Sporting vs Feirense | Leão resolve perto do fim

O Sporting manteve a pressão sobre o líder FC Porto, ao bater o Feirense por 2-0, em Alvalade.

Numa partida que ficou marcada pela excelente exibição do guarda-redes dos “fogaceiros”, Caio Secco, os “leões” só conseguiram quebrar a muralha do adversário nos últimos 15 minutos, com golos de William Carvalho e Fredy Montero, o último já nos descontos, período em que os visitantes davam tudo para conseguirem restabelecer a igualdade.

O Jogo explicado em Números

  • Início de jogo a todo o gás do Sporting, que fez quatro remates nos primeiros 15 minutos, três deles à baliza, com o guarda-redes Caio Secco a estar à altura em todas as situações. Os “leões” fecharam este período inicial com uns claros 61% de posse, e com inferior eficácia na distribuição (73% contra 74% do adversário).
  • O primeiro remate do Feirense surgiu só aos 31 minutos, curiosamente  na sequência do primeiro passe para finalização da equipa visitante. Nesta altura havia três jogadores dos “fogaceiros” com apenas um passe – Flávio Ramos, Luís Machado e Alcenat.
  • Mau início de partida de Bruno Fernandes, que somou duas faltas e 15 perdas de bola nos primeiros 35 minutos – mais do dobro de perdas do que qualquer outro jogador “leonino” durante este período.
  • A cinco minutos antes do final da primeira parte havia um jogador do Feirense em claro destaque, o lateral-esquerdo Kakuba, que já somava nove acções defensivas  – mais do que todos os defesas do Sporting juntos (sete).
  • Resultado ao final da primeira parte castigador para a equipa do Sporting, que dominara por completo as incidências da partida nos primeiros 45 minutos, acabando, no entanto, por não conseguir concretizar nenhum dos seis remates à baliza, dois deles em situação flagrante.
  • Sem surpresas, Caio Secco liderava os GoalPoint Ratings nesta fase, com 6.2, já com seis defesa, três delas a remates de dentro da área. Do lado contrário, o melhor era o médio William Carvalho 6.1, com três passes para finalização, um deles para ocasião flagrante, um drible eficaz e quatro duelos ganhos em outros tantos disputados.
  • O início da segunda parte trouxe mais do mesmo, com Caio Secco a negar novamente o golo a Doumbia com uma grande defesa. O guarda-redes brasileiro chegou aos 60 minutos como líder isolado do Feirense em passes para o meio-campo adversário, 22, mais nove do que o jogador que se lhe seguia.
  • Pressão sufocante do Sporting, que fechou os 20 minutos iniciais da segunda parte com 72% de posse de bola e seis remates, dois deles à baliza. Bruno Fernandes somava já cinco passes para finalização, mais do que a equipa do Feirense (três).
  • Foi já perto dos últimos dez minutos da partida que terminou a resistência do Feirense. William Carvalho rematou para o fundo da baliza numa jogada confusa dentro da área de Caio Secco, que não ficou isento de culpas após tentar socar a bola na sequência de um canto.
  • Ainda antes do final da partida, Fredy Montero fez o 2-0 ao empurrar para dentro da baliza um passe de Gelson Martins, um dos jogadores mais intervenientes no ataque dos “leões”, com três passes para finalização.

O Homem do Jogo

Sem Bas Dost, lesionado, teve de ser William Carvalho a quebrar a resistência do Feirense, com um golo à queima-roupa, no único remate enquadrado que fez, após três tentativas sem a melhor direcção.

O capitão “leonino” esteve ainda em destaque ao somar três passes para finalização, um deles para ocasião flagrante de golo, dois dribles eficazes, oito duelos ganhos em 13 disputados, quatro alívios e três intercepções, terminando a partida com a nota mais alta nos GoalPoint Ratings, um relevante 7.8.

Jogadores em foco

  • Montero 6.9 – Apontou o golo que deu a tranquilidade às hostes leoninas, num dos seis remates de que foi autor, dois dos quais à baliza. Venceu os cinco duelos aéreos que disputou e fez ainda um passe para finalização.
  • Caio Secco 6.9 – Somou nove defesas, quatro delas a remates de dentro da área, três saídas a soco e uma recolha. Foi o jogador da sua equipa que mais passes fez, 34, sendo que apenas três deles não foram bolas longas.
  • Bruno Fernandes 6.5 – Rematou duas vezes, uma delas à baliza, e foi líder em número de passes para finalização, com seis. Tentou por três vezes o drible, sendo feliz em todas elas, e colocou 18 vezes a bola na área adversária. Sofreu sete faltas, duas delas em zona de perigo, mas perdeu a posse em 29 ocasiões.
  • Doumbia 4.6 – Rematou cinco vezes, uma delas à baliza, desperdiçando duas ocasiões flagrantes. Venceu metade das dez disputas em que esteve envolvido e foi apanhado uma vez em fora-de-jogo. Uma exibição para esquecer.
  • Luís Machado 4.3 – Contabilizou dois dribles eficazes, mas rematou apenas uma vez, de forma desenquadrada. Falhou ainda quatro desarmes e cometeu outras tantas faltas.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes anunciou este domingo que não será candidato à liderança do CDS. A garantia foi deixada pelo próprio, na sua página pessoal de Facebook, depois de ter sido desafiado por António Pires de …

Afastado desde a noite eleitoral, Rui Rio volta para lançar suspeitas sobre a RTP

Afastado dos holofotes desde a noite eleitoral e sem dizer se se vai recandidatar à liderança do PSD, Rui Rio recorreu ao Twitter para comentar as suas suspeitas sobre a RTP. O líder social-democrata recorreu às …