/

Sporting vs Portimonense | Leão sereno soma e segue

O Sporting subiu ao primeiro lugar da tabela na Liga NOS, de forma provisória, ao vencer, por 2-0, o Portimonense, em Alvalade.

A equipa liderada por Jorge Jesus soube contrariar as adversidades impostas por um Portimonense afoito e chegou ao intervalo a vencer, graças a um golo madrugador de Bruno Fernandes.

Após o intervalo, os algarvios ainda tentaram discutir o resultado, mas a expulsão de Hackman fez pender a balança para o lado do Sporting, com Bas Dost a selar a vitória com mais um golo.

O Jogo explicado em Números

  • Excelente início dos “leões”, recompensado com o golo aos nove minutos, por Bruno Fernandes (7º na Liga), na sequência de um passe magistral de Daniel Podence, que, logo a abrir, rematara para boa defesa de Ricardo Ferreira. A equipa da casa fechou o primeiro quarto-de-hora com uns claros 68% de posse e 90% de eficácia de passe (contra 63% do adversário).
  • Aos 25 minutos, Bruno Fernandes somava já 32 passes, o máximo da sua equipa e o dobro do número de entregas de Rúben Fernandes, o jogador dos algarvios que liderava esta variável.
  • Pouco depois da meia-hora de jogo, Shoya Nakajima teve nos pés a possibilidade de fazer o 1-1, mas não conseguiu bater Rui Patrício no um-para-um. Era o primeiro remate em dez minutos da partida, o que demonstrava alguma quebra de ritmo no relvado de Alvalade. Ainda assim, o domínio dos “leões” permanecia inquestionável: 66% de posse e 89%de eficácia de passe.
  • À entrada para os derradeiros cinco minutos da primeira parte, Podence e Bruno Fernandes somavam ambos três passes para finalização – tantos quanto a equipa inteira do Portimonense. O jovem extremo sportinguista apresentava o mesmo número de faltas sofridas, todas elas em zona de perigo.
  • Vantagem perfeitamente justificada ao intervalo pelo que se presenciou em campo ao longo da primeira parte, embora tivesse ficado a ideia de que pecava por escassez, tal havia sido o domínio dos “leões”, que eram superiores em todos os domínios.
  • Bruno Fernandes era o jogador que surgia à cabeça dos GoalPoint Ratings, com nota 7.4, em grande parte devido ao golo apontado, a que somava ainda três passes para finalização e sete bolas colocadas na área adversária. O melhor do Portimonense era mesmo o guarda-redes, Ricardo Ferreira, com 6.2, graças às duas defesas efectuadas.
  • Início de segunda parte marcado pela expulsão do lateral-direito do Portimonense, Emmanuel Hackman, depois de uma falta dura sobre Acuña, numa altura em que os algarvios até pressionavam a equipa da casa, com 47% de posse de bola e 82% de eficácia na distribuição.
  • E foi então que surgiu o golo que deu tranquilidade às hostes leoninas, apontado pelo inevitável Bas Dost após um toque providencial de Bruno Fernandes, que desviou um cruzamento rasteiro de Gelson Martins. O golo, o 13.º do holandês no campeonato, reflectia a quebra de ritmo na equipa do Portimonense após a expulsão, tendo visto a sua posse de bola cair para 40% desde a expulsão de Hackman.
  • Aos 70 minutos, Bas Dost continuava apenas com um duelo aéreo disputado – um número bem abaixo da média do holandês no campeonato, que se situava nos 6,3. O jogador do Sporting com mais duelos pelo ar era Coates, com quatro, três deles vitoriosos.
  • Boa exibição do lateral-esquerdo Agbenyenu, do Portimonense, o titular com maior eficácia de passe (97%) e mais recuperações de bola (13) aos 85 minutos, contabilizando ainda seis acções defensivas, distribuídas de igual forma entre desarmes, alívios e intercepções.

O Homem do Jogo

Bruno Fernandes desde cedo começou a construir uma grande exibição, marcando o golo que abriu caminho para a vitória da sua equipa, logo aos nove minutos, num dos três disparos à baliza de que foi autor.

Esteve também ligado ao 2-0 com um toque precioso que acabou por servir Bas Dost. Ao todo, o médio português, contabilizou 68 passes, quatro deles para finalização, 90 toques e 11 bolas colocadas na área contrária. Embora tenha sido também líder em número de passes falhados (16) e perdas de posse (27), Bruno Fernandes foi o homem do jogo nos GoalPoint Ratings, com nota 8.3.

https://twitter.com/_Goalpoint/status/942457562628345856

Jogadores em foco

  • Podence 7.1 – Excelente exibição do avançado português, coroada com a assistência para o 1-0 numa grande jogada individual. Criou duas ocasiões flagrantes de golo e somou cinco passes para finalização, mas não foi feliz em nenhuma das suas duas tentativas de drible.
  • Piccini 6.2 – Foi o jogador com mais dribles eficazes (cinco) da partida, vencendo ainda 11 dos 17 duelos que disputou. Conseguiu ainda um passe para finalização e três desarmes.
  • Lucas P. 6.0 – Dois dos três remates do Portimonense foram da sua autoria. Somou dez acções defensivas, uma delas um desarme ao último homem, e provocou dois foras-de-jogo.
  • Bas Dost 5.6 – O golo apontado não disfarçou uma exibição menos conseguida. Rematou três vezes, duas delas de forma enquadrada, mas desperdiçou uma ocasião flagrante, não somou qualquer passe para finalização e disputou quatro duelos, vencendo dois. Foi ainda apanhado três vezes em fora-de-jogo.
  • Nakajima 4.9 – O criativo japonês contabilizou três passes para finalização mas não se livrou de uma nota baixa, devido em grande parte à ocasião flagrante desperdiçada, num dos dois remates desenquadrados que fez.

Resumo

  // GoalPoint

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.