Se usa o telemóvel no supermercado, pode pagar mais 41% do que era suposto

O uso do telemóvel no supermercado pode estar a custar-lhe mais do que pensa. Um estudo recente sugere que quem usa o telemóvel durante as compras acaba por gastar mais 41% do que os que não o fazem.

Anteriormente, muitos funcionários de loja consideravam os smartphones dos compradores uma distração – ou pior: temiam que os clientes que prestavam atenção aos seus telefones passassem menos tempo à procura de exibições atraentes de produtos na loja ou usassem os seus telefones para procurar melhores ofertas online.

Para descobrir se esses receios eram justificados, uma equipa de investigadores realizou uma experiência e colocaram óculos especiais de rastreamento ocular em mais de 400 clientes, que depois faziam as suas compras normalmente.

Os óculos permitiram ver precisamente o comportamento dos compradores enquanto estavam a fazer as compras. Alguns dos participantes usaram os telemóveis, enquanto outros guardaram-nos durante a viagem de compras.

Descobriu-se que o efeito é basicamente o oposto do que se pensava. Os compradores que verificaram o telefone enquanto faziam compras gastavam, em média, 41% a mais na caixa registadora. Além disso, as pessoas que usavam mais os telemóveis também tinham tendência a gastar mais dinheiro.

A razão para isto está na maneira como o cérebro humano funciona quando estamos a fazer compras e na grande quantidade de opções oferecidas. Mesmo uma pequena mercearia pode ter dez mil produtos únicos em stock. É impossível para a mente humana processar conscientemente e escolher entre todos os itens disponíveis. Simplesmente não conseguimos lidar com todas as decisões, o que significa que os nossos cérebros estão a tentar simplificar a complexidade de uma mercearia de maneiras diferentes.

Uma forma de o fazer é ativar um tipo de piloto automático interno, que funciona como uma espécie de roteiro de compras, prescrevendo o que fazemos e vemos na loja. Essencialmente, significa que a maioria dos compradores geralmente vai para as prateleiras que sempre vão e compram os mesmos produtos repetidamente.

Todos os produtos que não vemos conscientemente não têm a menor probabilidade de entrar no carrinho de compras. Facto é que os compradores são criaturas muito habituais – a maioria de nós varia as compras de supermercado entre menos de 150 produtos por ano.

Mas algo diferente acontece quando pegamos nos nossos telemóveis. Seja para fazer uma chamada, enviar uma mensagem, verificar redes sociais ou procurar destinos de férias, as nossas mentes são forçadas a mudar a nossa capacidade de atenção – já muito limitada – da tarefa de compra para o telefone.

Isto faz com que a forma como os compradores se comportam na loja mude drasticamente. De repente, mais devagar e em padrões imprevisíveis, perambulando pelos corredores. Passam mais tempo na loja e tornam-se mais receptivos a olhar para uma variedade maior de produtos à medida que o piloto automático é interrompido.

Em essência, e de acordo com os resultados do estudo publicado na revista
Journal of Marketing, os compradores que olham para o telemóvel passam mais tempo na loja, consultam mais produtos e compram mais coisas.

PARTILHAR

RESPONDER

Parlamento aprova na generalidade mudança do TC para Coimbra. Oito socialistas votaram a favor

A proposta passou com votos contra do Chega e PAN, abstenção do PCP, BE, PEV e maioria da bancada do PS e votos favoráveis do PSD, CDS, IL e de oito deputados socialistas. O resultado já …

Escola da Amadora queria proibir minissaias, decotes e chinelos - mas já voltou atrás

Um Agrupamento na Amadora publicou um código de vestuário que acendeu um debate nas redes sociais devido às regras que controlavam mais as raparigas. Entretanto, a escola já voltou atrás na decisão. Segundo escreve o Jornal …

Governo francês vai dar 100 euros a famílias carenciadas para pagar energia

O Governo francês vai entregar um cheque de 100 euros a 5,8 milhões de famílias de menores recursos para ajudar a pagar a fatura energética. A medida anunciada pelo executivo vai ter um custo de 580 …

Incidência e R(t) recuam em dia com mais 1.023 infetados e sete mortes

Portugal registou, esta sexta-feira, 1.023 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Apoiantes de Navalny acusam Google e Apple de "censura" política

Os apoiantes de Alexei Navalny acusaram hoje as empresas Google e Apple de terem suprimido o apelo ao voto "útil" proposto pelo oposicionista através das respetivas plataformas, denunciando "censura" num processo eleitoral em que a …

Presidente da República argentino cancela viagens para impedir que vice assuma Governo

Cristina Kirchner é parceira maioritária na coligação de Governo e exige, entre outras mudanças, a substituição de ários ministros, secretários e presidentes de organismos públicos. Recentemente, tem mostrado em público o seu descontentamento face à …

"Bazuca" europeia não resolve problema da falta de habitação

De acordo com vários especialistas, as 26 mil casas identificadas como prio­ritárias pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) não chegam para as necessidades do país, que podem chegar às 46 mil. A questão da aplicação …

Peça que terá sido usada no batismo de D.Maria II está à venda. Estado não a compra por ser demasiado cara

Há uma semana que está à venda uma peça que pertenceu à coroa portuguesa. Terá pertencido à família real depois do Terramoto de 1755 e, de acordo com o antiquário que agora a comercializa, terá …

"Dupla pancada". Vítimas de violência doméstica são deixadas ao abandono sem indemnização

Mais de 80% das vítimas de violência doméstica, a maioria mulheres, não recebem indemnizações, nem dos agressores nem do Estado. Se as vítimas não tiverem sofrido uma incapacidade para o trabalho por um período igual ou …

Ministério Público declara ilegal eleição de André Ventura

Ministério Público invalidou a mudança nos estatutos do Chega, incluindo a eleição direta de André Ventura. O líder do partido admite um novo congresso. No início do mês, o Ministério Público (MP) pediu ao Tribunal Constitucional …