova Iorque lhe está a dar, Reshma Qureshi já tinha dado que falar com os seus vídeos com dicas de maquilhagem que partilha no Youtube e onde evidencia que “na Índia, é mais fácil e barato conseguir ácido do que um bâton de lábios”.

Na Índia, há entre 500 a 1.000 ataques com ácido por ano, de acordo com dados de organizações internacionais.

E enquanto Reshma Qureshi desfilava em Nova Iorque, um Tribunal da Índia condenou um homem de 26 anos à pena de morte, depois de este ter atacado uma mulher de 24 anos com ácido – a vítima, que tinha recusado casar com ele, morreu. Foi a primeira sentença com a pena máxima para este tipo de ataques num sinal de que as coisas começam a mudar na Índia.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Renault constitui-se assistente em processo contra Carlos Ghosn para "fazer valer os seus direitos"

A fabricante automóvel Renault anunciou na segunda-feira que se constituiu assistente no processo de investigação do seu antigo presidente Carlos Ghosn por abusos de bens sociais e branqueamento. Segundo noticiou a agência Lusa, em comunicado, citado …

Agentes do ex-Benfica Luka Jovic são suspeitos de branqueamento de capitais

Os agentes do antigo jogador do SL Benfica Luka Jovic, Fali Ramadani e Nikola Damjanac, são suspeitos de terem branqueado mais de 10 milhões de euros em Espanha. Os empresários Fali Ramadani e Nikola Damjanac, da …

Túmulos reais do Taj Mahal limpos pela primeira vez em 300 anos para receber Trump

Os túmulos reais do Taj Mahal foram limpos pela primeira vez em 300 anos como parte da preparação da visita do Presidente norte-americano, Donald Trump, à Índia, escreve o portal Newsweek citando média locais. Donald …

Microsoft revela novos detalhes da Xbox Series X

A Microsoft revelou novos detalhes da Xbox Series X, a principal corrente à Playstation 5 e à Nintendo Switch. A consola vai ser equipada com "12 Teraflops" e memória interna SSD. A Microsoft quer apostar forte …

OMS sobre Covid-19: O mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia

O especialista que liderou a equipa da Organização Mundial de Saúde (OMS) enviada à China disse hoje que o mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia do novo coronavírus. Bruce Aylward, médico canadiano especialista …

Um quinto das florestas australianas arderam devido a seca extrema

Os incêndios recentes "sem precedentes" que destruíram um quinto das florestas australianas estão ligados a uma seca de vários anos, devido às alterações climáticas, segundo um estudo publicado na segunda-feira. Os climatólogos estão, atualmente, a estudar …

Auditorias aos estádios da I Liga devido a casos de racismo começam amanhã

As auditorias aos estádios onde se realizam jogos da I Liga de futebol, motivadas pelos recentes atos de violência e racismo, vão decorrer até março, diz o Ministério da Administração Interna. As auditorias à segurança dos …

Liverpool já tem tantas vitórias como o invencível Arsenal de Wenger

O Liverpool operou esta segunda-feira a reviravolta sobre o West Ham (3-2) e evitou a primeira derrota na Liga inglesa de futebol, repondo a vantagem de 22 pontos para o Manchester City, no jogo que …

Lenine Cunha campeão de triplo e pentatlo em atletismo adaptado

O atleta paralímpico português Lenine Cunha sagrou-se, esta terça-feira, campeão mundial de triplo-salto e pentatlo, em Torun, na Polónia. Ana Filipe venceu a prova de triplo-salto no feminino. Lenine Cunha venceu a medalha de ouro, esta …

Kroos: Não foi fácil "adaptar-nos à falta de 40 ou 50 golos" de Ronaldo

Toni Kroos assumiu que foi difícil para o Real Madrid superar a saída de Cristiano Ronaldo. O alemão realçou a falta dos 40 ou 50 golos marcados pelo português fizeram-se sentir. Em entrevista ao The Athletic, …