Venezuela, BES e BCP lideram transferências para offshores (mas não se sabe para onde foi o dinheiro)

(dr) Laura Haanpaa

Entre os mais de 18.200 milhões de euros que saíram de Portugal para offshores, durante os três anos de apagão do Fisco, 60% foi enviado pela Petróleos da Venezuela (PDVSA), pelo BES pelo BCP. Mas não se sabe que destino teve o dinheiro.

O apagão do Fisco entre os anos de 2011 e 2014, não permitiu registar toda a informação relativa à transferência de dinheiro para sociedades offshore. Uma circunstância que levou o Ministério Público a abrir um inquérito por suspeitas de sabotagem informática e abuso de poder.

Mas o Público apurou que 60% das transferências para offshores foram efectuadas por Petróleos da Venezuela (PDVSA), BES e BCP.



Empresas ligadas à Petróleos da Venezuela e ao governo venezuelano ordenaram transferências de 6.700 milhões de euros.

Sete empresas do GES, incluindo o BES Angola e as sucursais no Panamá e Ilhas Caimão, efectuaram operações de 2.500 milhões de euros. E quatro empresas do BCP em Angola, Ilhas Caimão e Macau fizeram transferências de 1.405 milhões de euros.

Os dados consultados pelo Público não revelam, contudo, porque é que as transferências foram feitas, nem o seu destino, nomeadamente para que país foi enviado o dinheiro, nem a conta a que chegou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O exercício físico afeta-nos de forma diferente. Um novo estudo explica porquê

Apesar de o exercício físico ser benéfico para toda a gente, não nos afeta da mesma forma. Agora, investigadores podem ter descoberto uma das razões. Uma equipa de cientistas realizou um estudo, no qual 654 adultos …

ESA escolhe a revolucionária EnVision para missão a Vénus

A Agência Espacial Europeia ESA selecionou esta quinta-feira a sonda EnVision para uma missão a Vénus, programada para 2030, com o objetivo de entender como o planeta se tornou um inferno tóxico inabitável. A decisão surge …

Advogado avança com ação judicial para destituir Luís Filipe Vieira

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, vai ter de responder em tribunal numa ação judicial, interposta pelo advogado Jorge Mattamouros, sócio do clube, que visa a sua destituição, revelou esta quinta-feira o Expresso. Segundo o …

Dados enviados para a Rússia. Medina pediu auditoria a outras manifestações em Lisboa

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, anunciou hoje que pediu uma auditoria sobre a realização de manifestações no município nos últimos anos, no seguimento da partilha indevida de dados de ativistas russos. Em …

Um McDonald's abandonado dá comida a milhares de famílias carenciadas em França

Um antigo McDonald's foi reconvertido num banco alimentar que dá comida a milhares de família carenciadas em Marselha, França. Fati Bouarua, de ascendência argelina, cresceu nos bairros mais negligenciados de Marselha, em França. Agora, ajudou a …

Floresta fóssil no Peru guarda segredos sobre a história da América do Sul

Nas colinas fora da pequena aldeia de Sexi, Peru, uma floresta fóssil guarda segredos sobre os últimos milhões de anos da América do Sul. Quando os investigadores visitaram as árvores petrificadas pela primeira vez, há mais …

Uma famosa ilusão pode ajudar a tratar o transtorno obsessivo-compulsivo

Um famoso truque psicológico chamada "ilusão da mão de borracha" pode ser útil para tratar pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo. O que é a "ilusão da mão de borracha"? Nesta experiência, os participantes são colocados com a …

Macron agredido com bofetada. Agressor condenado a 18 meses de prisão

Um tribunal francês condenou esta quinta-feira a uma pena de prisão de 18 meses de prisão o homem que esbofeteou o presidente da França, Emmanuel Macron, na terça-feira, durante uma viagem ao sudeste do país. Segundo …

A nova tendência em Nova Iorque? Mesas separadas para clientes vacinados

Muitos proprietários do setor da restauração estão a criar zonas especiais para pessoas que já foram vacinadas contra a covid-19. O motivo? Os clientes querem sentir que estão novamente a viver no mundo antes da …

Todos os dias, ao meio-dia, uma arma é disparada em Hong Kong

Todos os dias, ao meio-dia, uma grande arma antiga é disparada em Hong Kong. E não, não tem nada a ver com guerra, conflitos ou protestos. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, a Jardine Noonday …