Afinal, os suplementos de vitamina D não protegem os ossos

SXC

Os investigadores avaliaram o efeito da suplementação de vitamina D e chegaram à conclusão de que não evita fraturas nem quedas, não tendo nenhum efeito clinicamente significativo na densidade mineral óssea.

Segundo um estudo, publicado este mês na Lancet Diabetes & Endocrinology, a suplementação de vitamina D não evita fraturas nem quedas, “nem tem efeitos clinicamente significativos na densidade mineral óssea”.

Os investigadores, liderados por Mark Bolland, da Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, analisaram dados recolhidos de 81 estudos clínicos, num total de mais de 53 mil pessoas envolvidas. Os estudos incluíam mulheres com mais de 65 anos e, assim, mais propensas a ter problemas de saúde óssea.

Ao longo dos tempos, a vitamina D tem sido encarada como uma forte aliada dos benefícios para a saúde óssea, como, por exemplo, a diminuição do risco de osteoporose e hipertensão. No entanto, segundo a Visão, já uma investigação anterior tinha concluído que tomar suplementos desta vitamina não funcionava como forma de evitar doenças.

Ainda assim, a equipa de investigadores realça que isto não quer dizer necessariamente que a vitamina D, produzida naturalmente pela pele quando exposta ao sol, seja totalmente inútil. Na prevenção do raquitismo e da osteomalacia, por exemplo, esta suplementação pode ajudar, conclui o estudo mais recente.

Num comentário aos resultados da investigação, J. Chris Gallagher, do Centro Médico da Universidade de Creighton, escreve que “o contexto desta análise reside do fato de muitos pacientes (e médicos) terem sido persuadidos por vários estudos e pelas redes sociais de que a vitamina D cura tudo”.

“Este pensamento é um remanescente do fervor que apoiou o uso generalizado de vitamina A, vitamina C e vitamina E há uns anos e depois todos os estudos provaram que é clinicamente negativo”, refere ainda.

Os benefícios da toma de vitamina D são alvo de debate há já vários anos, e este estudo não é exceção. Embora seja muito recente, há já vários críticos que realçam que apenas 6% dos estudos clínicos foram levados a cabo em populações com deficiência da vitamina. Por isso, alegam, poderiam beneficiar mais da suplementação.

“Sabemos que os benefícios para saúde da suplementação com vitamina D tendem a ser mais acentuados nas pessoas que têm os níveis mais baixos da vitamina”, explica Adrian Martineau, da Univesidade de Queen Mary, em Londres.

Há críticos que sublinham ainda o facto de os estudos analisados terem poucos participantes e a curta duração dos tratamentos.

Ainda assim, a equipa responsável pela investigação sugere que as diretrizes clínicas sejam atualizadas, tendo em conta que “há pouca justificação para usar suplementos de vitamina D para manter ou melhorar a saúde muscular e esquelética”.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Se for levar em conta somente o uso da vit D3 não vai haver resultado mesmo….se a pessoa for sedentária; ingere carboidratos simples e açúcar, fuma….. nada vai resolver…..! Isso é lógica…..! Esses estudos tentando denigrir algo sem um mínimo de conceitos, são ridículos…..!
    Eu pergunto então por qual motivo produzimos o colecalciferol durante a vida? Isso sem falar que quimicamente não é vitamina!

    • Ora bem Adriano!
      E mais, a Vit.D3 é utilizada pelo corpo em sinergia com outros minerais e vitaminas, como p.ex. a Vitamina K2, que vai levar o cálcio onde o corpo mais precisa. Sozinha é inútil. E mesmo a K2 só mesmo por suplementos, pois o povo português não tem por hábito consumir fermentados como o natto…
      Não se esqueçam, a indústria farmacêutica só sobrevive à conta das doenças…Agora pensem.

  2. Pois, se o estudo afirma que os suplementos com vitamina D não evitam QUEDAS, eu concordo, mas penso que não era preciso fazer um estudo para concluir tal coisa…

Lagosta e vinho caro. Excentricidades levaram ministro francês do Ambiente a demitir-se

Após a polémica em torno dos seus grandes gastos enquanto presidente da Assembleia Nacional francesa e governante, François de Rugy saiu do Governo. No entanto, diz-se vítima de "linchamento mediático". François de Rugy, ministro francês do …

Os escoceses estão a gerar energia eólica suficiente para abastecer duas Escócias

No primeiro semestre de 2019, a Escócia gerou energia eólica suficiente para abastecer as suas casas duas vezes. Segundo divulgou esta quarta-feira o Science Alert, as turbinas geraram 9,8 milhões de megawatts-hora de eletricidade entre janeiro …

Comentários racistas de Trump condenados na Câmara de Representantes

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou na terça-feira uma moção na qual condena o presidente Donald Trump pelos "comentários racistas" dirigidos a quatro mulheres congressistas, sugerindo-lhes que "regressassem aos seus países de origem". A …

PCP quer creches gratuitas e passes sociais em todo o país

O secretário-geral comunista destacou sete compromissos, incluindo a ideia de uma rede de creches gratuitas e o limite máximo de 40 euros para os passes sociais, na apresentação do programa eleitoral do partido, num hotel …

Governo retira estatuto do antigo combatente na véspera de votação

O Governo retirou a proposta de lei sobre o estatuto do antigo combatente por dificuldades no modelo de sustentabilidade financeira resultantes das propostas apresentadas pelos partidos no Parlamento. O anúncio da retirada da proposta foi feito …

Bolsonaro "está decidido". Vai indicar filho para embaixador nos Estados Unidos

Jair Bolsonaro disse que "está decidido" que irá indicar o filho Eduardo Bolsonaro para embaixador em Washington, capital dos Estados Unidos da América. Esta terça-feira, o Presidente do Brasil disse que “está decidido” a indicar o …

Sindicato dos motoristas aprovou aumentos salariais mais baixos dos que agora reclama

A reunião de segunda-feira entre os sindicatos de motoristas e a associação de empresas de transporte de mercadorias (Antram) acabou sem acordo para evitar a greve anunciada para 12 de agosto. Porém, de acordo com o …

"Lei dos primos" corre o risco de ser adiada para depois das eleições

A aprovação da lei do PS que aperta as regras de nomeações governamentais está em dúvida na maratona de votações de sexta-feira. Os sociais-democratas ainda não decidiram o sentido de voto. Na primeira versão, o PS …

Aprovadas multas entre os 25 e os 250 euros para quem atirar beatas ao chão

A partir de terça-feira, atirar uma beata para o chão passou a custar pelo menos 25 euros, podendo o valor chegar aos 250 euros. Um novo diploma aprovado no Parlamento obriga ainda empresas a disponibilizarem …

Arranca o concurso de acesso ao Ensino Superior. Cursos muito concorridos com mais 107 vagas

A primeira fase de candidatura ao ensino superior começa esta quarta-feira e termina no início de agosto, com 50.860 vagas no concurso nacional de acesso, um total praticamente inalterado face a 2018. Segundo dados oficiais, o …