Associação quer que os testes em eventos culturais sejam gratuitos

A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais.

A Associação Espetáculo – Agentes e Produtores Portugueses defendeu, este domingo, que os testes de diagnóstico à covid-19 devem ser gratuitos em eventos culturais e, como contrapartida à obrigatoriedade, pedem um aumento da lotação das salas.

“Não pode ser um custo nem nosso nem dos espetadores fazer esses testes. Há vários espetáculos já programados, com bilhetes vendidos e não podemos mudar as regras do jogo”, disse à Lusa, Rafaela Ribas, da direção da associação.

“Esses testes, compreendemos que sejam necessários, mas têm de permitir o aumento de lotação das salas. A contrapartida que precisamos que exista é um aumento da lotação das salas”, acrescentou.

Em comunicado, a Associação Espetáculo considerou “particularmente grave e irresponsável” a decisão do Conselho de Ministros, da passada quarta-feira, que obriga a realização de testes de diagnóstico à covid-19 para a entrada em eventos desportivos e culturais e participação em eventos familiares, incluindo casamentos e batizados.

Na conferência de imprensa a seguir ao Conselho de Ministros, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, explicou que cabe à Direção-Geral da Saúde (DGS) definir o número de participantes por evento a partir do qual é exigida a realização de teste à covid-19.

Questionada pela agência Lusa, Rafaela Ribas disse que a Associação Espetáculo desconhece as regras da testagem obrigatória para os eventos culturais e também não sabe quais as conclusões da realização dos eventos-piloto, ocorridos em abril e maio em Braga, Coimbra e Lisboa.

Esse eventos-piloto tinham como objetivo, segundo o Governo, definir “novas orientações técnicas e a realização de testes de diagnóstico de SARS-CoV-2 para a realização de espetáculos e festivais”.

Certo é que muitos dos festivais de verão foram adiados para 2022, entre os quais o Rock in Rio Lisboa, Alive (Oeiras), Músicas do Mundo de Sines, Super Bock Super Rock (Sesimbra), CoolJazz (Cascais), Primavera Sound (Porto) e Boom Festival (Idanha-a-Nova).

E a programação cultural retomada, depois de dois períodos de confinamento, tem acontecido com lotação reduzida e em horários alterados, por causa das regras de contenção da pandemia definidas pelo Governo.

Há uma “paragem quase total na venda de bilhetes”

Rafaela Ribas recorda que “o setor demonstrou ser muito cumpridor de todas as regras, demonstrou que não houve contaminação e surtos” em todas as atividades culturais já realizadas, pelo que a lotação dos espetáculos deveria ser alargada perante a obrigatoriedade de realização de testes.

Segundo a empresária, a decisão de quarta-feira do Conselho de Ministros provocou “uma paragem quase total na venda de bilhetes”.

“Os espetadores veem que vai ser preciso testar em eventos, há muita incerteza e isso leva a uma retração da compra e, neste momento, as bilheteiras estão paradas a aguardar uma definição melhor”, lamentou.

A Associação Espetáculo pede um período transitório, nunca inferior ao início de julho, para a aplicação da obrigatoriedade de realização de testes para acesso a eventos culturais, para que os promotores se possam adaptar.

Defende ainda que os testes devem ser garantidos pelo Estado e realizados “por entidades creditadas para o efeito, fora do âmbito dos recintos dos espetáculos”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hong Kong. Veredicto de culpado no primeiro julgamento sob a lei de segurança nacional

A primeira pessoa acusada e julgada de acordo com a lei de segurança nacional de Hong Kong foi esta terça-feira considerada culpada de terrorismo e incitação à secessão, numa decisão histórica que estabelece um precedente …

Medina queixa-se dos juízes: "Há coisas que não dá para entender"

Dia de emoções diferentes para o Brasil, no surf. O primeiro campeão olímpico na modalidade é brasileiro mas Gabriel Medina nem chegou à final; e não gostou da pontuação na meia-final. Aí está a primeira medalha …

Estado demora dois anos a pagar aos fornecedores

Atrasos nos pagamentos têm vindo a diminuir, com muitos organismos a conseguir cumprir os 60 dias previstos pela lei. À semelhança do que acontece com os prazos, também os valores em dívida apresentam uma tendência …

Ministra da Saúde abre a porta à presença de público na Supertaça

A Supertaça, entre Sporting e Sporting de Braga e agendada para sábado, pode vir a ter adeptos nas bancadas, admitiu a ministra da Saúde, esta terça-feira, descrevendo o jogo como um possível "evento-teste". "Em relação ao …

Escolas avançam para a "desmaterialização dos manuais"

"As escolas estão já a avançar para a desmaterialização dos manuais e materiais clássicos da aprendizagem", indicou esta segunda-feira o vice-presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), David Sousa, a …

Marcelo sai do Infarmed "irritantemente otimista". "Onde avança a vacina, o vírus recua"

O Presidente da República elogiou, esta terça-feira, o processo de vacinação, considerando que "é excecional" o ritmo a que tem avançado, e declarou-se "irritantemente otimista", expressão que antes atribuía ao primeiro-ministro. "Eu agora também estou, como …

EUA. Casos de covid-19 podem ter sido subestimados em 60%

O número de casos de covid-19 nos Estados Unidos (EUA) pode ter sido subestimado em até 60%, com as infeções relatadas a representarem "apenas uma fração do número total estimado". Esta é a conclusão de um …

Portugal com mais seis mortes e 2316 novos casos de covid-19

Portugal registou, esta terça-feira, mais seis mortes e 2316 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 2316 novos …

Um quarto dos processos às companhias aéreas por falta de testes à covid já resultou em multas pagas

A Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) instaurou, entre 2020 e a semana passada, 539 processos a 40 companhias aéreas por transportarem passageiros para o território nacional sem o respetivo teste negativo à covid-19. Cerca …

Colômbia pede que a Venezuela seja declarada como país promotor do terrorismo

A Colômbia pediu esta segunda-feira aos EUA que declarem a Venezuela como país promotor do terrorismo por alegadamente "proteger" guerrilheiros colombianos do Exército de Libertação Nacional (ELN) e do Grupo Armado Residual (Gaor 33, composto …