Sporting atira-se ao VAR e reclama dois penáltis e uma expulsão

Rodrigo Antunes / Lusa

O Sporting contestou a atuação do VAR do encontro frente ao FC Porto, João Pinheiro. Em causa estão dois penáltis por assinalar e um cartão vermelho por mostrar.

Rúben Amorim já só pensa no próximo jogo frente ao Ajax, a contar para a Liga dos Campeões. Mas nos bastidores de Alvalade, a arbitragem do encontro com o FC Porto ainda é uma espinha entalada na garganta.

Não só os ‘leões’ se queixam da arbitragem do árbitro Nuno Almeida, como também criticam a exibição do VAR, João Pinheiro, acusado de falta de comparência e inação, escreve o Record.

Um dos lances de maior contestação dos sportinguistas aconteceu aos 32 minutos de jogo, quando Coates reclama que Pepe o atingiu com a mão na cara. O Sporting não tem dúvidas de que deveria ter sido assinalado penálti e Pepe devia ter sido sancionado com cartão vermelho.

O Sporting olha para um lance semelhante entre Jovane Cabral e Otávio, aos 52 minutos, em que o cabo-verdiano toca com as costas da mão na cara do internacional português e é sancionado com cartão amarelo.

Ao minuto 48, novo lance na área portista, novamente envolvendo Sebastián Coates. O central uruguaio caiu numa disputa de bola aérea com Mehdi Taremi, em que o iraniano parece pôr-lhe as mãos nas costas.

No ano passado, João Pinheiro já tinha sido alvo de contestação dos ‘verdes e brancos’, que num jogo com o Sporting de Braga reclamavam dois penáltis por assinalar a seu favor.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.