Taxa dos sacos “ameaça” reciclagem

-

Maria Barros confessa, à porta de um supermercado de Loures, que está a fazer menos reciclagem do seu lixo, desde que, há três meses, os sacos de plástico leves passaram a custar 10 cêntimos.

“Anteriormente fazia a reciclagem logo separada em sacos do supermercado em casa e depois era só pôr nos contentores. Agora faço num saco único, dos que se compra para o lixo e, muitas vezes, não me apetece sujar as mãos para separá-lo”, afirmou à agência Lusa.

O caso de Maria Barros ilustra o receio da Sociedade Ponto Verde (SPV) de que os portugueses venham a fazer, no futuro, menos reciclagem.

“Dados conclusivos” sobre o aumento ou quebra no material recolhido para a reciclagem ainda não existem, mas já se detetam mudanças no comportamento das pessoas, segundo disse à agência Lusa o diretor-geral da SPV, Luís Veiga Martins, empresa que gere o sistema integrado de recolha, tratamento e reciclagem dos resíduos de embalagem em Portugal.

“A principal preocupação da SPV em relação a esta medida é a de garantir que a população não deixe de separar os seus resíduos de embalagem, visto que, antes da sua entrada em vigor, a separação dos resíduos nos lares era feita, em muitos casos, com recurso aos sacos de plástico leves com asas que eram oferecidos no decorrer das compras”, referiu.

A diferença que Luís Veiga Martins nota, como “cidadão comum”, é “uma maior utilização de sacos reutilizáveis“.

E foi isso que a Lusa testemunhou em dois supermercados na área de Lisboa, onde os consumidores se vão adaptando e usam mais sacos reutilizáveis em vez dos sacos leves que, desde 15 de fevereiro custam 10 cêntimos.

“Não compro sacos de plástico. No início comprei quatro sacos de 50 cêntimos e agora ando com eles no carro e mais duas bolsas/sacos na mala de mão”, afirmou à Lusa Maria Barros, à porta do Continente de Loures.

Semelhante resposta foi dada por outros clientes do mesmo supermercado e do Lidl de Alvalade, que asseguraram trazer os seus próprios sacos de casa.

“Antes da introdução da taxa já levava os sacos de casa porque davam mais jeito para guardar as compras”, admitiu Liliana Santos.

Contactada pela Lusa, a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) confirmou que os consumidores portugueses adaptaram-se rapidamente à nova realidade, fazendo um “balanço extremamente positivo” da medida.

A Sociedade Ponto Verde alerta para a existência de alternativas na separação e encaminhamento dos resíduos para o ecoponto, como ecobags ou sacos reutilizáveis.

“Esta taxa não deverá ser um obstáculo para que as pessoas separem os seus resíduos e para que o esforço feito até à data seja posto em causa”, acrescentou Luís Veiga Martins.

No ano passado, a SPV encaminhou para reciclagem 419 mil toneladas de embalagens recuperadas no fluxo urbano, o que representa um aumento de 9% face a 2013.

A introdução de uma taxa sobre os sacos de plástico está incluída na Reforma da Fiscalidade Verde, um conjunto de medidas que integram o Orçamento do Estado para 2015, concretizada pelo Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia.

O objetivo é reduzir o consumo de sacos de plástico por habitante e a quantidade de plástico deteriorado, que pode permanecer mais de 300 anos na natureza.

Portugal é dos países europeus onde mais se utilizam estes sacos e apenas uma vez, segundo a Agência Portuguesa do Ambiente.

As estatísticas do Eurobarómetro, divulgadas em 2010, indicam que cada português consome, em média, 466 sacos de plástico leves anualmente.

O governo tenciona baixar este número para 50 sacos ‘per capita’ em 2015 e 35 no próximo ano, seguindo o exemplo de vários países europeus e as recomendações da Comissão Europeia.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os Portugueses encontram em tudo um subterfúgio para furar os esquemas montados!
    Isso não serve de desculpa, eu continuo a ter sacos suficientes para a separação dos lixos… aproveito os da fruta, aqueles em que são embalados os produtos que adquirimos, para além dos de papel que continuam a ser grátis!
    Comodismo instalado!

  2. Mesmo comodismo

    Se tivessem como eu, vasilhame para a divisão do lixo, não estariam com essas desculpas esfarrapadas !

RESPONDER

PCTP/MRPP critica PCP e BE por terem votado todos orçamentos do PS

O PCTP/MRPP critica o PCP e o Bloco por terem apoiado o Governo de António Costa. Maria Cidália Guerreiro diz que país passou quatro anos a pagar dívida "impagável". O PCTP/MRPP critica o PCP e o …

Caçadores admitem criar partido político contra uma aliança PS-PAN

Um cenário de aliança entre PS e PAN depois das eleições de Outubro próximo originará o aparecimento de um novo partido político em Portugal. A promessa é da Fencaça — Federação Portuguesa de Caça que …

Governo ignorou recomendação parlamentar na auditoria feita ao Novo Banco

Mário Centeno e António Costa ignoraram a recomendação aprovada em Parlamento na sua auditoria ao Novo Banco. Os socialistas defendem que seria inconstitucional avaliar o desempenho do Banco de Portugal. Uma proposta do PSD aprovada em …

Avarias param 9 das 20 novas ambulâncias do INEM

Só entraram em serviço em abril, mas as novas ambulâncias do INEM já estão a dar problemas. Dos 20 novos veículos, apenas 11 estão a circular normalmente. As sirenes e as luzes desligam-se em andamento e …

Máfias e milícias responsáveis por incêndios da Amazónia, conclui relatório

As queimadas associadas aos desmatamento da Amazónia resultam em grande parte da ação violenta de redes criminosas, conclui um relatório da Human Rights Watch. Divulgado esta terça-feira, um relatório da Human Rights Watch conclui que as …

Benfica lança-se à 'Champions' com Lage a admitir mexer no ataque

O Benfica estreia-se hoje diante dos alemães do Leipzig na edição 2019/20 da Liga dos Campeões de futebol, competição em que tentará ultrapassar os 'fracassos' das duas anteriores épocas, nas quais foi eliminado na fase …

Itália. Matteo Renzi abandona o Partido Democrata e anuncia formação de novo partido

O ex-primeiro-ministro italiano Matteo Renzi anunciou que vai deixar o Partido Democrata (PD), do qual era secretário-geral, para criar a sua própria formação, mas garantiu que o grupo continuará a apoiar o Governo de Giuseppe …

Tribunal Arbitral reduz suspensão de Neymar na Champions

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) reduziu a suspensão imposta pelo Comité de Disciplina da UEFA de três para dois jogos a Neymar. O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) decidiu esta terça-feira reduzir a suspensão imposta …

Jerónimo admite "um ou outro descontente" interno e ataca arrivismo do PAN

Jerónimo de Sousa admitiu haver militantes descontentes com a participação na denominada "geringonça", embora frisando que o sentimento geral é de satisfação, e atacou algumas posições do PAN, defendendo que "Os Verdes" são o verdadeiro …

Brexit. Juncker recorda a Johnson que cabe ao Reino Unido apresentar propostas

O presidente da Comissão Europeia recordou na segunda-feira ao primeiro-ministro britânico que cabe ao Reino Unido apresentar "soluções legalmente operacionais" e compatíveis com o Acordo de Saída, reiterando a disponibilidade europeia para apreciar se estas …