Técnica de respiração é tão benéfica para a saúde como a prática de exercício físico

Uma equipa de investigadores descobriu que uma técnica respiratória específica reduz a pressão arterial, melhora a saúde vascular e reduz a inflamação – podendo ser tão benéfica como a prática de exercício físico.

Conhecido como treino de força muscular inspiratória de alta resistência (IMST, sigla em inglês), o método pode ser tão eficaz quanto o exercício regular para melhorar a saúde cardiovascular, de acordo com um novo estudo publicado no Journal of the American Heart Association.

Desenvolvido na década de 1980 como um tratamento para pacientes com doenças respiratórias, o IMST envolve a inalação forçada através de um dispositivo portátil que fornece resistência. O método, esclarece o IFL Science, resulta no fortalecimento do diafragma e de outros músculos respiratórios.

Durante a pesquisa, os especialistas recrutaram 36 pacientes com idades compreendidas entre os 50 e 79 anos, todos com um historial de pressão arterial sistólica (PAS) acima da média, porém saudáveis.

Ao longo de um período de seis semanas, metade dos participantes fez 30 inspirações IMST por dia, enquanto a outra metade conduziu o mesmo exercício usando dispositivos simulados que forneciam muito menos resistência.

No final, a equipa percebeu que o grupo que usou o aparelho IMST original exibiu uma redução média na PAS de nove pontos, enquanto o outro grupo não registou quaisquer melhorias.

“Essa melhora na PAS é clinicamente significativa porque está associada a um risco menor de morte por doença cardiovascular”, escrevem os autores do estudo.

Os cientistas também perceberam que a redução da pressão arterial é igual, ou maior, do que a gerada por outros métodos, como caminhar 30 minutos por dia ou tomar medicamentos específicos.

Contudo, sublinha o estudo, é importante ressalvar que os benefícios foram observados em mulheres na pós-menopausa, tal como em homens mais velhos.

Em conclusão, o autor do estudo, Daniel Craighead, explica que o método “não é apenas mais eficiente em termos de tempo, comparando com o exercício físico, mas os benefícios também podem ser mais duradouros”.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. É o inverso da natação, onde a inspiração é natural e a expiração é necessariamente forçada debaixo de água.

  2. Já que falaram no aparelho poderiam dizer o nome por que é conhecido ou até onde pode adquiri-lo. Isso é que era aliar informação a serviço público. Procurei na internet mas não encontrei nada igual ao aparelho mostrado no video.

    • procure no google por “ebay lung exercise”. Os das bolinhas também dão. São inspirometros. Ou então procure por um produto comercial como o ultrabreath ou similares. Funcionam perfeitamente. É mesmo só uma peça de plástico que oferece resistência à entrada e saida de ar.

        • Se praticar natação o resultado é idêntico. A expiração debaixo de água implica um esforço adicional do diafragma e de toda a musculatura do torax de modo a conseguir provocar a saída do ar num ambiente consideravelmente mais denso do que o ar.

RESPONDER

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …