Um ano depois, há 18.265 motoristas Uber (quase tantos como taxistas)

Quase um ano após a entrada em vigor da lei que regula as plataformas eletrónicas de transporte existiam 18.265 motoristas oficialmente certificados, mais do triplo do que em 01 de março, no final do período transitório.

De acordo com dados do Instituto da Mobilidade e dos Transportes, em 15 de outubro estavam certificados 18.265 motoristas, enquanto em 1 de março deste ano, data limite do período transitório para as plataformas eletrónicas de transporte de passageiros se adaptarem à lei que entrou em vigor a 1 de novembro, estavam aptos 5.929 motoristas.

Em relação ao setor do táxi, segundo dados do IMT referentes a 1 de outubro, o número de pessoas com certificado de motoristas de táxi era de 25.785.

A informação do IMT indica que são quase 10 mil as empresas com licença válida para a atividade de táxi (9.951), enquanto o número de veículos com licença válida para a atividade é de 12.553. Em relação aos contingentes dos táxis, o artigo 13 do decreto-lei 251/98, alterado e republicado pela lei 106/2001, prevê que os mesmos sejam fixados pelos municípios.

A maioria dos motoristas, tanto de táxi como de “transporte individual e remunerado de passageiros em veículos descaracterizados a partir de plataforma eletrónica” (TVDE), são portugueses.

Contudo, segundo o presidente da Associação Nacional Parceiros Plataformas Alternativas de Transportes (ANPPAT), há uma grande parcela de cidadãos brasileiros. Miguel Colaço explicou este cenário com o facto de haver em comum a língua portuguesa e a facilidade de comunicação entre todos.

Aquela que ficou conhecida como a ‘lei Uber’ estabeleceu, pela primeira vez em Portugal, um regime jurídico aplicável à atividade de TVDE. A lei 45/2018, que regulamenta as plataformas eletrónicas de transporte em veículos descaracterizados, entrou em vigor em 01 de novembro do ano passado, depois de longos meses de discussão parlamentar e da contestação do setor do táxi.

O diploma permitiu um período transitório de quatro meses de adaptação aos operadores de plataformas, estando os quatro que operam em Portugal – Uber, Cabify, Bolt (anteriormente Taxify) e Kapten (anterior Chauffeur Privé) – todos legalizados. Atualmente há mais três operadores de plataforma eletrónica de TVDE com licença emitida pelo IMT, mas ainda não estão em funcionamento: Its My Ride, Vemja e Biguride.

Para ser parceiro e poder ter automóveis ao serviço das plataformas, é obrigatório constituir uma empresa, pois a lei só permite a atividade a pessoas coletivas, também estas sujeitas a uma licença do IMT (válida por 10 anos) para poderem operar, estando certificados perto de seis mil operadores (5.948), de acordo com dados da autoridade dos transportes.

Também os motoristas a título individual estão obrigados por lei a ter a sua atividade certificada pelo IMT, depois de permanência obrigatória de uma formação de no mínimo de 50 horas.

A taxa para o pedido do licenciamento das plataformas é de 500 euros, enquanto a emissão e revalidação do licenciamento da atividade das empresas com frotas de carros (que trabalham para as plataformas) custará 200 euros.

Os motoristas ligados às plataformas têm de fazer um curso de formação inicial de 50 horas, com componente prática e teórica, e um contrato escrito com um parceiro, que passa a ser a sua entidade empregadora.

Ao contrário dos taxistas, estão impedidos de recolher passageiros na rua sem serem chamados ou circular em faixas ‘bus’ e também não podem parar em praças de táxis. Estão proibidos de estar mais de 10 horas por dia ao volante, independentemente da aplicação para a qual trabalhem.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Onde estão as provas?". Advogado de Brueckner diz que o seu cliente "nunca" irá a julgamento no caso de Maddie McCann

Friedrich Fulscher, advogado de Christian Brueckner, disse este domingo estar "certo" de que o seu cliente, suspeito do desaparecimento da menina britânica Madeleine McCann no Algarve, "nunca" chegará a julgamento. "Onde estão as provas? Porque que …

Detido proprietário de jornal de Hong Kong ao abrigo da lei de segurança nacional

A polícia de Hong Kong fez buscas, esta segunda-feira, ao grupo de comunicação social Next Media, considerado pró-democracia, pouco depois da detenção do seu proprietário, ao abrigo da lei de segurança nacional. Dezenas de agentes das …

Detetado surto de covid-19 em lar do Barreiro. Há pelo menos 47 infetados

Um surto de covid-19 no Lar São José, no Barreiro, contabiliza 47 casos positivos e dois internamentos de idosos, mas a "situação está controlada", disse, este domingo, o delegado de saúde adjunto regional de Lisboa …

Índia regista recorde diário de mortes. Reino Unido atinge marca negra

O novo coronavírus continua a alastrar-se um pouco por todo o mundo. Enquanto alguns países estão a conseguir lidar com a pandemia de covid-19, outros estão a fracassar nessa tarefa. Este domingo, no total, registaram-se 6.106 …

"Um disparate". Presidente nega envolvimento na vinda de Juan Carlos para Cascais

O Presidente da República afirmou que “qualquer pessoa minimamente inteligente e sensata” perceberia que o chefe de Estado não se poderia envolver na questão do rei emérito de Espanha, classificando essa ideia como um "disparate". Em …

Plano do hidrogénio vai sair "muito caro" aos portugueses

Os fundadores da Tertúlia Energia defendem que o plano do hidrogénio do Governo tem várias lacunas e vai custar "muito caro" aos consumidores portugueses. Num artigo publicado no jonal ECO, os fundadores da Tertúlia Energia, Abel …

Governo vai lançar plano para salvar empresas viáveis em dificuldades (e perdoar juros ao Fisco)

O Governo vai lançar um plano para salvar empresas viáveis que será um novo mecanismo temporário para ajudar empresas que se encontrem em situação económica difícil ou em insolvência devido à pandemia. O plano, que se …

Fábio Silva a prazo no Dragão. Avançado deverá sair por 40 milhões

Fábio Silva deverá abandonar o FC Porto dentro dos próximos dias. O jovem avançado permitirá um encaixe de 40 milhões de euros para os cofres portistas. A saída de Fábio Silva do FC Porto parece praticamente …

"Há filhos e enteados?". Marques Mendes arrasa decisão "inacreditável" de realizar festa do Avante

Luís Marques Mendes criticou este domingo a realização da festa do Avante, considerando "inacreditável" que a habitual festa comunista seja realizada no atual contexto da pandemia de covid-19 em Portugal. No seu habitual espaço de …

Varandas só tem espaço para 24 jogadores. Metade será de Alcochete

Com o intuito de reduzir custos, o presidente sportinguista, Frederico Varandas, diz que quer um plantel com 24 jogadores para a próxima época. Cerca de metade são produtos de Alcochete. Frederico Varandas pretende encurtar o plantel …