Uganda. Ativista que desejou a morte do Presidente no útero da mãe foi condenada por obscenidade

Stella Nyanzi, antiga jornalista e investigadora da Universidade de Makerere, no Uganda, já tinha tido problemas por chamar ao Presidente do seu país, Yoweri Museveni, “um par de nádegas”. Em novembro de 2018, disse que o mesmo devia ter morrido no útero da mãe, tendo sido agora condenada por acosso informático e obscenidade.

“Gostava que o pus ácido que inunda o canal vaginal de Esiteri tivesse queimado o seu feto ainda por nascer. Arda tão mal como corroeu toda a moralidade e profissionalismo das nossas instituições públicas no Uganda”, escreveu a ativista, referindo-se à mãe do Presidente, num poema que publicou online.

No seguimento, Stella Nyanzi foi despedida da universidade. Grávida, acabou por perder a criança. Presa numa prisão de alta segurança, foi agora condenada por acosso informático e obscenidade num tribunal, informou o Expresso na segunda-feira.

“A minha presença no vosso tribunal como ré e presa põe em relevo várias facetas da ditadura. Eu expus o entrincheiramento da autocracia. Recuso ser mera espectadora na luta para correr com o pior ditador”, comentou.

O tribunal explicou que ninguém tem o direito de lançar obscenidades contra outra pessoa, independentemente de quem esta seja. Mas dado que Yoweri Museveni se encontra no poder há 33 anos e é há muito tempo alvo de acusações por abuso de direitos humanos e corrupção, ao criticá-lo de forma tão aguerrida, Stella Nyanzi adquiriu um estatuto de heroína popular, bem como a solidariedade de instituições como a Amnistia Internacional (AI), que através de um representante exigiu agora a sua libertação.

“Stella Nyanzi foi criminalizada unicamente pelo seu élan criativo no uso de metáforas e o que pode ser considerado linguagem insultuosa para criticar a liderança do Presidente Museveni”, disse a AI.

“O mero facto de formas de expressão serem consideradas insultuosas para uma figura pública não é motivo suficiente para penalizar alguém. Os servidores públicos, incluindo aqueles que exercem a mais elevada autoridade política, estão legitimamente sujeitos a crítica e oposição politica“, concluiu.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …

Simone Biles: "Deveria ter desistido muito antes dos Jogos Olímpicos"

"Uma mulher preta tem que ser a melhor, as pessoas tentam menosprezar", lamentou a multi-campeã olímpica de ginástica. Simone Biles não conquistou qualquer medalha de ouro nos Jogos Olímpicos deste ano mas foi a atleta mais …

Mãe e filho de 2 anos morrem à porta do estádio. Jogo decorreu normalmente

Queda aconteceu pouco antes de começar um jogo da Major League Baseball, em San Diego. O desporto passou para segundo plano na tarde deste domingo, pouco antes de um jogo de beisebol, nos Estados Unidos da …

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …

Dupla de cientistas apresenta uma nova abordagem para reciclar plástico

Um novo estudo oferece uma abordagem totalmente nova para reciclar plástico, tendo sido inspirada na forma como a natureza naturalmente "recicla" os componentes dos polímeros orgânicos presentes no ambiente. As proteínas são um dos principais compostos …