Três sarcófagos com 3.500 anos encontrados numa necrópole do Egito

Uma equipa de arqueólogos franceses, liderada por Frederic Colin, da Universidade de Estrasburgo, encontrou três sarcófagos de madeira com cerca de 3.000 anos no Egito, anunciou o Ministério das Antiguidades do Egito. 

Os achados foram descobertos na necrópole de Asasif, na margem ocidental do rio Nilo em Tebas, perto de Deir el Bahari, no Egito, detalha o Egypt Today.

Os três túmulos, todos encontrados em boas condições de conservação e com vários hieróglifos pintados, pertencem à XVIII dinastia, que reinou entre 1500 e 1295 a.C, de acordo com a informação avançada pelo Ministério das Antiguidades.

Um dos sarcófagos, que tem 1,8 metros de comprimento, foi pintado a branco e castanho não tem qualquer inscrição que indique a quem pertencem os restos mortais que guarda; o segundo, com 1,9 metros, foi pintado em amarelo e pertence a uma mulher chamada Rao; o terceiro e último, de 1,95 metros, está adornado com decorações coloridas e contém os restos mortais de uma outra mulher, T Abu.

No mês passado, uma equipa de arqueólogo encontrou em Luxor uma área de produção artesabal especializada do período do Novo Reino de Egito. Foram encontradas 30 oficinas que datam dos séculos XVI e XII a.C.

Nos últimos meses, o Egito tem anunciado uma série de descobertas da Antiguidade, na esperança de animar a indústria turística do país, fonte primária de rendimento nacional. O setor foi muito afetado na última década pela instabilidade que se seguiu à turbulência popular de 2011, que derrubou o então ditador de longa dara Hosni Mubarak.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Não deixa de ser algo estranho reportarem-se tantas desobertas “de repente”.
    Seriam já conhecidas e mantidas “debaixo dos panos”?
    Ou há um muito maior número de equipas e tecnologia (LIDAR?) a trabalhar no terreno?
    Apenas a vertente de refomentar o turismo tradicional não parece assim evidente pois, sem condições objectivas de segurança, não haverá volta aos níveis antigos.
    Ou será o resultado de um fomento do turismo científico?

    • Faça como eu e ria à gargalhada sobre o que eles escrevem, ora é assim e depois é assado e sempre alteram a opinião. Deixe-os falar que a gente finge que a gente acredita nas petas deles.

    • O governo egípcio vem aumentando o financiamento dessas pesquisas para haver aumento do turismo (apos a queda dos últimos anos… pesquisem)

  2. Faça como eu e ria à gargalhada sobre o que eles escrevem, ora é assim e depois é assado e sempre alteram a opinião. Deixe-os falar que a gente finge que a gente acredita nas petas deles.

RESPONDER

Propinas serão ajustadas se as instituições não garantirem ensino à distância

O pagamento de propinas no ensino superior será ajustado caso as instituições não consigam garantir o ensino à distância durante o período de contenção de covid-19, segundo um projeto-lei do PAN aprovado no Parlamento. “O valor …

Operação "Páscoa em Casa" já arrancou. Até segunda-feira, não pode sair do seu concelho de residência

Circulação proibida fora do concelho de residência e aeroportos encerrados. Arrancou à meia-noite desta quinta-feira a aplicação das medidas decretadas pelo Governo para o período pascal - 9 a 13 de abril -, visando reduzir …

Encontrado no fundo do mar um organismo "sobrenatural" tão grande como um prédio de 11 andares

Uma equipa de investigadores capturaram imagens de um organismo "sobrenatural" nas águas da costa da Austrália Ocidental. Uma equipa a bordo de RV Falkor, o navio de investigação principal do Schmidt Ocean Institute, localizou o organismo, …

Há 1.400 anos, uma estranha luz vermelha apareceu no Japão (e já sabemos o que era)

O registo mais antigo de um fenómeno astronómico observado no Japão deixou uma marca importante na história japonesa e na literatura clássica. O fenómeno data de 30 de dezembro de 620 e há séculos que …

Cientistas convertem água em combustível solar

Uma equipa de investigadores britânicos usou uma metodologia única que permite transformar água em combustível solar, que pode ser uma solução para energia renovável. Esta metodologia única utilizada por uma equipa de cientistas da Universidade de …

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …