Ter (ou não) um cão pode estar escrito no seu ADN

Ter ou não ter cão? Eis a questão cuja resposta pode estar escrita nos seus genes. Pela primeira vez, a Ciência prova que a genética pode ter uma palavra a dizer na decisão de ter ou não um amigo de quatro patas.

Uma equipa de cientistas britânicos e suecos analisou uma base de dados de hereditariedade de 35.035 pares de gémeos do Registo Sueco. O mais recente estudo sugere que a variação genética explica mais de metade da variação na posse de cães, isto é, a escolha de ter um cão em casa é fortemente influenciada pela composição genética de um indivíduo.

Os cães foram o primeiro animal domesticado e mantiveram uma relação próxima com o seu humano durante, pelo menos, 15.000 anos. Hoje, os cães são animais de estimação muito presentes na nossa sociedade, aumentando quer o bem-estar quer a saúde dos seus donos.

A equipa de cientistas comparou a composição genética dos gémeos com o objetivo de determinar se a possa deste animal tem uma componente hereditária. Os resultados foram publicados na Scientific Reports.

“Ficamos surpresos ao perceber que a composição genética parece ter uma influência significativa no facto de possuir um cão. Estas descobertas têm implicações importantes em vários campos relacionados à compreensão da interação cão-homem ao longo da História, uma vez que, apesar dos cães e de outros animais serem membros comuns em todo o mundo, pouco se sabe sobre de que forma afetam a nossa vida diária”, afirmou Tove Fall, principal autor do estudo e professor da Uppsala University, na Suécia.

“Desconfiamos de que algumas pessoas têm uma propensão inata para cuidar de um animal de estimação”, remata o cientista.

Carri Westgarth, co-autora e professora da University of Liverpool, no Reino Unido, acrescenta que estes resultados são “muito importantes, pois sugerem que os supostos benefícios para a saúde de ter um cão em casa podem ser parcialmente explicados por diferentes genéticas”.

Estudar gémeos

Segundo o EurekAlert, estudar gémeos é um método conhecido para desvendar as influência do ambiente e dos genes na nossa biologia e comportamento. Como os gémeos idênticos compartilham o seu genoma inteiro, e gémeos não idênticos compartilham apenas metade da variação genética, comparações dentro do par podem revelar se a genética desempenha ou não um papel em determinada questão.

Neste caso, os cientistas descobriram que as taxas de concordância da posse de cães são muito maiores em gémeos idênticos do que em não-idênticos – o que sustenta a suspeita de que a genética desempenha mesmo um papel importante na escolha de ter ou não um cão.

“O próximo passo é tentar identificar quais as variantes genéticas que afetam esta escolha” e de que forma se relacionam com os traços de personalidade e outros fatores, como alergia, por exemplo, explica Patrik Magnusson, também autor do estudo e professor no Karolinska Insitutet, na Suécia.

“O estudo tem grandes implicações para a compreensão da história profunda e enigmática da domesticação de cães”, diz o zooarqueólogo e co-autor do estudo Keith Dobney, da University of Liverpool.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Julgamento de Rui Pinto arranca dia 4 de setembro

O pirata informático português Rui Pinto vai a julgamento no dia 4 de setembro, escreve a Sábado. O alegado autor do Football Leaks responde por 90 crimes de acesso indevido, violação de correspondência, acesso ilegítimo, …

PCP anuncia voto contra no Orçamento Suplementar

Apesar da abstenção na votação inicial, o PCP anunciou que vai votar contra o Orçamento Suplementar na votação final marcada para esta sexta-feira. "Concluída a votação na especialidade verifica-se que os aspetos negativos da proposta do …

Figura em pedra com mais de dois mil anos descoberta em Miranda do Douro

O acaso colocou a descoberto em Duas Igrejas, no concelho de Miranda do Douro, uma figura zoomórfica que representa um berrão (porco) e que os arqueólogos datam entre os séculos IV e I a.C., foi …

FBI prende Ghislaine Maxwell, ex-namorada de Jeffrey Epstein

A ex-namorada de Jeffrey Epstein, Ghislaine Maxwell, foi esta quinta-feira detida pelo FBI. A mulher de 58 anos é acusada de ajudar a montar uma rede de tráfico de mulheres. O FBI deteve, esta quinta-feira, Ghislaine …

Polícia italiana apreendeu 14 toneladas de anfetaminas. Droga foi produzida pelo Estado Islâmico

As autoridades italianas apreenderam na quarta-feira 14 toneladas de anfetaminas produzidas na Síria por membros do Estado Islâmico, cujos lucros serviriam para reativar as suas operações. "É um facto que o Daesh [Estado Islâmico] utiliza a …

Câmara de Lisboa defende fim do financiamento público às touradas

A Câmara de Lisboa defendeu hoje a criação de legislação que impeça o financiamento público de espetáculos que "causem sofrimento animal", salientando que as touradas incluem "atos de violência". Numa moção “pelo fim de espetáculos com …

Acordo entre Neeleman e Governo já só depende da confirmação da Azul

O acordo entre David Neeleman e o Governo está prestes a concretizar-se, escreve o Expresso. Aparentemente já só falta a confirmação da Azul para garantir o acordo. Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada …

Medina recua e diz que "há convergência total" com Governo no combate à pandemia

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse hoje que “há convergência total” com o Governo no combate à pandemia de covid-19, recusando que as críticas que fez à atuação das autoridades de saúde …

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

O PAN considera que "o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar", ainda que apresente fragilidades como a "invasão da vida pessoal". O PAN agendou para sexta-feira …

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …