O stresse no trabalho pode estar a matá-lo, alerta estudo

A autonomia que temos no nosso emprego, a nossa carga de trabalho e a capacidade de lidar com as exigências que nos são impostas está associada à nossa saúde mental e mortalidade, revela uma nova investigação.

A equipa de investigadores examinou como o controlo que temos da nossa função no trabalho e a capacidade cognitiva influenciam como os fatores de stress do trabalho, como pressão de cumprir prazos ou carga de trabalho, afetam a saúde mental e física.

“Quando as exigências do emprego são maiores do que o controlo oferecido pelo trabalho ou a capacidade de um indivíduo de lidar com essas demandas, há uma deterioração da sua saúde mental e, consequentemente, uma maior probabilidade de morte”, diz Erik Gonzalez-Mulé, professor da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, e o autor principal do artigo publicado esta semana no Journal of Applied Psychology.

Em sentido contrário, os autores do estudo descobriram que as exigências do trabalho resultam em melhor saúde física e menor probabilidade de morte quando combinadas com um maior controlo das responsabilidades no trabalho.

“Acreditamos que isto acontece porque o controlo do trabalho e a capacidade cognitiva agem como recursos que ajudam as pessoas a lidar com o stress no trabalho”, disse Gonzalez-Mulé, citado pelo Futurity.

“O controlo do trabalho permite que as pessoas definam os seus próprios horários e priorizem o trabalho de uma maneira que as ajude a atingir as suas metas de trabalho, enquanto as pessoas mais inteligentes são mais capazes de se adaptar às exigências de um trabalho stressante e descobrir maneiras de lidar com o stresse”, acrescentou.

Os resultados da investigação são baseados em dados de 3.148 residentes do Estado de Wisconsin, que participaram num estudo longitudinal. Desta amostra, 211 participantes morreram durante o estudo que durou 20 anos.

A solução, de acordo com Gonzalez-Mulé, passa por os gerentes oferecerem mais controlo aos seus funcionários. Caso não seja possível fazê-lo, devem reduzir proporcionalmente as exigências.

“Por exemplo, permitir que os funcionários definam as suas próprias metas ou decidir como realizar o seu trabalho ou reduzir o horário de trabalho dos funcionários pode melhorar a sua saúde”, explicou o investigador.

Isto é particularmente importante agora, durante a pandemia de covid-19, em que alguns trabalhadores estão expostos a stresse extra e podem vir a desenvolver problemas de saúde mental.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

OMS analisa possíveis primeiros casos de infeção de animais para o homem

A Organização Mundial de Saúde (OMS) admite que pelo menos três infeções por Covid-19 nos Países Baixos possam ser os primeiros casos conhecidos de transmissão do novo coronavírus dos animais para o homem, tendo martas …

Na Suíça, é possível estar em teletrabalho e a empresa pagar parte da renda

O Tribunal Federal da Suíça condenou uma empresa de contabilidade a pagar parte da renda de casa a um funcionário que se encontrava em teletrabalho. Segundo revelou na segunda-feira o swissinfo e o Tages-Anzeiger, citados pelo …

Governo negoceia até mais 35 milhões em apoios para agricultura

A ministra da Agricultura disse hoje que está em curso a negociação de medidas adicionais para apoiar o setor agrícola, face ao impacto da covid-19, através do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR), que podem mobilizar …

Moro não assinou exoneração de ex-diretor da Polícia, admite Presidência do Brasil

A Secretaria-Geral da Presidência brasileira admitiu na segunda-feira que o agora ex-ministro da Justiça Sergio Moro não assinou o decreto de exoneração de Maurício Valeixo da direção-geral da Polícia Federal, confirmando a versão original do …

Norte foi região que mais contribuiu para aumentar produtividade do trabalho no país

O Norte foi a região que mais contribuiu para aumentar a produtividade laboral entre 2000 e 2017, crescendo 20% quando a Área Metropolitana de Lisboa subiu 3,3%, revelou na segunda-feira a Comissão de Coordenação e …

Vai nascer uma praia fluvial nas margens do Alqueva em 2021

Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, devendo começar a funcionar no verão do próximo ano. Uma nova praia fluvial começou a ser construída nas margens do Alqueva, junto à aldeia …

Câmara de Bragança vai ajudar com até 100 euros a pagar renda

As famílias mais vulneráveis do concelho de Bragança vão poder contar com um apoio financeiro até 100 euros mensais para pagar a renda. A Câmara de Bragança vai ajudar as famílias do concelho em situação vulnerável …

Parlamento chumba lay-off para sócios-gerentes, mas acaba com teto de faturação ao apoio

A Comissão de Economia chumbou, esta terça-feira, o alargamento do lay-off simplificado aos sócios-gerentes. Por outro lado, aprovou o fim do teto de faturação para aceder ao apoio a estes portugueses. A proposta do PSD, BE …

Comissão Europeia admite que Portugal fica "em desvantagem" nas ajudas estatais

Margrethe Vestager, vice-presidente executiva da Comissão Europeia, admite que países como Portugal, com menor capacidade orçamental do que Estados-membros como Alemanha ou França, fiquem “em desvantagem” nas ajudas estatais em altura de crise gerada pela …

Comissão aprova levantamento da imunidade parlamentar a José Silvano

Fontes parlamentares dizem que o também secretário-geral do PSD é arguido no processo das falsas presenças no Parlamento. Silvano afirmou ter sido informado da decisão de levantamento da imunidade e que “nada tinha a opor”. A …