Ter filhos torna as pessoas mais felizes (mas só depois de saírem de casa)

Vários estudos têm concluído que as pessoas sem filhos estão mais satisfeitas com as suas vidas do que aquelas que não os têm. Mas uma nova investigação constata que os pais e mães são mais felizes do que quem não tem filhos a partir do momento em que os rebentos deixam o ninho.

A maioria dos estudos nesta área tem sido feita com pais que ainda vivem com os seus filhos e, nestes casos, as conclusões têm apontado para um maior grau de satisfação destas pessoas, comparativamente com aquelas que não têm filhos, nomeadamente devido à falta de tempo livre, de sono e de dinheiro.

Mas uma nova pesquisa realizada na Universidade de Heidelberg na Alemanha decidiu debruçar-se sobre os pais cujos filhos já não vivem com eles, analisando dados de um inquérito que questionou 55 mil pessoas de 16 países europeus, com 50 anos ou mais, sobre o seu bem-estar emocional.

Os resultados publicados no jornal científico PLOS One revelam que estas pessoas cujos filhos já saíram de casa têm um maior grau de satisfação com as suas vidas e poucos sintomas de depressão, relativamente a pessoas da mesma idade sem filhos.

Estes dados sugerem que os filhos que não vivem com os pais são “importantes fornecedores de apoio social aos seus pais na velhice“, como apontam os autores do estudo.

O investigador que liderou a pesquisa, Christoph Becker, constata na New Scientist que quando saem de casa, os filhos acabam por “dar algo de volta” aos pais, como cuidadores e até apoiando-os financeiramente. Além disso, deixam de representar um fardo e de ser uma fonte de stress para os pais.

“O papel dos filhos como cuidadores, apoio financeiro ou, simplesmente, como contacto social pode superar os aspectos negativos da parentalidade”, realça Becker.

O investigador norte-americano Nicholas Wolfinger da Universidade de Utah, nos EUA, refere à New Scientist que neste país se verificam os mesmos resultados, depois de ter analisado dados relativos a 40 anos de um inquérito social.

Wolfinger alerta ainda que se os pais não quiserem esperar que os filhos saiam de casa para serem mais felizes, devem mudar-se para países como Portugal, Noruega e Suécia, onde há melhores apoios sociais na parentalidade, designadamente licença parental remunerada e abonos de família. Um estudo de 2016 concluiu que nestes países, as pessoas com filhos em casa são ligeiramente mais felizes do que as que não têm filhos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Após a foto tem um erro no texto:
    Vários estudos têm concluído que as pessoas ***sem*** filhos estão mais satisfeitas com as suas vidas do que aquelas que não os têm
    Acho que seriam pessoas *COM* filhos

RESPONDER

Governo discute hoje "estatuto do artista", mas setor mantém as críticas

O Conselho de Ministros desta quinta-feira será dedicado “de forma transversal” à Cultura, conforme indiciou o primeiro-ministro. Numa altura em que este setor está significativamente fragilizado por efeito da crise pandémica, o Executivo deverá aprovar …

Há três portugueses na calha para substituir Espírito Santo no Wolverhampton

O Wolverhampton prepara uma possível saída de Nuno Espírito Santo e tem três portugueses na calha: Vítor Pereira, Bruno Lage e Rui Faria. Ultimamente tem-se falado muito da possibilidade de Nuno Espírito Santo abandonar o Wolverhampton …

PS, BE e CDS alargam direitos dos independentes. “Não é luz verde, é amarela”

As alterações às leis eleitorais têm aprovação garantida em plenário por maioria absoluta nesta quinta-feira. Independentes podem concorrer à Câmara e Assembleia Municipal com o mesmo nome, símbolo e sigla, mas não a todas as …

Aos 29 anos, "sucessor" de Mourinho estreia-se a vencer e faz história

Ryan Mason, o novo treinador interino do Tottenham, estreou-se a ganhar e tornou-se o treinador mais jovem da história da Premier League. Com a saída de José Mourinho do Tottenham, esta segunda-feira, Ryan Mason assumiu interinamente …

PS-Porto traça perfil de candidato e currículo de Barbosa Ribeiro encaixa como uma luva

O PS traçou o perfil do candidato que quer ver concorrer pelo partido à Câmara Municipal do Porto. O presidente da Comissão Política do PS do Porto, Tiago Barbosa Ribeiro, encaixa na perfeição. Nos últimos tempos, …

Moedas usa o nome de Sócrates para atacar Medina. PS acusa-o de “tirar proveito“ das buscas na CML

Numa altura em que a corrida autárquica se torna cada vez mais feroz, depois de serem conhecidos os motivos das buscas à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas enviou um comunicado às redações em que se …

Enquanto clubes pedem desculpa, Florentino contra-ataca e não desiste da Superliga

O presidente do Real Madrid e da Superliga, Florentino Pérez, manifestou-se na quarta-feira "triste e dececionado" com a suspensão da nova competição europeia de futebol, mas também "surpreendido" com a campanha orquestrada pelo presidente da …

Governo estuda compra de mais vacinas de ARN mensageiro para evitar atrasos

As autoridades de saúde portuguesas estão a estudar a compra de mais vacinas de ARN mensageiro, que até agora não têm revelado efeitos secundários tão graves como a vacina da AstraZeneca e da Johnson & …

O bumerangue pode ter tido mais do que uma função

Investigadores sugerem que o bumerangue pode ter tido mais do que uma função para os australianos aborígenes, como por exemplo moldar ferramentas de pedra. A análise microscópica da superfície de mais de 100 bumerangues de madeira …

Ministério Público e defesa de Sócrates concordam: Ivo Rosa fez uma alteração ilegal à acusação

O Ministério Público (MP) e a defesa de José Sócrates já pediram a nulidade da decisão instrutória do juiz Ivo Rosa no processo judicial da Operação Marquês. Os dois requerimentos defendem que o juiz fez …