Há um truque cientificamente provado para se lembrar de tudo (ou quase)

Se precisar de se lembrar de algo, o que poderá fazer para ter a certeza de que não se esquece é… desenhar. Segundo um novo estudo, o desenho pode ser uma ajuda mais eficaz do que escrever.

A fim de evitar que uma tarefa seja esquecida, a maior parte das pessoas recorre ao hábito de a anotar. No entanto, a probabilidade de se lembrar de algo importante pode ser maior se fizer um desenho, segundo uma investigação levada a cabo por investigadores canadianos.

A equipa de cientistas realizou várias análises cognitivas a um grupo de jovens adultos e idosos, concluindo que ilustrar é um método extremamente eficiente para ajudar a reter novas informações, principalmente no caso de pessoas com idade avançada. As conclusões foram publicadas recentemente na Experimental Aging and Research.

Os investigadores estão animados com este novo estudo e convencidos de que esta descoberta pode ser uma grande ajuda em tratamentos para problemas de memória, como o Alzheimer.

Em estudos anteriores, os cientistas já tinham detetado que o desenho é uma interessante estratégia de codificação de informações, muito eficaz para jovens adultos, proporcionando maiores benefícios de memória do que outras técnicas semelhantes.

Nesta nova investigação, a equipa decidiu analisar se esta técnica produzia os mesmos resultados satisfatórios em adultos mais velhos.

“Estávamos especificamente interessados em determinar o quão benéfico poderia ser a prática do desenho para reter informações na população de adultos mais velhos, já que esta faixa etária experimenta declínios significativos no funcionamento da memória“, afirmou Melissa Meade, uma das autoras do estudo.

Durante a experiência, os cientistas compararam diferentes técnicas. Foram analisados 30 participantes, divididos em dois grupos: estudantes do ensino superior e idosos. Os voluntários podiam desempenhar tarefas diferentes para memorizar palavras, desde a escrita ao desenho, ou até fazer uma lista de atributos físicos relacionados com a palavra em causa.

Depois da atividade, a memória dos participantes foi avaliada. Os cientistas descobriram então que ambos os grupos mostraram melhor retenção quando recorreram ao desenho, sendo que o desempenho foi ainda maior entre os idosos.

Desta forma, mais do que todas as outras técnicas testadas, o desenho otimizou a memória do grupo composto por adultos mais velhos. Com base nestas evidências, a equipa concluiu que o desenho melhora a memória e a simplicidade desta estratégia significa que poder ser usada nos mais variados ambientes.

Quando envelhecemos, a retenção de novas informações diminui devido à deterioração das estruturas cerebrais envolvidas na memória, como o hipocampo e os lobos frontais. O desenho é particularmente importante para pessoas com demência dado que faz um melhor uso das regiões do cérebro que ainda estão preservadas.

Quando desenhamos, usamos a parte relacionada com a visão espacial, uma parte do cérebro que é mantida em pleno funcionamento até mesmo durante o envelhecimento.

LM, ZAP // ScienceAlert

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite,
    Agradecia q me dessem o significado de “canadenses”. Das Canárias, derivados de canas..?…..
    Obrigado e as melhorias na tradução!

  2. Então quando alguém lê um livro (como Sapiens, ou O Poder do Hábito, ou Origens, ou outro qualquer) o que, ou como ele(a) deveria desenhar?

RESPONDER

Arménia e Azerbaijão "à beira de uma guerra". Confrontos fazem pelo menos 39 mortos

Os combates deste domingo entre o Azerbaijão e as forças separatistas apoiadas pela Arménia, em Nagorno-Karabakh, fizeram pelo menos 39 mortos, incluindo sete civis, de acordo com informações de ambas as partes. Pelo menos mais 15 …

Paulo Bento substitui Santana Lopes à frente da Aliança

O antigo vereador da câmara de Torres Vedras Paulo Bento substitui este domingo Pedro Santana Lopes como presidente do partido Aliança após a eleição no congresso que terminou naquela cidade do distrito de Lisboa. Paulo Bento, …

Modelo matemático de Alan Turing explica os misteriosos "círculos de fada" da Namíbia

Os impressionantes padrões de vegetação dos "círculos de fada" australianos surgem de acordo com a teoria de 1952 enunciada pelo célebre matemático britânico Alan Turing. Em 1952, quando o matemático britânico Alan Turing publicou o seu …

Cientistas descobrem novo tipo de supercondutor

Uma equipa de cientistas identificou, pela primeira vez, um supercondutor de onda G. A investigação marca um grande desenvolvimento nesta área da Física. Investigadores da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, encontraram um novo tipo de …

Astrónomos provam que há água "presa" na poeira interestelar

As partículas de poeira no Espaço estão cobertas de gelo. Esta descoberta facilita as tentativas futuras de identificar a estrutura e composição da poeira em diferentes ambientes astrofísicos. O meio interestelar é composto por gás e …

Rochas antigas de Vénus apontam para origem vulcânica

Uma equipa internacional de investigadores descobriu que alguns dos terrenos mais antigos de Vénus, conhecidos como "tesserae", têm camadas que parecem consistentes com atividade vulcânica. A descoberta pode fornecer informações sobre a enigmática história geológica …

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …