Indícios de uma enorme tempestade solar podem ter sido encontrados em escrituras assírias

Um conjunto de escrituras assírias podem ter referências a uma enorme tempestade solar. O fenómeno foi de tal ordem que deixou vestígios até aos dias de hoje.

Análises recentes encontraram indícios de uma intensa tempestade solar algures no ano de 660 a.C., que levou a que fossem espalhadas partículas energéticas nos anéis das árvores e núcleos de gelo por todo o mundo. Portanto, uma equipa de cientistas decidiu investigar se conseguia encontrar provas deste fenómeno em registos astrológicos antigos.

Nem por menos, os investigadores acreditam ter encontrado referências a uma enorme tempestade solar em inscrições assírias. As tábuas encontradas durante o século XIX incluem relatos da observação de planetas, cometas, meteoritos e, como não podia deixa de ser, de presságios.

O Gizmodo explica que a equipa de cientistas começou a vasculhar entre estas escrituras à procura de indícios de uma tempestade solar. Após uma intensa pesquisa, encontraram referências a um “brilho vermelho”, a uma “nuvem vermelha e a um “céu coberto de vermelho”.

A previsão feita pelos especialistas da datação das escrituras coincide com a altura em que terá acontecido a enorme tempestade solar, que deixou vestígios até aos dias de hoje. Os resultados da investigação foram publicados, em setembro, na revista científica The Astrophysical Journal Letters.

Apesar de ainda não terem provas certas que ambos relatem o mesmo fenómeno, a equipa de cientistas acredita que estas escrituras possam ser a primeira referência histórica a atividade auroral intensa.

A tempestade solar, de acordo com o Gizmodo, foi tão intensa que até pode ter causado um buraco na camada de ozono. No futuro, os cientistas esperam conseguir prever este tipo de tempestades, que podem ter consequências sérias nas nossas infraestruturas elétricas.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “A tempestade solar, de acordo com o Gizmodo, foi tão intensa que até pode ter causado um buraco na camada de ozono” Segundo karran, esta violenta tempestade aconteceu há cerca de 12.000 A.C. A Atmosfera ficou extremamente carregada de eletricidade. Tratando-se de uma interferência elétrica, causou muitos danos nos cérebros dos humanos da época, isto é, houve muito retrocesso ao estado “animalesco”…
    Não foi a atividade humana do Séc XX que causou o buraco no ozono. O buraco do ozono foi fechando progressivamente até os nossos dias. Só atualmente é que está quase fechado.
    … “encontraram referências a um “brilho vermelho”, a uma “nuvem vermelha e a um “céu coberto de vermelho”…. Estes escritos antigos estão a referir-se aos sintomas de outra “coisa”….
    Ainda há muitas tábuas à espera de serem descodificadas… mais História do Planeta surgirá.
    assinado: Maria da Maia

    • Portanto um buraco na camada de ozono feito há 14.000 anos estava enorme há 30 anos atrás e entretanto está quase fechado. E consequentemente não houve camada de ozono durante milhares de anos e toda a vida à superfície da Terra extinguiu-se. Óbvio, não é?
      Cara Maria da Maia… Mandar palpites é fácil! Olhe só:
      – Os números do Euromilhões desta semana vão ser: 1 2 3 4 5 + 11 12
      – O crescimento médio do PIB em Portugal vai ser de 10% nos próximos 10 anos
      – As pessoas que em 2019 gostam de se fazer ouvir na internet sem ter o mínimo de conhecimentos vão passar a estudar aprofundadamente os assuntos antes de dizer baboseiras.

      É fácil não é? Não significa que tenha alguma credibilidade…
      Mas estudar dá trabalho e mandar bitaites não custa nada. E porque razão a opinião de cientistas que passam anos a estudar um assunto há de ser mais válida que a sua que até perdeu uns 5 minutos no Gizmodo?

  2. Enfim… haja paciência para os insolentes comentadores de comentários….
    Mas, dar opinião pessoal sobre o tema do post.. na-na… nem pensar!! Dá muito trabalho…
    assinado: Maria da Maia

RESPONDER

Cientistas captam imagens extremamente raras de um peixe a devorar um tubarão inteiro

https://vimeo.com/374136378 Os tubarões são dos animais mais temidos nos oceanos, mas naquela que é uma verdadeira troca de papéis, um tubarão foi devorado por completo por um peixe das profundezas do mar. Um vídeo publicado pela US …

Há uma nova maneira de medir a gravidade da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova forma única de medir a gravidade da Terra. O método anterior envolvia medir a influência da gravidade nos átomos, rastreando a rapidez com que os átomos caíam. O problema …

Detetado pela primeira vez vapor de água na Europa, a lua de Júpiter

Uma equipa internacional de cientistas confirmou a presença de vapor de água na superfície de Europa, um dos quatro satélites naturais de Júpiter, revelou a agência espacial norte-americana (NASA). "Os elementos químicos essenciais (carbono, hidrogénio, …

Pela primeira vez, uma astronauta corrige página da Wikipédia a partir do Espaço

Pela primeira vez na história da Humanidade, a astronauta norte-americana Christina H. Koch fez a edição de uma página da Wikipedia na Internet a partir da Estação Espacial Internacional (EEI), enquanto orbitava o planeta Terra. A …

Rover Mars 2020 vai procurar fósseis microscópicos

Cientistas do rover Mars 2020 da NASA descobriram o que poderá ser um dos melhores locais para procurar sinais de vida antiga na Cratera Jezero, onde o veículo vai pousar no dia 18 de fevereiro …

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …