Desta vez, é um tratamento para a osteoporose que pode curar calvície

Um medicamento utilizado para o tratamento da osteoporose poderá curar a calvície. De acordo com um estudo, cerca de quatro em cada 10 homens sofrem desta condição até aos 45 anos.

A calvície (alopecia androgenética ou AAG) é um problema difícil de contornar. No entanto, investigadores britânicos mostraram que um medicamento para a osteoporose poderá ser a resposta.

Num estudo, publicado esta terça-feira na PLOS Biology e liderado pelo investigador da Universidade de Manchester Nathan Hawkshaw, os cientistas mostraram que o medicamento para a osteoporose estimula o crescimento capilar até três vezes em relação a medicamentos com propriedades específicas para tratar a calvície.

Os cientistas decidiram estudar o fármaco Ciclosporina A (CsA), usado normalmente como imunossupressor, que estimula o crescimento dos folículos pilosos, em laboratório. O CsA aumenta inesperadamente o cabelo devido à atividade da proteína SFRP1, responsável por prevenir o crescimento de folículos capilares.

No entanto, este fármaco não pode ser utilizado para estes fins devido aos seus efeitos secundários extremos. A esperança está na variação do medicamento, descoberta pelos investigadores, que é mais eficaz a localizar a proteína e a evitar a perda de cabelo. Trata-se do modelo WAY-316606, um fármaco destinado ao combate à osteoporose.

A investigação foi realizada a partir de amostras de folículos capilares do couro cabeludo de mais de 40 pacientes que tinham realizado transplantes capilares. Nos testes com o medicamente, os investigadores aperceberam-se que os folículos doados cresceram cerca de dois milímetros em apenas seis dias, nota a Sábado.

“Os nossos testes mostram que o WAY-316606 é uma alternativa terapêutica eficaz para o tratamento de crescimento capilar. Além disso, o fármaco estimula também a produção de queratina, uma proteína que protege o cabelo” afirmou Nathan Hawkshaw.

Esta descoberta pode, assim, marcar a diferença na fervorosa luta contra a calvície masculina, já que pode ajudar a originar medicamentos mais eficazes e com menos efeitos secundários.

Atualmente, existem apenas dois medicamentos aprovados pela Agência Federal norte-americana (FDA) para travar esta condição: o minoxidil e a finasterida. No entanto, ambos são conhecidos pelos seus efeitos secundários e por não serem muito eficazes, restando aos pacientes como única opção o transplante de cabelo.

Agora, os investigadores vão realizar testes clínicos de forma a perceber se este medicamento pode ser utilizado em humanos e se é realmente eficaz.

Segundo o mesmo estudo, cerca de quatro em cada 10 homens sofrem de AAG até aos 45 anos e esse número sobre para os dois terços na chegada aos 60 anos.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A ciclosporina é usada há muitos anos nos transplantados e também nos doentes extremos de psoríase. A questão é que este ativo destrói o figado ou orgãos associados. Recordo que já morreu gente dessa forma em Portugal que, em desespero, não fizeram controle e uma administração moderada. Muito cuidado !!!

RESPONDER

Demissão em bloco dos chefes de equipa de urgência do hospital D. Estefânia

Os chefes de equipa de urgência do hospital D. Estefânia, em Lisboa, consideram que houve "quebra do compromisso" feito pela instituição de contratar mais médicos. O anúncio, feito esta quarta-feira, refere que os médicos consideram que …

Lidl aumenta salário mínimo para 670 euros

O Lidl decidiu aumentar “para 670 euros o valor do ordenado de entrada” no primeiro ano na empresa, acima do salário mínimo nacional, que é de 600 euros. O Lidl Portugal anunciou esta terça-feira que …

Sindicato dos estivadores prolonga greve até 2019

O Sindicato Nacional dos Estivadores e Atividade Logística (SEAL) vai avançar com o pré-aviso para que a greve às horas extraordinárias dos estivadores do Porto de Setúbal continue em 2019 por tempo indeterminado. A greve às …

Time elege Khashoggi e outros jornalistas "guardiões da verdade" como personalidades do ano

O jornalista saudita Jamal Khashoggi, assassinado a 2 de outubro deste ano no consulado da Arábia Saudita em Istambul, é uma das personalidades do ano eleitas pela revista norte-americana Time. O colunista do Washington Post, voz …

Função Pública: Nova modalidade pré-reforma propõe 25% a 100% do salário-base

O Governo quer avançar com uma nova modalidade de pré-reforma na Função Pública, permitindo assim que os funcionários com 55 anos ou mais possam deixar de trabalhar, mantendo parte do salário. O Governo quer avançar com …

Trump ameaça paralisar Governo caso não consiga fundos para o muro. Norte-americanos preferem que desista

O Presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou nesta terça-feira paralisar o próprio Governo caso não consiga fundos suficiente para a construção do muro na fronteira com o México, iniciativa contestada pelos democratas.  “Se não conseguir o que …

"Coletes Amarelos" chegam a Portugal a 21 de dezembro e querem parar o país

O evento, marcado para o dia 21 de dezembro e inspirado nos "Coletes Amarelos" franceses, ganha cada vez mais dimensão nas redes sociais: mais de 13 mil pessoas confirmaram presença. Depois de França, é a vez …

Ministério Público abre inquérito às incongruências no currículo de candidata à JS

O Ministério Público de Lisboa abriu um inquérito ao casos dos erros e incongruências no currículo de Maria Begonha, candidata à liderança da Juventude Socialista. O Ministério Público abriu um inquérito ao caso dos erros e …

"Agora, só falo de anos aos 100". Ninguém sabe como Marcelo vai celebrar os 70

Marcelo Rebelo de Sousa cumpre hoje 70 anos de vida e, como não é nada habitual, não tem agenda oficial, deixando de lado os compromissos como Presidente da República, e até recusou dar entrevistas, afastando-se …

Atentado em Estrasburgo faz três mortos. Atirador ainda em fuga

A França está em estado de "Alerta Atentado", depois do tiroteio em Estrasburgo. O atirador que matou 3 pessoas estava sinalizado por radicalização e continua em fuga. O movimento "Coletes Amarelos" lança no ar uma …