“Um charro para uma vacina.” Ativistas oferecem canábis a nova-iorquinos vacinados

“Um charro para uma vacina.” Este é o mote dos ativistas pela legalização da canábis que, esta terça-feira, ofereceram um charro às pessoas que receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid-19 em Manhattan, nos Estados Unidos.

O objetivo da iniciativa era comemorar a legalização da canábis recreativa no estado de Nova Iorque, aprovada no final de março, e, ao mesmo tempo, apoiar a campanha de vacinação no dia 20 de abril (“4/20” em inglês, números que viraram código da canábis), uma espécie de feriado não oficial.

“Esta é a primeira vez que nos podemos sentar legalmente e distribuir charros”, disse Michael O’Malley, um dos organizadores da iniciativa, enquanto distribui cigarros de erva preparados com antecedência por voluntários. “Apoiamos o esforço de vacinação do governo e também estamos a tentar legalizar a canábis a nível federal”, acrescentou.

Desde o início da distribuição, que começou por volta das 11h00 locais e durou cerca de cinco horas, formou-se uma fila de 50 pessoas, jovens e idosos, na Union Square, a alguns passos de Greenwich Village. Dez minutos bastaram para mostrar o boletim de vacinação, no papel ou no telefone, e dar o endereço de e-mail.

Sarah Overholt, de 38 anos, saiu com dois charros no bolso depois de mostrar o seu cartão de vacinas e o da sua mãe, de 70 anos. Para Overholt, a canábis e a vacina são igualmente indispensáveis.

Quanto à vacina, “todos deveriam vacinar-se”. “A erva não deveria ser necessária para convencer as pessoas a fazê-lo, mas se funcionar, melhor“, acrescentou esta mulher que recebeu a primeira dose da vacina no dia 25 de março e voltará para receber a segunda dose esta quinta-feira.

Alex Zerbe, um corretor da bolsa de 24 anos, concorda com Overholt. O jovem já recebeu as duas doses e fuma um charro “uma ou duas vezes por dia”. Apesar de não precisar de ganhar um de presente, diz que a ideia de receber um como prémio por ser vacinado “é muito boa“.

Na primeira meia hora, foram distribuídos entre 150 e 200 cigarros de erva, de um total de 1.500 preparados pelos voluntários.

Várias marcas norte-americanas, principalmente da indústria alimentícia, lançaram nas últimas semanas promoções relacionadas com a vacina: bolinhos fritos, cachorros-quentes ou cervejas são oferecidos em várias partes do país para pessoas que comprovarem ter sido vacinadas contra a covid-19.

AFP // AFP

PARTILHAR

RESPONDER

Coreia do Norte alega que a covid-19 poderia flutuar em balões vindos do Sul

A Coreia do Norte pediu aos seus cidadãos que não leiam panfletos de propaganda enviados através de balões do Sul, alegando que a covid-19 poderia entrar no país através das gotículas. De acordo com a agência …

Autoagendamento a partir dos 60 anos deve arrancar no final da próxima semana

O autoagendamento para a vacinação contra a covid-19 deverá passar a contemplar as pessoas a partir dos 60 anos, em vez dos atuais 65, já no final da próxima semana, adiantou hoje à Lusa fonte …

Emprego, formação e pobreza. Cimeira Social arranca com apelos a mudança para recuperar da crise

A Cimeira Social arrancou, nesta sexta-feira, no Porto, com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE, num evento que pretende definir a agenda social da Europa para a …

Comandos. MP pede condenação de cinco arguidos a penas entre dois e 10 anos de prisão

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação de cinco dos 19 arguidos no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos, em 2016, a penas de prisão entre dois e 10 anos. Nas alegações …

Juventus quer Zidane para o lugar de Pirlo

O insucesso desportivo da Juventus esta temporada deve fazer com que Pirlo saia do clube. Zidane, que também estará de saída do Real Madrid, é o favorito da vecchia signora. Zinédine Zidane estará a pensar seriamente …

“Incompetência e arrogância”. Cabrita está (novamente) debaixo de fogo. Partidos pedem a sua demissão

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, está mais uma vez no centro da polémica. Depois de ter avançado com uma requisição civil para que mais de 20 imigrantes fossem transportados para o Zmar, durante a …

Fernando José é o candidato do PS a Setúbal. Ana Catarina Mendes concorre à Assembleia Municipal

O deputado e vereador socialista Fernando José é o cabeça de lista do PS às próximas eleições autárquicas para a Câmara de Setúbal e Ana Catarina Mendes à Assembleia Municipal, revelou fonte oficial do Partido …

Portugal na zona de queda dos restos do foguetão chinês

O foguete de Longa Marcha chinês que foi lançado a 29 de abril, e agora está a preocupar o mundo. As previsões é que a reentrada na atmosfera se dê até ao próximo dia 9 …

CIP propõe "almofada" pública de 8.000 milhões para resolver moratórias

A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) propôs ao Governo criar uma "almofada" de garantias públicas no valor de oito mil milhões de euros para dar poder às empresas e levar a banca a renegociar os …

Reino Unido. Variante indiana é “preocupante“ e já infetou idosos vacinados

No Reino Unido, já foram encontradas 48 cadeias de transmissão da variante indiana e sabe-se que há transmissão comunitária. A Public Health England classifica esta variante como “preocupante”. A direção geral de saúde de Inglaterra (PHE …