Trump pede à ONU atribuição de sanções à China por ter “ocultado factos relevantes”

Stefani Reynolds / EPA

O Presidente dos EUA, Donald Trump, exortou hoje as Nações Unidas a “pedirem responsabilidades à China” pela sua atuação na fase inicial da expansão da pandemia de covid-19.

Na sua intervenção durante o debate geral da 75.ª sessão da Assembleia Geral da ONU, Trump fez duras críticas à atuação da China perante a pandemia, acusando o país asiático de não ter alertado para os riscos reais da propagação do novo coronavírus e de ter “ocultado factos relevantes” sobre a crise sanitária.

O Presidente dos EUA incitou ainda as Nações Unidas a sancionarem a China pela sua atuação durante a pandemia, antes de lançar vários outros ataques a Pequim, nomeadamente na área ambiental, acusando o Governo chinês de ser o principal poluidor dos oceanos, depositando muitas toneladas de plástico nas águas.

Donald Trump aproveitou a sua intervenção para fazer um elogio ao papel dos EUA na “restauração da paz mundial”, lembrando a mediação nos acordos entre Israel e o Bahrein e os Emirados Árabes Unidos.

“Estamos a criar um novo Médio Oriente”, disse Trump, alegando que os acordos israeliano-árabes são igualmente positivos para a paz no planeta e que vai lutar para que surjam novos tratados.

“Somos líderes na defesa dos direitos humanos”, disse Trump, invocando os tratados com vários países da América central, na defesa dos interesses dos migrantes que cruzam fronteiras, fugindo de atrocidades de outros países.

Trump falou ainda da retirada de tropas norte-americanas do Afeganistão, como uma prova de que os Estados Unidos estão envolvidos em soluções de pacificação de conflitos, apesar do seu poderio militar.

“Somos a maior potência militar. Temos as mais poderosas e avançadas armas. Esperamos nunca ter de as usar”, disse Trump, invocando o enorme investimento que os EUA têm feito no desenvolvimento militar.

Trump disse ainda que os EUA foram responsáveis pela “eliminação a 100%” do Estado Islâmico e pelo endurecimento no combate ao terrorismo em várias partes do mundo.

“A prosperidade dos Estados Unidos é a base da prosperidade do mundo”, concluiu o Presidente norte-americano, prometendo continuar a lutar pela paz e pelo desenvolvimento.

Trump disse que os EUA estão na busca de uma vacina para a covid-19, que será aplicada em massa logo que esteja disponível, garantindo que o país vai “eliminar o vírus. Vamos vencer a pandemia”.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O segredo da Coreia do Sul para combater a covid-19? Tecnologia de ponta e toque humano

O sucesso da Coreia do Sul a combater a pandemia de covid-19 não assentou apenas no recurso à tecnologia de ponta — também envolveu o tradicional toque humano. De acordo com um recente relatório da Câmara …

Governo: voto contra do Bloco é "definitivo". Marcelo diz que chumbo provoca dissolução

O Governo afirmou este domingo que entendeu o anúncio de voto contra por parte do BE como “uma posição definitiva”, remetendo eventuais novas negociações com este partido para a fase da especialidade do Orçamento do …

Soldados do exército chinês alinhados.

Chinesas querem "empregos de homem" — mas o sistema educacional corta-lhes as asas

Várias escolas, academia e universidades chinesas impõe cotas que limitam o acesso de estudantes do sexo feminino. Mulheres têm de tirar notas mais altas do que os homens para entrar. Um pouco por todo o mundo …

"A Escola de Atenas", quadro de Rafael Sanzio.

Ideias da filosofia grega podem ter-nos conduzido às alterações climáticas

Algumas das ideias defendidas por antigos filósofos gregos podem ter conduzido a civilização rumo às alterações climáticas. Incêndios florestais causados por ventos crescentes e um calor sem precedentes cercaram Atenas, Grécia, no verão passado, cobrindo os …

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …